Facebook Messenger sem conta

No mês passado, usuários dos Estados Unidos, Canadá, Peru e Venezuela passaram a contar com a possibilidade de acessar o Facebook Messenger mesmo não tendo conta na rede social. Agora, três semanas depois, a opção foi liberada globalmente. A disponibilização inclui o Brasil, é claro.

O acesso ao modo é fácil. Após instalar o Facebook Messenger em seu smartphone, você verá um link com os dizeres “Não está no Facebook?” na tela inicial. Clique ali e informe o número do seu celular (com DDD). Na sequência, você será instruído a inserir seu nome e uma foto.

Com o cadastro concluído, o Messenger te dará a opção de procurar contatos da sua agenda que também utilizam o serviço. Você também pode registrar contatos manualmente.

A maioria dos recursos está disponível nessa forma de acesso: fotos, vídeos, stickers, chat em grupo, entres outros. O Facebook ressalta, porém, que usuários com conta na rede social continuam contando com mais recursos, como acesso à versão web do Messenger e lista de contatos mais abrangente.

Essa atualização deixa o Messenger ainda mais próximo do WhatsApp em aspectos funcionais. Como ambos os serviços pertencem ao Facebook, fica a pergunta: por que a companhia não prioriza um só?

Aparentemente, a intenção do Facebook é ocupar todos os espaços possíveis. O WhatsApp continua fortemente direcionado ao segmento mobile, já até permitindo chamadas de voz. O Messenger, que caminha para se tornar tão independente quanto possível, tem foco mais amplo: além de chat, o serviço suporta apps de terceiros e, pelo menos nos Estados Unidos, permite envio de dinheiro, por exemplo.

Com informações: The Next Web

Receba mais sobre Facebook Messenger na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados