Google vai mostrar de onde vêm letras de música após acusação de cópia

Recurso é resposta para a acusação de cópia de letras de sites que não são parceiros do Google

André Fogaça
Por
• Atualizado há 2 anos
Google - escritório

Depois de ser acusado de copiar o conteúdo do site Genius, o Google moveu os pauzinhos e está implementando maior transparência para as letras de músicas que aparecem no resultado das buscas. A mudança, que começou ontem (18), deixa clara a fonte de onde vem a letra que aparece na tela.

Se você não acompanhou este caso, vai um pequeno resumo: o Google foi acusado, no começo desta semana, de exibir letras de canções de outros sites, que não de empresas parceiras, como a LyricFind Inc.

O Genius, que é uma das que reclama, trocou alguns apóstrofos de algumas letras e isso fez o “erro” aparecer no resultado do Knowledge Panel, que exibe conteúdo buscado sem o usuário precisar entrar no site de onde ele veio.

Para evitar problemas maiores, o gigante das buscas resolveu colocar a fonte da letra que é exibida. A origem fica no nome “Source”, que significa fonte em inglês e aparece até mesmo quando a letra não foi expandida no site do Google.

Fonte da letra aparece no resultado da busca

“Para ajudar a esclarecer de onde vem a letra, em breve incluiremos a atribuição ao terceiro que forneceu o texto da letra digital”, diz a empresa em seu comunicado. Além disso, a nota segue dizendo que entrou em contato com as empresas que publicam as letras, para investigar este problema – de exibir uma canção que vem de um site que não é seu parceiro.

Ainda não há data prevista para a fonte aparecer para todos, mas em buscas feitas antes da publicação deste artigo eu encontrei em vários resultados. Ainda em inglês, mas encontrei e pode ser que a solução apareça muito rapidamente para todos.

Com informações: Google.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
André Fogaça

André Fogaça

Ex-autor

André Fogaça é jornalista e escreve sobre tecnologia há mais de uma década. Cobriu grandes eventos nacionais e internacionais neste período, como CES, Computex, MWC e WWDC. Foi autor no Tecnoblog entre 2018 e 2021, e editor do Meio Bit, além de colecionar passagens por outros veículos especializados.

Relacionados