Mesmo com críticas, Diablo Immortal rende US$ 24 milhões em duas semanas

Com mais de 8 milhões de download, o controverso game para celulares já pode ser considerado um verdadeiro sucesso

Ricardo Syozi
Por

Apesar de tantas críticas e promessas de boicote por parte dos jogadores, a Blizzard já pode encarar Diablo Immortal como um estrondoso acerto. O jogo para dispositivos móveis já ultrapassou a marca de US$ 24 milhões com compras internas, além de ter sido baixado cerca de 8,5 milhões de vezes. Tudo isso em apenas duas semanas de seu lançamento. Ou seja, muitos fãs deram uma chance ao título free-to-play.

Diablo Immortal já está disponível (Imagem: Divulgação/Blizzard)
Diablo Immortal já está disponível (Imagem: Divulgação/Blizzard)

Segundo as informações do site GameDev Reports adquiridas através dos analistas da AppMagic, os números apresentados nos primeiros 15 dias são, definitivamente, animadores para os desenvolvedores do game. Os valores são divididos entre U$ 13 milhões da App Store e U$ 11,3 milhões do Google Play.

Também vale destacar que o país que tem a maior taxa de downloads de Diablo Immortal é os Estados Unidos com 26% do total. A Coreia do Sul vem em segundo com 11%, seguida de Brasil e Japão com 8% cada. Vários outros países dividem a porcentagem restante.

Para referência do sucesso imediato do game: Hearthstone, único outro jogo para celulares da Blizzard atualmente, arrecadou US$ 5 milhões no mês de maio. Sendo assim, é indiscutível que uma festa deve estar ocorrendo nos corredores da empresa.

Críticas de pay-to-win continuam em Diablo Immortal

Desde o seu lançamento, o jogo vem recebendo críticas por parte dos jogadores. Porém, o foco não é a jogabilidade ou sua performance, mas sim seu modelo de negócio. Mesmo reconhecendo que games free-to-play têm a tendência a oferecer microtransações, o que muitos enxergam na obra da Blizzard é o velho pay-to-win.

Por exemplo, muitos jogadores e streamers descobriram que a soma financeira para maximizar os status de um personagem chega perto dos US$ 100 mil. Uma quantia exorbitante para dizer o mínimo. Além disso, o sistema de tesouros exige um investimento de tempo e dinheiro absurdo por parte do usuário.

Com isso em mente, é de se compreender que os fãs estejam insatisfeitos com o estilo predatório do jogo, mas não creio que muitos se consideram surpresos com isso.

YouTube video

De qualquer forma, o sucesso inicial de Diablo Immortal representa a força da marca e o acerto da empresa de trazer a franquia para os dispositivos móveis. Você está curtindo o game? Como está sendo a sua experiência até agora? Deixe suas impressões na comunidade do Tecnoblog!