Elon Musk defende investimento em bitcoin da Tesla

Após comentários do CEO da Binance, Elon Musk defende compra de bitcoin pela Tesla e afirma não ser investidor

Bruno Ignacio
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Elon Musk (Imagem: Tesla Owners Club Belgium/Flickr)
Elon Musk (Imagem: Tesla Owners Club Belgium/Flickr)

Elon Musk se posicionou em defesa do investimento da Tesla em bitcoin (BTC) nesta sexta-feira (19). Em entrevista à Bloomberg, o CEO da Binance, Changpeng Zhao, afirmou que ficou surpreso com a postura do bilionário diante da dogecoin (DOGE) enquanto ele opta por investir em outra criptomoeda.

Não demorou para Musk respondê-lo no Twitter: “A ação de Tesla não reflete diretamente minha opinião. Ter um pouco de bitcoin, que é simplesmente uma forma menos burra de liquidez do que dinheiro convencional, é suficientemente corajoso para uma empresa na S&P 500″ (Índice do mercado de ações baseado nas maiores empresas da bolsa de valores).

Musk afirma não ser investidor

“Para ser claro, não sou um investidor, sou um engenheiro. Eu nem mesmo tenho ações negociadas publicamente além da Tesla. No entanto, quando a moeda fiduciária tem juros reais negativos, apenas um tolo não procuraria outro lugar. O bitcoin é quase a mesma bobagem de uma moeda fiduciária. A palavra-chave é ‘quase’,” esclarece Musk.

Zhao se refere ao investimento de US$ 1,5 bilhão em bitcoin que a Tesla anunciou no dia 8 de fevereiro. Na época, o ativo disparou e seu preço bateu novos recordes. Além, disso, a empresa de carros elétricos de Elon Musk revelou que passará a aceitar pagamentos na moeda digital.

O endosso do magnata ao bitcoin se tornou nítido, porém ele tem gerado euforia sobre o dogecoin, criptomoeda baseada em um meme, com suas constantes postagens no Twitter. Zhao afirmou ainda que “este é o mundo livre e descentralizado (das moedas digitais)” e que Musk pode gostar do DOGE por qualquer motivo, mas acredita “fortemente” que ele não está associado ao ativo de nenhuma maneira.

Dogecoin ganha cada vez mais espaço

Mesmo se referindo ao dogecoin como “piada”, o CEO da Binance confirmou que há uma alta demanda pela moeda digital. Diante disso, ele anunciou que a exchange vai lançar contratos futuros vinculados ao ativo.

Já Musk disse no início de fevereiro que suas postagens sobre o dogecoin não passariam de brincadeiras. Na mesma ocasião ele também disse que o DOGE é sua criptomoeda favorita e, pela primeira vez, confirmou publicamente seu apoio ao bitcoin. Após a fala, não demorou para a Tesla anunciar seu investimento bilionário na moeda digital.

O curioso é que desde a semana passada o magnata parece ter mudado sua postura sobre o ativo que até então era “piada”. Em 14 de fevereiro, Elon Musk tuitou: “Se os maiores detentores de dogecoin venderem a maior parte de suas moedas, terão meu total apoio”. Ele concluiu que há muita concentração da criptomoeda no mercado. Atualmente, uma única carteira digital concentra 28% de todas as unidades de DOGE em circulação, patrimônio que vale quase US$ 2 bilhões.

Com informações: Bloomberg

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Bruno Ignacio

Bruno Ignacio

Ex-autor

Bruno Ignacio é jornalista formado pela Faculdade Cásper Líbero. Cobre tecnologia desde 2018 e se especializou na cobertura de criptomoedas e blockchain, após fazer um curso no MIT sobre o assunto. Passou pelo jornal japonês The Asahi Shimbun, onde cobriu política, economia e grandes eventos na América Latina. No Tecnoblog, foi autor entre 2021 e 2022. Já escreveu para o Portal do Bitcoin e nas horas vagas está maratonando Star Wars ou jogando Genshin Impact.

Canal Exclusivo

Relacionados