Início / Notícias / Brasil /

ConecteSUS volta a funcionar após 13 dias, mas há instabilidade

Aplicativo apresenta lentidão para processar login e informações de vacinação; sistemas estavam fora do ar após ataque hacker em 10 de dezembro

Por

O ConecteSUS, plataforma do Ministério da Saúde que emite o Certificado Nacional de Vacinação COVID-19, apresentou sinais de retorno nesta quinta-feira (23), 13 dias após um ataque hacker aos sistemas da pasta. Entretanto, ainda há instabilidade ao tentar acessar a versão web e o aplicativo para smartphones.

Conecte SUS (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)
ConecteSUS (Imagem: Gabrielle Lancellotti/Tecnoblog)

No início da semana, o ministro Marcelo Queiroga havia dado uma previsão de que o ConecteSUS retornaria até a última quarta-feira (22) — esperança que foi alimentada na terça-feira, quando alguns dos sistemas começaram a voltar: foi o caso do e-SUS, que registra informações sobre casos e óbitos em decorrência da COVID-19.

Apesar disso, a plataforma permaneceu offline, com a página web totalmente fora do ar e sem mostrar os registros de vacinação no aplicativo durante todo o dia de ontem.

Nesta quinta-feira (23), o ConecteSUS amanheceu do mesmo jeito: sem funcionar para a maioria dos brasileiros. Entretanto, como relatou o Correio Braziliense, a plataforma chegou a apresentar oscilações e algumas pessoas conseguiram emitir o passaporte da vacina.

ConecteSUS permite visualizar Carteira de Vacinação Digital (Imagem: Reprodução/ConecteSUS)

Agora à noite há sinais mais claros do retorno. Nos testes do Tecnoblog foi possível logar e visualizar as doses de vacina tomadas — tanto na versão web quanto no aplicativo, para mais de um usuário, sem perda de informações.

Além disso, conseguimos obter o certificado de vacinação com QR Code e em PDF. Vale ressaltar, porém, que o sistema ainda está bastante lento para processar o login e mostrar os dados das vacinas.

Relembre o ataque aos sistemas da Saúde

As plataformas do Ministério da Saúde foram atingidas na sexta-feira, 10 de dezembro. Os sites da pasta ficaram fora do ar e os visitantes eram recebidos com uma mensagem um tanto assustadora de que os dados haviam sido copiados e excluídos.

Felizmente, as informações foram recuperadas na semana seguinte, mas a restauração dos serviços não foi tão simples. Durante o final de semana, entre 11 e 12 de dezembro, houve novas tentativas de invasão, e o Ministério da Defesa foi acionado.

E como o brasileiro não tem um dia de paz, criminosos aproveitaram a ocasião para aplicar golpes usando o certificado de vacinação como isca — o alerta veio do próprio Ministério da Saúde, que afirmou não enviar esse tipo de documento por e-mail.

Tecnocast 223 – Os sistemas do governo sob ataque

No Tecnocast 223, falamos sobre a onda de ataques cibernéticos que vem impactando os sistemas de órgãos públicos do nosso país, incluindo o caso desta notícia, envolvendo o Ministério da Saúde. Dá o play para entender onde o poder público está falhando no quesito de segurança digital: