Diablo e Overwatch podem virar séries animadas de TV

O estilo de animação para Diablo será o anime, semelhante ao de Castlevania

André Fogaça
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
tracer-overwatch

A Blizzard, que faz parte da Activision e é a desenvolvedora de Diablo e Overwatch, está preparando uma série animada das duas franquias que tem em casa. A novidade apareceu na atualização do perfil do LinkedIn do presidente da empresa, Nick van Dyk.

Em sua página na rede social, o executivo diz que foi o responsável por contratar a equipe que está no desenvolvimento da série de Diablo e Overwatch, que já foram vendidas para a Netflix e estão em pré-produção neste momento. Além disso, a descrição de seus afazeres diz que a série animada de Diablo será feita com base em anime, que é o estilo de animação japonesa.

Este estilo de animação já encontrou uma produção que tem alguma semelhança com Diablo e é Castlevania, que também está na Netflix e já conta com duas temporadas disponíveis no Brasil. Vale lembrar que já existe uma série de curtas de Overwatch, todos disponíveis no YouTube e até mesmo com dublagem em português brasileiro.

Não é de hoje que a Blizzard faz bonito em animações. Ela é conhecida pelas cenas chamadas de “cinematics” e que estão em seus jogos desde os primeiros sucessos, como Warcraft, StarCraft e Diablo. Mesmo com um conhecimento profundo em animação, que neste caso foi feita em CG e não em anime, o filme de Warcraft não foi muito bem recebido.

Por outro lado, o restante de seu currículo online mostra que o rapaz esteve presente no momento da venda da Pixar para a Disney, enquanto ele ocupava o cargo de vice presidente sênior na Disney – o que aconteceu entre 2005 e 2014. Com este pequeno detalhe no final deste artigo, dá para dar crédito para Dyk no mundo das animações.

Com informações: Mashable.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
André Fogaça

André Fogaça

Ex-autor

André Fogaça é jornalista e escreve sobre tecnologia há mais de uma década. Cobriu grandes eventos nacionais e internacionais neste período, como CES, Computex, MWC e WWDC. Foi autor no Tecnoblog entre 2018 e 2021, e editor do Meio Bit, além de colecionar passagens por outros veículos especializados.

Canal Exclusivo

Relacionados