Windows 11 ficará mais rápido com divisão de recursos do explorer.exe

Sistema operacional possui um gargalo de desempenho por manter alguns recursos ligados ao Explorador de Arquivos

Felipe Freitas
Por
• Atualizado há 4 meses
Windows 11
Windows 11 (Imagem: Guilherme Reis/Tecnoblog)

Em algum momento da sua vida, ao usar Windows, você passou por uma situação bem chata. O Explorador de Arquivos (explorer.exe) travou e você não consegue nem mesmo clicar na barra de tarefas. Felizmente, isso deve estar chegando ao fim no Windows 11.

Esse problema está relacionado ao modo que o sistema operacional foi desenvolvido. Essas integrações foram criadas com o Windows. No ano passado, a separação entre o explorer.exe e a barra de tarefas (taskbar) foi pensada para o Windows 10 — e finalmentepode chegar no Windows 11.

Microsoft trabalhando em uma “solução de problema”

Pelo que foi verificado pelo desenvolvedor “Start Is Back” no Twitter (via Windows Latest), a Microsoft está repetindo os passos de 2021, quando iniciou a separação do explorer.exe e da barra de tarefas.

Na versão de testes para devs do Windows 11, uma das ferramentas encontradas mostra o Immersive Shell, um recurso lançado para o “querido” Windows 8, separado do Explorador de Arquivos.

Como explicado no tweet, ele ainda não roda sozinho as funções da barra de tarefas, mas é um indicativo de que a mudança pode ser lançada no futuro. A versão testada pelo desenvolvedor é a Insider Preview Build 25252, liberada no dia 28 de novembro.

E, além de parar de travar a barra de tarefas por algum problema sem relação com ela, a novidade fará com que os softwares rodem sem depender do Explorador de Arquivos.

Para melhorar, o fim dessa dependência do explorer.exe fará que o sistema operacional rode mais rápido e diminua a chance de travamentos. Se, por exemplo, uma pasta parar de responder, você poderá usar o desktop ou outros aplicativos sem problemas.

A alteração melhora a vida do usuário e também do desenvolvedor, que poderá criar aplicativos mais facilmente. Infelizmente, não há como saber quando a Microsoft realizará essa mudança.

Com informações: Windows Latest

Receba mais sobre Windows 11 na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Felipe Freitas

Felipe Freitas

Repórter

Felipe Freitas é jornalista graduado pela UFSC, interessado em tecnologia e suas aplicações para um mundo melhor. Na cobertura tech desde 2021 e micreiro desde 1998, quando seu pai trouxe um PC para casa pela primeira vez. Passou pelo Adrenaline/Mundo Conectado. Participou da confecção de reviews de smartphones e outros aparelhos.

Canal Exclusivo

Relacionados