Google começa a responder perguntas no smartphone antes que você termine de fazê-las

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 1 semana
Google - respostas no autocompletar

A função do Google que completa automaticamente os termos das pesquisas que queremos fazer foi um dos mais impactantes recursos que o buscador já recebeu. Mas o Google quer oferecer mais: nesta quarta-feira (27), o serviço passou a mostrar respostas curtas antes mesmo de terminarmos de fazer as perguntas.

Para dar a resposta, o Google tenta adivinhar a pergunta que queremos fazer assim que começamos a digitar. Nos testes que fiz, bastou digitar “capital do b” para o serviço informar ali mesmo qual é a capital do nosso país.

Ao menos nesta fase, o recurso funciona apenas com perguntas que podem ser respondidas com poucas informações, como qual a população de certa cidade, qual a temperatura do local e quantos anos tem determinada personalidade famosa.

Na primeira olhada, a novidade está mais para uma curiosidade, mas, à medida que evolui, a função deve passar a ter mais utilidade, principalmente naquelas situações em que precisamos confirmar ou descobrir rapidamente uma informação.

O buscador já mostrava respostas curtas nas pesquisas instantâneas, mas agora coloca as informações diretamente na lista da barra do “autocompletar”. Isso deve dar uma agilizada nas pesquisas.

A atualização está sendo disponibilizada aos poucos em vários idiomas, com os resultados mais relevantes aparecendo em inglês (como sempre). No momento, muitos usuários já conseguem utilizá-lo, mas somente em buscas realizadas a partir do Chrome para Android ou iOS.

Como o Google ainda não se pronunciou sobre o assunto, não está claro se a funcionalidade será levada à versão para desktops do serviço e para outros navegadores.

Com informações: The Next Web

Receba mais sobre Google na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados