Arquivo Jogos

Sony declara amor ao Brasil e seus indies, mas nada de abaixar o preço do PS4

Renata Persicheto
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Com o término da coletiva da Sony, chega ao fim o primeiro dia da Brasil Game Show 2013 de conferências voltadas para a imprensa.

A apresentação foi bastante aguardada principalmente pelo bafafá em torno do preço do PlayStation 4 no Brasil: a empresa havia prometido falar mais sobre os valores quando estivesse no palco. E de fato falou, logo de cara. Nada muito conclusivo, veja bem, mas falou: Mark Stanley, diretor geral de Playstation para a América Latina, falou que “não iremos descansar até o PS4 ser acessível para todo gamer brasileiro”. E isso foi tudo, pessoal.

Depois, Viviane Senna, irmã de Ayrton Senna, subiu ao palco para anunciar uma parceria da Sony com o instiuto que leva o nome do piloto, uma organização que visa diminuir a desigualdade social e aumentar o nível da educação no Brasil. A parceria, no caso, serão bundles especiais do jogo Gran Turismo 6 para PlayStation 3, que virão com itens especiais voltados para o público brasileiro e terão parte de seus lucros mundiais revertidos para o programa, além da inclusão de Ayrton Senna no jogo.

1381821_10201138767528260_720637631_n

A Sony também falou do que mais faz o público pensar nela com amor & carinho (que não é o caso dos preços de seus consoles): o apoio aos desenvolvedores indie. Adam Boyes subiu ao palco para contar um pouco da relação entre os desenvolvedores latino-americanos e a produtora, revelando que, atualmente, 19 estúdios da América Latina estão trabalhando em parceria com a Sony, entre eles os brasileiros da Joymasher, com Odallus, o QUByte Interactive e os mineiros da Ilusis. Além disso, os kits de desenvolvimento para o PlayStation 4 deverão chegar à região no início de 2014.

sony_indies

A cargo das novidades locais, Anderson Gracias, gerente geral do PlayStation no Brasil, veio anunciar algo que já sabíamos há algum tempo, mas aparentemente não deveríamos: a chegada da PlayStation Plus ao país.

Conforme já havíamos contado, a mensalidade do serviço online da Sony custará R$ 19,90, enquanto a anuidade sai por R$ 99. No PlayStation 4, a contratação será obrigatória para poder jogar online, algo que se consegue gratuitamente no PlayStation 3.

Uma linha de jogos “favoritos”, com títulos de catálogo em preços especiais, também foi anunciada para o Brasil. Games como Borderlands, Super Street Fighter IV, Uncharted 2 e Castlevania: Lords of Shadow, entre outros, serão vendidos em uma edição extra, com uma embalagem dourada e diferentona, por R$ 79.

Como em toda boa apresentação para a LATAM, alguns jogos foram demonstrados no palco, com foco em suas localizações, totais ou parciais, para o português do Brasil. Watch Dogs, que recentemente foi adiado para 2014, The Order: 1886, e Assassin’s Creed IV: Black Flag,  que será lançado na próxima semana, receberam menus e dublagens em português, enquanto Destiny, da aclamada Bungie, produtora de Halo, receberá somente legendas em nosso idioma. E fica aqui um abraço especial para os responsáveis pela dublagem de Killzone: Shadow Fall, que, de tão bizarra, fez a curva e se tornou engraçada: a frase “nenhum sinal de tira” rendeu bastante risadas da plateia.

Amanhã continuamos cobrindo as conferências da BGS e a feira vai até o dia 29. Acompanhe a cobertura aqui no TB pela tag BGS 2013 ou no nosso Twitter.

Colaborou Giovana Penatti

Renata Persicheto

Ex-redatora

Renata Persicheto é formada em marketing pela Anhembi Morumbi e trabalhou no Tecnoblog como redatora entre 2013 e 2015. Durante sua passagem, escreveu sobre jogos, inovação e tecnologia. Já fez parte da redação do portal Arena IG e também tem experiência como analista de inteligência de dados.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque