Arquivo Jogos

Descanse em paz, Casa de Leilões: Blizzard desativa serviço em Diablo III

Renata Persicheto
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Diablo III foi, sem dúvidas, um dos jogos da Blizzard que mais gerou expectativa em torno de seu lançamento. Esperança essa que fez com que muita gente se decepcionasse e se frustrasse com as novidades do game, entre elas, a Casa de Leilões.

Tendo conhecimento de algumas de suas falhas, a produtora teve o bom senso de decidir encerrar o serviço, responsável por tirar boa parte da diversão do jogo. Nesta terça-feira, 18 de março, a Blizzard jogou a última pá de terra em cima da cova de sua Auction House.

Diablo III foi lançado em maio de 2012, e recebeu pouco tempo depois a tal ferramenta, em que era possível vender e comprar itens de graus baixos até os muito altos de raridade. Com isso, o cerne do RPG, o ato de jogar muito para encontrar armaduras, armas e outros itens raros, acabou se perdendo, uma vez que bastava ter bastante ouro para arrematar qualquer um deles no leilão. Além da moeda do jogo, Diablo III também possuía a versão da Casa de Leilões com dinheiro de verdade, o que fazia muita gente torrar muita grana por lá.

O inconveniente, no entanto, foi o número exorbitante de contas hackeadas no início dos servidores do game. Com isso, muito dinheiro (real!), itens e contas foram perdidas – apesar do ótimo atendimento da equipe de suporte da Blizzard e seus esforços contínuos para sanar os problemas.

Desde o início, a companhia teve uma boa desculpa e as melhores intenções para o lançamento da ferramenta: em outras edições de Diablo, o comércio de itens já era feito, porém ilegalmente. Desta vez, a ideia era “formalizar” venda e troca de pertences, evitando que usuários do mercado negro fossem lesados por falta de pagamento e adjacências.

Reaper-Of-Souls-Diablo-gamesquad

O encerramento definitivo da Real Money Auction House se deu, aparentemente, principalmente pela proximidade do lançamento de Reaper of Souls, primeira expansão do jogo. Apesar de termos evidenciado o “mais do mesmo” em que se encontrava sua versão beta, a Blizzard surpreendeu ao lançar o último patch: parece, de fato, uma nova aventura pronta para receber seu novo conteúdo.

A expansão será lançada em 25 de março, e traz, além de um ato adicional, uma nova classe, o Cruzado, e, em resposta ao fechamento da Casa de Leilões, um novo sistema de loot, em que será possível encontrar itens raros e lendários com mais facilidade.

Renata Persicheto

Ex-redatora

Renata Persicheto é formada em marketing pela Anhembi Morumbi e trabalhou no Tecnoblog como redatora entre 2013 e 2015. Durante sua passagem, escreveu sobre jogos, inovação e tecnologia. Já fez parte da redação do portal Arena IG e também tem experiência como analista de inteligência de dados.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque