Spotify ganha 8 milhões de assinantes e aposta em podcasts exclusivos

Com 108 milhões de usuários pagantes, Spotify segue à frente do Apple Music, que tem 60 milhões de assinantes

Paulo Higa
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Spotify Lite

O Spotify divulgou nesta quarta-feira (31) seus resultados financeiros do segundo trimestre de 2019 com bons números de assinantes: o serviço de música ganhou 8 milhões de usuários do Spotify Premium em três meses e passou para 108 milhões de pagantes no mundo, garantindo-se à frente dos 60 milhões do Apple Music.

A empresa ainda não tem lucros consistentes, mas diminuiu o rombo: o prejuízo líquido entre abril e junho foi de € 76 milhões (aproximadamente R$ 320 milhões), contra perdas de € 394 milhões (R$ 1,66 bilhão) no segundo trimestre de 2018. O faturamento chegou a € 1,67 bilhão (R$ 7,03 bilhões), sendo que 90,1% da receita vieram dos usuários Premium e 9,9% dos anúncios da versão gratuita.

De acordo com o Spotify, o resultado foi impactado pelo aumento dos “custos sociais”, que são os impostos associados a salários, benefícios e remunerações baseadas em ações. A empresa, que tem capital aberto na bolsa de valores de Nova York, viu o preço de suas ações subirem, o que também fez as taxas crescerem, principalmente na Suécia, onde fica a sede da companhia.

O plano do Spotify para crescer se baseia principalmente em podcasts — o Tecnocast está lá. “Dezenas de milhões de usuários agora estão ouvindo conteúdo em podcast mensalmente, e mais estão descobrindo novas formas de conteúdo em áudio a cada dia. Nossa audiência em podcasts cresceu mais de 50% por trimestre e quase dobrou desde o começo do ano”, diz a empresa em comunicado aos investidores.

Alguns dos podcasts exclusivos serão fruto de uma parceria com a Higher Ground, produtora de Barack Obama e Michelle Obama. Eles vão “desenvolver, produzir e emprestar suas vozes para podcasts selecionados, conectando-se a ouvintes de todo o mundo em diversos assuntos”.

Considerando o Spotify Free, o serviço fechou o trimestre com 232 milhões de usuários ativos mensais, acima das expectativas da companhia. Até o final do ano, a empresa estima entre 250 e 265 milhões de usuários ativos mensais, entre 120 e 125 milhões de assinantes, e um resultado financeiro entre lucro de € 31 milhões e prejuízo de € 131 milhões.

Receba mais sobre Spotify na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Paulo Higa

Paulo Higa

Ex-editor executivo

Paulo Higa é jornalista com MBA em Gestão pela FGV e uma década de experiência na cobertura de tecnologia. No Tecnoblog, atuou como editor-executivo e head de operações entre 2012 e 2023. Viajou para mais de 10 países para acompanhar eventos da indústria e já publicou 400 reviews de celulares, TVs e computadores. Foi coapresentador do Tecnocast e usa a desculpa de ser maratonista para testar wearables que ainda nem chegaram ao Brasil.

Canal Exclusivo

Relacionados