Início » Celular » Motorola lança Moto Maxx no Brasil: topo de linha com bateria de 3.900 mAh

Motorola lança Moto Maxx no Brasil: topo de linha com bateria de 3.900 mAh

Novo smartphone da Motorola chega ao país com preço sugerido de R$ 2.199

Paulo Higa Por

motorola-moto-maxx-evento

A Motorola confirmou as expectativas e lançou nesta quarta-feira (5) um smartphone topo de linha com bateria de longa duração. Como adiantado pelo Tecnoblog, o aparelho se chama Moto Maxx e compartilha as mesmas características do Droid Turbo, da operadora norte-americana Verizon. Com 64 GB de armazenamento interno e autonomia de 40 horas, ele tem preço sugerido de R$ 2.199.

O Moto Maxx tem um acabamento diferenciado em relação aos demais aparelhos da linha Moto. A versão que será vendida no Brasil, na cor preta, possui acabamento em nylon balístico sobre uma camada de fibra Kevlar, aquele material usado em coletes à prova de bala. O aparelho é protegido por um revestimento repelente à água, evitando que respingos danifiquem o dispositivo.

moto-maxx

O hardware do Moto Maxx é o que esperamos de um topo de linha: ele traz um processador quad-core Snapdragon 805 de 2,7 GHz, RAM de 3 GB, câmera de 21 megapixels com filmagem em 4K, tela de 5,2 polegadas com resolução de 2560×1440 pixels e suporte ao 4G brasileiro. A boa surpresa é que a capacidade de armazenamento é de 64 GB, algo raro de vermos no mercado brasileiro — ainda mais como opção única.

A bateria de 3.900 mAh do Moto Maxx, de acordo com a Motorola, consegue aguentar até 40 horas longe da tomada, o que é bom para um aparelho com uma configuração de hardware desse nível. Na caixa, a empresa inclui o carregador Turbo Motorola, que consegue oferecer mais seis horas de autonomia com uma carga rápida de 15 minutos.

moto-maxx-lancamento-brasil-sergio-buniac

Produzido no Brasil, o preço sugerido do Moto Maxx é de R$ 2.199. Ele estará disponível a partir de hoje à tarde nas lojas brasileiras. Leia nossas primeiras impressões.

A Motorola no Brasil e o negócio com a Lenovo

Durante a coletiva de imprensa, a Motorola reforçou várias vezes que o Brasil é um mercado de extrema importância para a empresa. A vinda do presidente global, Rick Osterloh, para anunciar o produto, é um bom indicativo disso. O Brasil é o segundo país do mundo a receber o aparelho.

Rick Osterloh, presidente global da Motorola Mobility

Rick Osterloh, presidente global da Motorola Mobility

O produto que parece ter mudado a história da Motorola no país é o Moto G de primeira geração. Sergio Buniac, presidente da Motorola Mobility no Brasil, diz que a fatia de mercado da empresa no mercado brasileiro de smartphones, que ficava entre 8% a 10%, hoje chega próximo a 20%.

Em relação à compra pela Lenovo, concluída recentemente, a Motorola anunciou que nada deve mudar. A marca Motorola será mantida nos smartphones, diferente do que aconteceu com a compra da Nokia pela Microsoft, e a empresa continuará contratando funcionários e ampliando suas fábricas.

Moto 360

moto-360-freq-cardiaca

Além de lançar o Moto Maxx, a Motorola anunciou que o smartwatch Moto 360 finalmente está sendo lançado no país. Originalmente previsto para outubro, ele estará disponível a partir de hoje na loja online da Motorola e tem preço sugerido de R$ 799, cem reais a menos que o valor anunciado anteriormente.

As primeiras unidades do Moto 360 serão importadas. A partir do primeiro trimestre de 2015, a fabricação passará a ser nacional. De acordo com a Motorola, o objetivo da empresa é fabricar localmente 100% de seus produtos vendidos no Brasil.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

GILIARD José
Motomaxx ótimo aparelho só peca na atualização
Eddy
The Droid Turbo by Motorola trades elegance for brute force, elevating the Droid brand back into the upper echelon of Android smartphones.
Alex Verly
O meu Moto 360 chegou! Ele é realmente muito bonito, praticamente e a mesma coisa que nas imagens! :)
Alex Verly
Comprei ontem. Agora aguardando para colocar as mãos nele :)
Alex Verly
Comprei ontem assim que ficou disponível. Aguardando agora...
Arthur V.*
Seria "Galaxy Note 4 killer" se fosse o Nexus 6, por causa do tamanho.
Paulo Higa
Não publicamos nada sobre lançamento do Nexus 6 porque ele nem foi homologado aqui. Pelo histórico dos Nexus, provável que chegue só ano que vem.
Thalles Ferreira
Thalles Ferreira • 8 dias atrás Se vier uma câmera boa (não a melhor, apenas boa no nível dos tops do ano passado) já vai ser o melhor de todos. Se tiver um preço tipo 1800 a vista em promoções, já será o melhor de todos. :D CONTINUO QUERENDO SABER DA CÂMERA :p
Infomaster Informatica
Não é fundo preto o problema, é na região dos botões virtuais que fica uma faixa mais clara quando os botões estão ocultos. Atualmente uso o nova e já está transparente.. O ruim é que já manchou....
Kessler
>fundo preto dos botões virtuais Coloca um launcher decente, como o Nova, que o fundo preto desaparece.
Diogo Edwiges
Pago R$ 360!
Alevic Araújo
Já está disponível http://www.lojaoficialmotorola.com.br/moto-360. Infelizmente sem a pulseira de metal.
Infomaster Informatica
É, eu já imaginava... Nem acionei ainda a garantia por isso, acredito que vou ter dor de cabeça por ser somente este detalhe. .. Não tem nem 6 meses... rrss..
Fabio Silva
Se levarmos em consideração a bateria acima da média para os topo de linha, armazenamento acima da média e acabamento de primeira( e com todo estilo, sem usar metal) considero o preço "OK" ( o que não quer dizer que acho barato), pois é o mesmo preço que estamos acostumados com outros topos de linha que não oferecem estes diferenciais. Com relação ao Moto G ter mudado a história da motorola no Brasil, não há dúvidas, dados os números. Contudo, acredito que o "turning point" da motorola no Brasil começou mesmo com a Linha RAZR (MAXX,D1, D3 e i). Acretido que foram estes aparelhos que pavimentaram o caminho que o MOTO G e MOTO X percorrem, pois os mesmos já tinham um excelento custo benefício e uma experiência de Android quase puro.
Magnosama
meio feioso esse novo Moto.
Exibir mais comentários