TB Responde Jogos

Qual é o melhor Uncharted? Saiba o que esperar de cada jogo

Com jogos em três diferentes gerações, veja qual é o melhor Uncharted em uma lista com todos os jogos da série

André Leonardo
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Uncharted apresentou a primeira aventura de Nathan Drake em 2007 no PlayStation 3. A série vendeu mais de 40 milhões de cópias e se tornou um sucesso de público e crítica. Mesmo não sendo uma franquia muito extensa, ela conta jogos em consoles, portáteis, PC e até celulares. Para ajudar na sua escolha de qual título jogar, confira qual é o melhor Uncharted — se quiser, assista um resumo do post no nosso story.

Imagem Nathan Drake U4
Uncharted 4: A Thief’s End (Imagem: Divulgação/ Playstation)

Para termos uma classificação mais justa, a posição de cada jogo na lista considera as versões originais dos títulos e os recursos disponíveis nas plataformas em que foram lançados.

8. Uncharted: Fortune Hunter 

  • Ano de Lançamento: 2016
  • Plataforma disponível: celulares Android e iOS
Imagem Nathan Drake em Uncharted Fortune Hunter
Uncharted: Fortune Hunter (Imagem: Divulgação/ Playstation)

Uncharted recebeu uma versão para celulares, porém, diferente dos games de ação dos consoles, aqui temos um jogo de quebra-cabeças em que Nathan deve chegar a um determinado ponto de cenários como florestas e catacumbas com um número restrito de movimentos.

Apesar de simples, o joguinho é divertido e costumava liberar algumas recompensas como boosts e roupas para o multiplayer de Uncharted 4.

7. Uncharted: Fight for Fortune

  • Ano de Lançamento: 2012 (PS Vita)
  • Plataforma disponível: PS Vita
Imagem tabuleiro Uncharted Fight for Fortune
Uncharted: Fight for Fortune (Imagem: Reprodução/ Playstation)

Uncharted Fight for Fortune é um jogo de cartas colecionáveis, lançado para o PS Vita em que você monta um baralho para disputar partidas de forma parecida com outros títulos como Magic ou Yu-Gi-Oh. Sendo assim, podemos dizer que temos um “Uncharted do baralho”. Desculpem a piada ruim, mas era impossível ignorar isso. 

Um ponto interessante era conexão com Uncharted Golden Abyss, também disponível para o PS Vita. Conforme você avançasse em Uncharted Golden Abyss era possível liberar cartas e power-ups em Uncharted Fight for Fortune

O jogo é uma experiência curiosa, mas foi tirado da Playstation Store em diversas regiões do mundo após o desligamento dos servidores do modo online em 2019.

6. Uncharted: Golden Abyss

  • Ano de Lançamento: 2011 (PS Vita)
  • Plataforma disponível: PS Vita
Imagem Uncharted Golden Abyss
Uncharted: Golden Abyss (Imagem: Reprodução/ Playstation)

Uncharted Golden Abyss coloca Nathan e Sully na America Latina em busca de uma cidade perdida. 

Apesar de ser um jogo de portátil, ele não fica muito atrás do primeiro título da série no PS3. Os gráficos são bonitos e a performance é boa na maior parte do tempo, exceto por alguns momentos quando a ação fica muito caótica.

O título foi usado para promover o lançamento do PS Vita, por essa razão utilizava muitos recursos do portátil, como a tela sensível ao toque e o touchpad traseiro. O que era divertido do início, mas depois se tornava meio cansativo ficar “alisando” o PS Vita o tempo todo para resolver enigmas. 

Um fato curioso é que Uncharted Golden Abyss é um dos melhores jogos do PS Vita, mas não recebeu ports para nenhuma outra plataforma. Segundo a Naughty Dog, o jogo não acrescentaria muito ao universo da franquia. 

5. Uncharted: Drake’s Fortune

  • Ano de Lançamento: 2007 (PS3)
  • Plataforma disponível: PS3, PS4 e PS5
Imagem Uncharted Drake's Fortune
Uncharted: Drake’s Fortune (Imagem: Divulgação/ Playstation)

O primeiro game da série Uncharted foi um divisor de águas para a Naughty Dog. A empresa já havia feito sucesso com propriedades focadas em um público mais jovem como Crash Bandicoot e a série Jak and Daxter.

Uncharted surgiu em uma época que os jogos de tiro em terceira pessoa usando cobertura estavam em alta, com a série Gears of War sendo a maior referência. Apesar da pesada concorrência, Uncharted usou bem as inspirações pegas de Indiana Jones e Tomb Raider para se destacar.

Para os padrões atuais, a primeira aventura de Nathan Drake pode parecer um pouco datada, devido ao visual mais simples e a fraca inteligência artificial dos companheiros.

Apesar disso, todos os elementos de sucesso da série estão lá: cenas de ação cinematográficas, personagens carismáticos, piadas, mecânicas de tiro com cobertura e trechos em veículos.

Uncharted se tornou um sucesso, sendo uma das franquias que ajudou a mudar a trajetória do PlayStation 3 e colocou a Naughty Dog entre os estúdios mais reconhecidos da indústria.

4. Uncharted 3: Drake’s Deception

  • Ano de Lançamento: 2011 (PS3)
  • Plataforma disponível: PS3, PS4 e PS5
Imagem Uncharted 3
Uncharted 3: Drake’s Deception (Imagem: Divulgação/ Playstation)

Uncharted 3: Drake’s Deception tinha a tarefa de tentar superar a Uncharted 2, um título que melhorou todos os aspectos do primeiro game. 

O maior destaque do game são suas mecânicas. Os tiroteios ficaram mais precisos, os trechos de furtividade foram ligeiramente melhorados, os combates corpo a corpo ganharam mais animações, o visual dos cenários é muito bonito e apesar de lineares passam uma sensação de grandiosidade. 

A Naughty Dog abraçou de vez o clima cinematográfico colocando Nathan fugindo de um naufrágio e lutando em um avião com o compartimento de cargas aberto, enquanto caixas estão caindo. Essa cena foi tão marcante que acabou adaptada para as telonas no filme live action da série, que no Brasil recebeu o curioso título de “Uncharted: Fora do Mapa”.

Como nem tudo é perfeito, o game tem uma trama confusa e não consegue criar vilões marcantes. Contudo, mesmo com esses deslizes, a ação é ótima e o jogo é muito divertido. 

3. Uncharted: The Lost Legacy

  • Ano de Lançamento: 2017 (PS4)
  • Plataforma disponível: PS4, PS5 e PC
Imagem Nadine e Chloe em Lost Legacy
Uncharted: The Lost Legacy (Imagem: Divulgação/ Playstation)

Uncharted: The Lost Legacy é o primeiro título da série sem Nathan Drake. O game seria uma expansão para Uncharted 4, mas acabou ficando grande demais, teve sua data de lançamento adiada, sendo lançado como um título próprio. 

Aqui as protagonistas são Chloe Fraser, ex-interesse amoroso de Drake em Uncharted 2 e Nadine Ross, antagonista casca-grossa de Uncharted 4.

Apesar de a estrutura e o design das fases passarem um senso de progressão parecido com Uncharted 4, o visual das cidades e templos que remetem à cultura indiana garantem certo frescor ao título.

O jogo tem até um capítulo que é quase um mundo aberto, em que Chloe e Nadine usam um mapa e se deslocam de jipe entre vários pontos de interesse.

A dupla de protagonistas tem muito carisma e as personalidades opostas, com Chloe sendo mais relaxada e piadista, enquanto Nadine é mais objetiva e carrancuda rendem momentos muito bons.

Já que Nathan Drake teve sua merecida aposentadoria após Uncharted 4, eu ficaria satisfeito em acompanhar uma série com Chloe e Nadine.

2. Uncharted 2: Among Thieves

  • Ano de Lançamento: 2009 (PS3)
  • Plataforma disponível: PS3, PS4 e PS5
imagem Nathan Drake em U2
Uncharted 2: Among Thieves (Imagem: Divulgação/ Playstation)

Uncharted 2 é uma daquelas sequências que superam o original em tudo. O jogo é maior, mais bonito, tem mais personagens, melhor desenvolvimento narrativo, níveis maiores e com mais possibilidades.

O jogo ganha a sua atenção na primeira sequência com Nathan acordando todo machucado em um vagão de trem pendurado em um penhasco. Uncharted 2 é recheado desses momentos épicos, como a sequência em cima do trem no Nepal, o confronto contra um tanque em vilarejo invadido por mercenários. Tudo é muito bem produzido, equilibrando os elementos de jogabilidade com a direção das cenas de ação.

Os diálogos são bem escritos, há um desenvolvimento da relação entre Nathan e Elena que foge um pouco do óbvio, fazendo com que o jogador se importe com os personagens.

Uncharted 2: Among Thieves ainda apresentou um modo online, divertido em uma época que a Sony precisava de um jogo como esse para alavancar as vendas do PlayStation 3.

1. Uncharted 4: A Thief’s End

  • Ano de Lançamento: 2016 (PS4)
  • Plataforma disponível: PS4, PS5 e PC
Imagem Capa Uncharted 4
Uncharted 4: A Thief’s End (Imagem: Divulgação/ Playstation)

Uncharted 4: A Thief’s End chegou para fechar as aventuras de Nathan Drake e remodelar algumas ideias que não foram bem executadas no título anterior. Desta vez, ao invés colocar um segmento de gameplay meio deslocado com Nathan adolescente como em Uncharted 3, a Naughty Dog trouxe Sam Drake, o irmão desaparecido de Nathan para a barca. 

Para quem acompanha a série é interessante ver como a Naughty Dog procurou desenvolver e amadurecer os personagens durante os jogos. Até Sam aparecer, Nathan havia abandonado a vida de caçador de tesouros e estava casado com Elena, vivendo uma vida tranquila. 

A Naughty Dog aproveitou o poder do PlayStation 4 para criar um jogo maior e mais ambicioso, com áreas de exploração maiores e mais definidas, em que você pode buscar por artefatos. O que faz sentido, afinal, Drake é um caçador de tesouros. Nos jogos anteriores isso funcionava de uma maneira mais linear. 

Os combates possuem muito mais variedade, com a possibilidade de jogar muitos segmentos utilizando mecânicas de furtividade para evitar confrontos ou sair metendo bala em todo mundo. A decisão fica a critério do jogador. 

Diferente de Uncharted 3, temos vilões melhores. Rafe Adler, o típico clichê do playboy ambicioso e Nadine Ross, a mercenária badass que não respeita o chefe e até conseguiu dar algumas surras nos irmãos Drake durante a história. Não é a toa que ela entrou na lista dos Melhores Personagens Negros dos Games.

O game ainda entregou um modo online cooperativo com mapas divertidos e chefões desafiadores, além de um modo competitivo bastante dinâmico, com mapas cheios de verticalidade que possibilitavam diversas estratégias. 

Mesmo que Uncharted 4 não apresente um salto tecnológico tão grande como foi Uncharted 2, ele expande as possibilidades de gameplay da franquia, apresenta uma aventura divertida que envolve tesouros de piratas, amadurece a relação entre os personagens, dá uma aposentadora honrosa para Nathan Drake e encerra um ciclo iniciado em 2007.

E para você, qual é o melhor game da franquia Uncharted?

Esse conteúdo foi útil?

André Leonardo

Analista de Conteúdo

André Leonardo é jornalista e radialista formado pela UCAM, com MBA em Mídias Sociais. Trabalhou por 15 anos no mercado audiovisual em empresas como TV Brasil e TV Globo antes de entrar para o Tecnoblog, em 2020. Apaixonado por games, produziu conteúdo para sites e seu canal no YouTube. Já foi judoca, skatista e atualmente está começando a encarar corridas leves.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque