Depois de quase um ano de espera, o Atari VCS finalmente entrou em pré-venda. Como prometido, a campanha do console no Indiegogo teve início nesta quarta-feira (30). Sim, o projeto vai ser baseado em financiamento coletivo. Os envios só devem começar no segundo semestre de 2019, porém.

A Atari tinha falado em iniciar a pré-venda em dezembro de 2017, mas, por um problema não especificado no desenvolvimento do produto, adiou a campanha em praticamente seis meses. Nesse meio tempo, o console mudou de nome: saiu Ataribox, entrou Atari VCS. A primeira denominação chama mais atenção, mas, aparentemente, a companhia quis evitar possíveis referências ao Xbox.

Claramente, o dispositivo tem um forte apelo nostálgico. A ideia é atrair jogadores que tiveram a oportunidade de experimentar a época de auge da Atari ou que se interessam pelo ecossistema da companhia de alguma forma. De fato, o console trará mais de 100 jogos clássicos, incluindo títulos como Pong, Asteroids, Missile Command, Centipede e Bowling.

Atari VCS - madeira

Mas não é só isso. Michael Arzt, COO da Atari, disse à Forbes que o plano é fazer o dispositivo rodar games (leves) mais atuais, como Minecraft e Terraria, e servir de central de mídia. É quase uma mistura de console com PC: o Atari VCS vai ter como base o Linux e, portanto, poderá executar jogos e aplicativos disponíveis para a plataforma.

“Estamos tentando criar um dispositivo que pode ser o paraíso para desenvolvedores de games independentes e estúdios, bem como para entusiastas que estão criando jogos para sistemas retrô e coisas do tipo”, explica Arzt.

Para dar conta de tudo, o Atari VCS contará com processador AMD e GPU Radeon R7. Os modelos não foram especificados, mas a Atari afirma que a configuração básica suportará resolução 4K, jogos em HDR e 60 frames por segundo.

As demais especificações incluem 4 GB de RAM (DDR4), 32 GB de espaço interno expansível com microSD ou HD externo, quatro portas USB 3.0, porta HDMI, Bluetooth 5.0, Wi-Fi e Gigabit Ethernet. As conexões permitirão que teclado, mouse, webcam, fones de ouvido e outros acessórios sejam ligados ao Atari VCS.

A Atari vai disponibilizar duas versões do equipamento: a primeira e mais comum é a Onyx, que tem a frente preta; a outra é uma edição limitada que traz acabamento de madeira, uma referência aos primeiros modelos do Atari 2600.

O Classic Joystick — uma releitura do antigo controle com alavanca — estará entre os acessórios oficiais, mas, por conta da compatibilidade com jogos mais recentes, a Atari também desenvolveu um joystick mais ergonômico e atual: o Modern Controller.

Classic Joystick

Ambos os controles poderão ser adquiridos separadamente ou junto ao console, dependendo do pacote escolhido no Indiegogo. Por lá, os preços vão de US$ 199 (só o Atari VCS Onyx) a US$ 339 (console da edição limitada com os dois joysticks).

Mas é preciso paciência, pois os envios estão previstos para julho de 2019. Ao menos a campanha já bateu a meta. A Atari estabeleceu como objetivo US$ 100 mil, mas, enquanto eu escrevia este post, a arrecadação já estava em US$ 1,7 milhão.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Relacionados