Adobe Firefly 3 chega para deixar Photoshop mais preciso em imagens generativas

Adobe Firefly Image 3 gera imagens mais realistas e detalhadas, e compreende melhor as instruções digitadas pelo usuário

Emerson Alecrim
Por
Imagem gerada com o Firefly Image 3 (imagem: reprodução/Adobe)
Imagem gerada com o Firefly Image 3 (imagem: reprodução/Adobe)

A Adobe anunciou o Firefly Image 3 para tornar o Photoshop ainda mais preciso na criação de imagens via inteligência artificial (IA) generativa. A novidade, que também funciona de modo independente, produz artes mais ricas em detalhes do que a versão anterior usando textos digitados pelo usuário ou imagens de referência.

O nome completo da atualização é Adobe Firefly Image 3 Foundation Model. Além de imagens mais detalhadas, a novidade é capaz de compreender melhor as instruções que o usuário digita (prompts), e pode gerar imagens com qualidade fotorrealista graças a aprimoramentos em parâmetros como iluminação e posicionamento.

Um Photoshop inteligente

No Photoshop, o Adobe Firefly Image 3 foi integrado à função Generate Image que, quando ativada, permite que o usuário digite um texto ou escolha entradas predefinidas para solicitar a geração de imagem. Assim, não é preciso gerar um conteúdo no app do Firefly e, então, exportá-lo para o Photoshop.

A exemplo do que já era possível com o Firefly anterior, a nova versão também permite que o usuário crie uma imagem no Photoshop e, na área de prompt, informe o que deseja que a IA generativa insira no conteúdo. Em uma foto de praia, por exemplo, você pode pedir para o Firefly Image 3 inserir um barco na água ou pessoas nadando.

Principais avanços do Adobe Firefly Image 3

De acordo com a Adobe, o Firefly Image 3 traz:

  • Novos níveis de expressão criativa com recursos de estilização automática, o que amplia as possibilidades de personalização;
  • Avanço no controle criativo com referência de estrutura e referência de estilo, o que diminui a necessidade de o usuário gerar vários prompts até obter o efeito esperado;
  • Novos níveis de qualidade fotográfica, o que confere mais realismo ao conteúdo gerado;
  • Compreensão mais precisa de prompts e de cenas que servem de referência para a criação do conteúdo;
  • Suporte a uma gama maior de estilos para ilustrações e ícones.

Ainda de acordo com a Adobe, todos esses avanços são resultado de um treinamento de seus mecanismos de inteligência artificial feito com conteúdo licenciado, incluindo o acervo do banco de imagens do Adobe Stock. Com isso, as imagens geradas via Firefly não causam infração de direitos autorais, explica a companhia.

Barco em uma praia; imagem gerada no site do Firefly (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)
Barco em uma praia; imagem gerada no site do Firefly (imagem: Emerson Alecrim/Tecnoblog)

Firefly Image 3 independente e gratuito

Ainda em fase beta, o Firefly Image 3 foi desenvolvido para ser integrado às ferramentas da Adobe, com destaque para o Photoshop. Mas é possível usar a ferramenta de modo independente. Basta baixar o app ou acessar o site do Firefly e criar uma conta.

É possível usar o Firefly gratuitamente, mas há planos pagos para quem precisa de mais recursos ou créditos para gerar grandes quantidades de imagens por mês. No Brasil, os planos começam em R$ 23 por mês.

O Firefly deve continuar evoluindo, mas o próximo grande avanço da Adobe na área deve vir da produção de vídeos. A companhia vem pagando por filmagens para treinar a sua tecnologia de IA generativa para vídeos.

Receba mais sobre Adobe Firefly na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados