Como comprar ou vender jogadores no Fifa 21 [Companion App]

É possível acompanhar o mercado do Ultimate Team fora do console. Veja como comprar e vender jogadores pelo Companion App

Alvaro Teixeira
Por
• Atualizado há 10 meses
Compre e venda jogadores pelo Companion App (Imagem: Divulgação / EA Sports)
Compre e venda jogadores pelo Companion App (Imagem: Divulgação / EA Sports)

Todo jogador de Ultimate Team passa boa parte do tempo acompanhando o mercado de transferências. Analisar a variação de preço daquela carta que você tanto quer e tentar encontrar o melhor valor fazem parte da estratégia para conseguir bons jogadores. E é possível fazer esse trabalho de qualquer lugar através do aplicativo da EA Sports. Confira aqui como comprar e vender jogadores pelo Companion App.

Como comprar e vender jogadores pelo Companion App?

O Companion App, aplicativo da EA Sports para o Ultimate Team permite que você abra pacotes, faça os desafios de montagem de elenco (DME) e principalmente, acompanhe o mercado de transferências de qualquer lugar. Siga os passos abaixo:

Como comprar cartas

  1. Baixe e instale o app, disponível para Android e iOS;
  2. Faça login com sua conta EA Sports;
  3. Na tela inicial, toque em “Transferências”, no menu inferior;
  4. Para procurar jogadores, itens de clube ou qualquer tipo de carta, selecione “Buscar no mercado”;
  5. Escolha no menu superior o tipo de carta que quer comprar: jogadores, comissão técnica, itens de clube ou consumíveis;
  6. No caso de jogadores, preencha as opções para refinar a busca, como: posição, liga, nacionalidade, clube ou digite o nome do jogador;
  7. Na tela seguinte, escolha a melhor opção de compra ou dê um lance pela carta que mais lhe agrada.
Escolha e compre jogadores pelo Companion App (Imagem: Reprodução / FUT Companion App)
Escolha e compre jogadores pelo Companion App (Imagem: Reprodução / FUT Companion App)

Como vender cartas

  1. Na tela inicial, toque em “Clube”, no menu inferior;
  2. Selecione “Jogadores”;
  3. Procure pelo jogador que você deseja colocar à venda e toque na carta;
  4. Selecione “Listar no mercado de transferências”;
  5. Defina preço para o lance mínimo, preço para compra imediata e duração da carta no mercado;
  6. Toque em “Listar para transferência”.
Selecione jogadores e coloque à venda pelo Companion App (Imagem: Reprodução / FUT Companion App)
Selecione jogadores e coloque à venda pelo Companion App (Imagem: Reprodução / FUT Companion App)

Comprar e abrir pacotes da Loja

Você ainda pode comprar e abrir pacotes da loja da EA Sports. Basta tocar em “Loja” no menu inferior e escolher os packs que deseja comprar, caso tenha FIFA points disponíveis ou FUT coins suficientes. Também é possível abrir os pacotes disponíveis e guardar as cartas recebidas.

Fazer os desafios de montagem de elenco

Pelo Companion App você também consegue fazer as DMEs, opção muito usada para conseguir boas cartas e melhorar seu elenco. É só tocar em “Desafio de montagem de elenco” na tela inicial e escolher aquele que deseja iniciar.

Você consegue ajustar o elenco do desafio, trocar cartas, buscar jogadores necessários no mercado e gerenciar os objetivos que precisa concluir de cada DME.

Dica: Web App

Se você não quer usar o aplicativo ou ainda quer mais uma opção para acompanhar o mercado de transferências fora do console, pode acessar o FUT Web App, pelo navegador. O site tem basicamente as mesmas funcionalidades do Companion App, como comprar e vender jogadores, fazer DME ou organizar o elenco.

Opções não faltam e você já pode se tornar um ótimo trader de cartas no mercado de transferências!

Com informações: EA Sports.

Esse conteúdo foi útil?
😄 Sim🙁 Não

Receba mais sobre Fifa (Jogo) na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Alvaro Teixeira

Alvaro Teixeira

Redator

Alvaro é formado em comércio exterior e apaixonado por tecnologia desde 2005, quando cursou matemática aplicada computacional na UFRRJ. É experiente com games, principalmente FIFA, o qual jogou profissionalmente por cinco anos. Tem afinidade com videogames, celulares, além de outros assuntos tech, e escreve no Tecnoblog desde 2020.

Relacionados