Notícias Gadgets

Canon lança app que transforma câmeras DSLR em webcams

Se você queria uma webcam muito, muito, muito boa, pode usar uma câmera de R$ 38 mil da Canon no seu PC com Windows 10

Paulo Higa
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Em mais um artigo da série “coisas que já deveriam existir há muito tempo”, a Canon lançou na terça-feira (28) uma ferramenta para Windows 10 que transforma câmeras DSLR, mirrorless e compactas em webcams. O EOS Webcam Utility pode ser uma solução para melhorar muito, muito, muito, a qualidade da sua imagem em chamadas de vídeo.

Canon EOS-1DX Mark III

Sério: a Canon diz em comunicado que “à medida que reuniões e encontros virtuais se tornam a nova regra, você não quer ser pego no escuro com uma webcam de baixa qualidade”. De fato, o upgrade pode ser considerável: as câmeras de notebooks não avançam há anos e certamente estão bem longe de uma, ahn, EOS-1D X Mark III full-frame de R$ 38 mil (sem lente).

Felizmente, a ferramenta também funciona com câmeras mais normais, como as da linha PowerShot e as DSLRs da família Rebel. Esta é a lista completa de modelos suportados:

Canon EOS Webcam Utility Beta

Câmeras DSLR Canon EOS:

  • EOS-1D X Mark II
  • EOS-1D X Mark III
  • EOS 5D Mark IV
  • EOS 5DS
  • EOS 5DS R
  • EOS 6D Mark II
  • EOS 7D Mark II
  • EOS 77D
  • EOS 80D
  • EOS 90D
  • EOS Rebel SL2
  • EOS Rebel SL3
  • EOS Rebel T6
  • EOS Rebel T6i
  • EOS Rebel T7
  • EOS Rebel T7i
  • EOS Rebel T100

Câmeras Canon EOS mirrorless:

  • EOS M6 Mark II
  • EOS M50
  • EOS M200
  • EOS R
  • EOS RP

Câmeras Canon PowerShot:

  • PowerShot G5X Mark II
  • PowerShot G7X Mark III
  • PowerShot SX70 HS

Para usar o EOS Webcam Utility, basta acessar o site da Canon e clicar no modelo da sua câmera. Depois de baixar e instalar o utilitário, será necessário conectar a máquina ao computador por meio de um cabo USB. A partir daí, você pode usar sua webcam ultrapoderosa no Zoom, Google Meet, Skype e outros aplicativos de videochamada.

Outra solução, claro, é comprar uma webcam dedicada, mas elas aumentaram de preço devido ao dólar e ao crescimento do trabalho remoto em todo o mundo em meio à quarentena.

Paulo Higa

Editor-executivo

Paulo Higa é jornalista, com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. Trabalha no Tecnoblog desde 2012, viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. É coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.