Arquivo Aplicativos e Software

Microsoft se esqueceu de oferecer outros navegadores além do Internet Explorer

Thássius Veloso
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

A Microsoft avisou hoje que “se esqueceu” de adicionar a tela de escolha de navegador em cerca de 28 milhões de instalações do Windows 7 em computadores vendidos na Europa. Com isso, o navegador Internet Explorer entrava como o padrão do sistema sem consultar o usuário, procedimento condenado pela Comissão Europeia. No passado a companhia concordou em pagar uma multa multimilionária e ainda adicionar a “tela de escolha” ao sistema operacional no continente.

Essa história é antiga. O órgão da Comissão Europeia que cuida da competição no mercado do bloco europeu determinou em 2009 que a MS deveria mostrar uma tela de escolha (chamada de “BCS”) na qual o usuário com o IE ativo por padrão deveria escolher entre esse software e outras opções, como Firefox, Chrome, Opera, Safari e outros. A Microsoft diz que cumpriu a determinação em diversas instalações do Windows, mas faltou incluir no Windows 7 Service Pack 1 a tela de escolha. Usuários ficaram sem ver a tela de escolha nesse cenário específico desde fevereiro do ano passado.

BS

BCS

“Nós nos arrependemos profundamente”, informou a companhia em um comunicado à imprensa. Eles colocaram a culpa nos engenheiros por se esquecerem de adicionar ao Service Pack 1 do Windows mais atual a “lógica de detecção” que automaticamente verificava que o Internet Explorer estava como navegador padrão e baixava a tela de escolha na versão mais atual.

O software BCS é transmitido por meio de Windows Update. Ele não vem por padrão no sistema. Instala-se automaticamente e em seguida oferece a tela de escolha de navegador.

A Microsoft estima que o BCS foi enviado corretamente para 90% da base de PCs que deveriam recebê-lo. A falha não afetou o Windows 7 original nem o XP e  Vista, que também entram na determinação da Comissão Europeia.

Já prevendo futuras sanções, a MS ofereceu à Comissão ampliar o tempo de duração da determinação sobre o BCS para mais 15 meses. A Comissão Europeia ainda não respondeu sobre a questão, mas seu comissário comentou que as sanções aplicáveis serão aplicadas caso o gigante do software tenha transgredido regras.

Com informações: Guardian.

Thássius Veloso

Ex-editor-executivo

Thássius Veloso foi editor e editor-executivo do Tecnoblog de 2008 a 2014. Liderou o noticiário e cobriu de perto os maiores acontecimentos do mercado de eletrônicos de consumo, games e serviços. É jornalista, palestrante e apresentador de tecnologia na rádio CBN e no canal de TV por assinatura GloboNews.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque