Gol lança sistema de entretenimento via WiFi nos voos

Rafael Silva
Por
• Atualizado há 1 mês

Seguindo os passos da TAM e das demais empresas aéreas que não tem medo de oferecer serviços interessantes para atrair mais clientes, a GOL anunciou hoje o GOL no Ar. Esse serviço permite que certos conteúdos sejam acessados de dentro da aeronave por meio da rede WiFi. Ele pode não ter a mais bonita das marcas (emoticons já não estão gastos o bastante?), mas parece ser interessante.

O serviço dá acesso gratuito a notícias, revistas, jogos, vídeos dos parceiros e veículos de comunicação brasileiros. Esses conteúdos, no entanto, não vão ser sempre os mesmos: a cada pouso em 9 aeroportos específicos eles são atualizados automaticamente para os mais recentes. E antes que perguntem, não, ele não tem conexão com a internet. Então não ache que você vai poder twittar a 4 mil metros de altura em voos da GOL no Brasil ainda.

Segundo a empresa, o GOL no Ar poderá ser acessado inicialmente de de dispositivos iOS e também em notebooks e netbooks. No futuro a GOL diz que pretende dar suporte a mais smartphones e tablets. Isso me leva a deduzir que o sistema foi otimizado para esses dispositivos citados, mas não deve existir um bloqueio para caso eu queira acessar de um Android, por exemplo. E se existir, é bem estúpido.

O GOL no Ar já está sendo implementado em 35 aeronaves que realizam 250 voos diários, principalmente na ponte aérea Rio-São Paulo. Até o final do ano a empresa planeja implementá-lo em mais aeronaves para cobrir pelo menos 380 voos diários. O serviço começa a funcionar a partir do dia 1 de setembro.

Atualização às 15:04 | Henrique Martin, do ZTOP, fez o teste-drive do serviço hoje nos diversos computadores, no iPhone e no seu Milestone 3. E segundo ele, nesse último só apareceu um aviso de que os serviços poderiam não funcionar como esperado, mas tudo funcionou.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Rafael Silva

Rafael Silva

Ex-autor

Rafael Silva estudou Tecnologia de Redes de Computadores e mora em São Paulo. Como redator, produziu textos sobre smartphones, games, notícias e tecnologia, além de participar dos primeiros podcasts do Tecnoblog. Foi redator no B9 e atualmente é analista de redes sociais no Greenpeace, onde desenvolve estratégias de engajamento, produz roteiros e apresenta o podcast “As Árvores Somos Nozes”.

Canal Exclusivo

Relacionados