Pegando carona no dia do Pi (π), a Raspberry Pi Foundation anunciou nesta quarta-feira (14) a nova versão do dispositivo que leva o seu nome: o Raspberry Pi 3 Model B+, como foi batizado, surge como uma atualização do Raspberry Pi 3 Model B lançado em fevereiro de 2016.

O processador é o Broadcom BCM2837B0, chip de 64 bits com quatro núcleos Cortex-A53 que, como tal, é bastante parecido à unidade que equipa a placa anterior. A grande diferença está na frequência, que aumentou de 1,2 GHz para 1,4 GHz. A GPU continua sendo a Broadcom VideoCore IV. De igual modo, a placa permanece tendo 1 GB de RAM.

Outra novidade do Raspberry Pi 3 Model B+ é um chip que faz o dispositivo suportar nativamente redes Wi-Fi 802.11ac com frequências de 2,4 GHz e 5 GHz. A certificação de conformidade modular, outra novidade, vai facilitar a aprovação de produtos baseados na placa que precisam seguir normas referentes a conexões sem fio. Por sua vez, o Bluetooth saiu da versão 4.1 para a 4.2.

Raspberry Pi 3 Model B+

Também é possível conectar o dispositivo a uma rede Ethernet Gigabit (velocidades de até 300 Mb/s). Um detalhe interessante aqui é que a conexão Ethernet agora suporta alimentação elétrica (Power over Ethernet), embora seja necessário adicionar um módulo HAT à placa para isso (a ser disponibilizado em breve).

Os demais itens de conectividade não mudaram: assim como o Raspberry Pi 3 Model B, a nova placa traz quatro portas USB 2.0, porta HDMI com tamanho convencional, conector GPIO de 40 pinos (permite que a placa seja conectada a circuitos externos para se comunicar com ou controlar outros dispositivos), além de armazenamento via microSD.

E não, não quebraram a tradição: a exemplo das gerações anteriores, o Raspberry Pi 3 Model B+ está à venda com preço oficial de US$ 35 em lojas como Element 14. A Raspberry Pi Foundation promete manter a produção do dispositivo pelo menos até janeiro de 2023.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados