Como funciona o Retro Achievements?

Conheça mais sobre essa plataforma feita por fãs de retrogaming que visa oferecer conquistas; saiba como funciona o Retro Achievements

Ricardo Syozi
Por

As conquistas (ou troféus) fazem parte da cultura gamer há bastante tempo. Não são todas as plataformas modernas que oferecem, mas essa característica é algo que agrada uma grande parte dos jogadores que buscam desafios extras. Sendo assim, a comunidade retrogamer abraçou a causa e lançou há alguns anos o Retro Achievements, saiba como isso funciona.

como funciona retro achievements
New Adventure Island também faz parte do Retro Achievements (Imagem: Divulgação)

Com mais de 100 desenvolvedores trabalhando na plataforma, o Retro Achievements é uma comunidade sem fins lucrativos que visa criar conquistas diversas para jogos antigos. Assim como ocorre em sistemas modernos, ao alcançar certas condições nos games, um aviso surge e uma pontuação é dada ao jogador.

O Retro Achievements funciona usando emuladores e ROMs. É claro que sugerimos usar apenas aqueles arquivos de backup de jogos que você já possui em uma versão original. Consoles como Sega Master System, Nintendo Game Boy, Super Nintendo, 3DO, entre outros populares e nem tanto, oferecem opções de jogatina com conquistas através da plataforma.

Tudo é criado em conjunto entre jogadores e desenvolvedores, transformando tudo em uma grande comunidade de fãs de retrogaming.

O Retro Achievements funciona bem?

Para começar a juntar pontos e conquistas na plataforma, antes de mais nada é necessário fazer um cadastro no site oficial. Em seguida, a pessoa precisa baixar (na própria comunidade) e usar os emuladores modificados para que os feitos sejam contabilizados. Todos foram desenvolvidos para serem rodados no Windows, então fique atento.

A partir daí, é só curtir os seus jogos, pois o Retro Achievements funciona de maneira simples, sem instalações pesadas ou configurações complexas. Caso fique com dúvidas, a comunidade da plataforma tem inúmeros posts de ajuda para quem precisar.

Assim que o usuário colocar um jogo para rodar, automaticamente estará fazendo parte da brincadeira. Dessa forma, pode ser que uma conquista surja porque você derrotou uma certa quantidade de inimigos ou porque você terminou a fase sem perder nenhuma vida. As conquistas são variadas tanto em estilo quanto em nível de dificuldade. Além disso, novidades estão sempre sendo adicionadas à enorme lista.

Tudo no Retro Achievements funciona bem. Com exceção das conquistas que podem surgir durante a jogatina, não há nada fora do comum em uma jogatina feita por emulador.

Streets of Rage no Retro Achievements (Imagem: Divulgação)
Streets of Rage no Retro Achievements (Imagem: Divulgação)

Vale a jogatina?

Se você é um entusiasta por retrogaming e procura por mais motivos para curtir clássicos como Sonic the Hedgehog 2 de Mega Drive, Super Metroid no SNES ou Road Rash no 3DO, a jogatina oferecida pela plataforma Retro Achievements funciona como um empurrãozinho para revisitar tantos bons títulos.

Até mesmo se você nunca desbravou a biblioteca de sistemas como o Wonder Swan ou o Atari Jaguar, apenas a ideia de juntar feitos e pontos pode ser o suficiente para dar uma chance. Além disso, há um ranking global no qual você pode conferir as pontuações de muitos jogadores ao redor do mundo e se comparar com eles.

Por último, a comunidade criou o Hardcore Mode para quem busca por ainda mais desafios. Com ele, as conquistas surgem normalmente, porém opções como save state são desabilitadas. Assim, a jogatina deve ser feita como se fosse nos consoles originais, sem precisar assoprar o cartucho, claro.

No fim do dia, o Retro Achievements funciona para agradar os fãs e possíveis fãs de jogos antigos que querem um desafio a mais para curtir os games. Se você é um desses, pode ser interessante dar uma chance à comunidade.

Conta pra gente se já conhecia a plataforma!

Com informações: Retro Achievements.

Ricardo Syozi

Repórter

Ricardo Syozi é jornalista apaixonado por tecnologia e especializado em games atuais e retrôs. Já escreveu para veículos como Nintendo World, WarpZone, MSN Jogos, Editora Europa e VGDB. Possui ampla experiência na cobertura de eventos, entrevistas, análises e produção de conteúdos no geral. Entrou para o Tecnoblog em 2021.

Relacionados

Relacionados