Início » Antivírus e Segurança » Tudo o que você precisa saber sobre os ataques e vazamentos sofridos pela Sony Pictures

Tudo o que você precisa saber sobre os ataques e vazamentos sofridos pela Sony Pictures

Avatar Por

Atualização: Algumas coisas importantes aconteceram depois da publicação deste artigo. Então, quando concluir a leitura, recomendamos que leia também: Sony se rende a hackers e cancela estreia de filme; EUA devem acusar a Coreia do Norte.

No dia 24 de novembro, a Sony Pictures passou a viver um pesadelo. A gigante da indústria do entretenimento sofreu um ataque hacker que deixou um recado em todos os computadores da empresa com a assinatura “Hacked by #GOP”. A partir de então, instaurou-se um clima tenso e o expediente foi encerrado para a maioria de seus funcionários.

O #GOP que assina a ação é uma sigla para “Guardians of Peace” (Guardiões da Paz). Trata-se de um grupo pouco conhecido, mas forte. Para Joseph Demarest, subdiretor da divisão de crimes virtuais do FBI, o malware que afetou a Sony é tão sofisticado que poderia contaminar 90% dos sistemas de segurança disponíveis atualmente. A única pista divulgada por enquanto é que o ataque teve origem em um hotel tailandês de cinco estrelas.

sony-pictures-hackeado

Até o momento, os hackers compartilharam 1 TB de supostos 100 TB de arquivos apanhados. No meio do conteúdo estão emails polêmicos trocados entre executivos da Sony, endereços e telefones de artistas como Julia Roberts, o número de seguro social do ator Sylvester Stallone, pedidos do diretor Steven Spielberg por doações para partidos políticos, nomes falsos usados por artistas famosos e filmes que ainda não foram lançados.

The Interview, a Coreia do Norte e um 11 de setembro no próximo Natal

Uma mensagem publicada pelos hackers no GitHub solicitou ao estúdio cinematográfico que cancelem a estreia do filme The Interview, alegando que se não o fizerem podem estar rompendo com a paz e iniciando uma guerra. A obra citada é uma comédia em que, por ordem da CIA, dois estadunidenses tentam assassinar o ditador da Coreia do Norte, Kim Jong-un.

A exigência de tirar o filme dos cinemas levantou suspeitas contra o governo norte-coreano, que já possui um histórico público de censuras e ataques à liberdade de expressão. Entretanto, um diplomata nomeado pela Coreia do Norte garante que seu país não tem nenhuma relação com essa história.

Se essa hipótese vir a se confirmar, fica claro que Kim Jong-un não tem o mesmo senso de humor que o seu pai, Kim Jong-il, que também foi “assassinado” no filme norte-americano Team America (2004) sem qualquer ameaça à paz mundial.

The Interview tem estreia anunciada para o dia 25 de dezembro nos Estados Unidos e 29 de janeiro para o Brasil. Confira o trailer da polêmica produção:

Para o Natal, mesmo dia em que The Interview deve ser lançado nos EUA, o grupo hacker promete novos vazamentos. Um comunicado publicado no Pastebin diz que novos arquivos, incluindo emails do presidente da Sony Pictures, virão em maior quantidade e serão muito mais interessantes.

A estreia do filme foi cancelada em Nova York

Na terça-feira (16), o GOP elevou o tom das ameaças. Além de prometer novos vazamentos, o grupo advertiu para que as pessoas evitem assistir a estreia nos cinemas: “Mostraremos que os locais de exibição de The Interview no dia da estreia terão um destino amargo… O mundo estará com medo. Lembrem-se do que aconteceu em 11 de setembro de 2001. Fiquem longe dos cinemas”.

A preocupação das autoridades fez com que a estreia do filme fosse cancelada em Nova York. Além disso, os protagonistas James Franco e Seth Rogen cancelaram suas aparições públicas por tempo indeterminado.

Filmes vazados, filmes que serão lançados até 2017 e o filme do Mario

Entre as consequências do ataque hacker está o vazamento de conteúdos secretos sobre filmes ainda não lançados pela Sony Pictures. Os vídeos estavam salvos em backups para serem enviados a agencias ou outras pessoas. Até o momento, cinco obras foram compartilhadas na internet em alta qualidade:

  • Fury, protagonizado por Brad Pitt; foi baixado mais de 1 milhão de vezes em 3 dias
  • Annie, protagonizado por Cameron Diaz
  • Mr. Turner, com Timothy Spall
  • Still Alice, protagonizado por Julianne Moore
  • To Write Love on Her Arms, com Rupert Friend

Detalhes e especulações sobre outros filmes também foram divulgados. Os planos do produtor Matt Tolmach de abortar o filme do vilão Venom para colocá-lo no Sexteto Sinistro, por exemplo, foram revelados. Da mesma forma, descobrimos que Tom Cruise foi cotado para estrelar a cinebiografia de Steve Jobs. Mas essas questões são apenas detalhes se compararmos com a lista de 20 prováveis filmes que devem ser lançados pela Sony até 2017:

Tá pouco Angry Birds, manda mais

2016

  • Uncharted (baseado no jogo da Sony)
  • Sinister (relacionado ao Sexteto Sinistro, liga de vilões do Homem-Aranha)
  • Ghostbusters
  • Angry Birds
  • Men In Black/Jump Street (mistura entre Homens de Preto e Anjos da Lei)
  • Greyman (adaptação do livro The Gray Man)
  • Winters Knight (adaptação do livro The 5th Wave)
  • Fifth Wave
  • Inferno (adaptação do livro de mesmo nome)
  • Billy Lynn (adaptação do livro Billy Lynn’s Long Halftime Walk)
  • Baby Driver
  • Little Woman (remake)

2017

  • Cleopatra (com Angelina Jolie como provável protagonista)
  • Homem-Aranha
  • Django Zorro
  • Bond
  • Ghostbusters
  • Jump Street
  • Monkeys
  • Girl Team Up

super-mario-world

Outras mensagens divulgadas pelo GOP dão a entender que a Sony está trabalhando em animações do Mario, o famoso personagem dos games da Nintendo. O produtor Avi Arad enviou uma mensagem para Amy Pascal, vice-presidente da Sony, dizendo que estava orgulhoso em ser o pai do filme do Mario. Depois, o produtor enviou fotos dele mesmo com Shigeru Miyamoto, criador do Mario, e com Satoru Iwata, presidente da Nintendo, que estava copiado no email.

Hackers ameaçam funcionários da Sony e seus familiares

Todos os funcionários da Sony Pictures receberam um email assinado pelos Guardiões da Paz, em que são intimados a apoiar a causa contra a Sony para que suas famílias não corram perigo. Confira alguns trechos da mensagem:

Não tenha falsas esperanças, a Sony Pictures vai cair.

“Eliminar a Sony Pictures da face da Terra é algo muito pequeno comparado com o que nossa organização mundial é capaz. E o que fizemos até agora é parte de nosso plano. É errado crer que esta crise vai acabar em pouco tempo. Não tenha falsas esperanças, a Sony Pictures vai cair. E isso é só culpa dela.

Vão acontecer muitas coisas que você nem imagina, em todas as partes do mundo. Nossos agentes atuarão como for necessário e de onde for necessário. Se não quiseres sofrer as consequencias, junte-se à causa contra a falsidade desta empresa assinando este email. Se não o fizer, tanto você quanto sua família estarão em perigo”

No dia 8 de dezembro, a Sony escreveu a todos os seus funcionários alertando que seus dados pessoais estavam comprometidos e ofereceu 12 meses de serviços de proteção de identidade.

As prioridades da Sony no combate à pirataria

Em outro email publicado na internet, podemos ver como a Sony Pictures trabalha com a Motion Picture Association of America (MPAA), a principal associação das empresas de Hollywood, para tentar deter a pirataria de filmes e séries em redes P2P ou por streaming.

O gráfico mostra quais são as prioridades e as ações no combate à pirataria:

A estrategia para combater a pirataria

A facilidade de assistir a filmes direto do navegador faz com que os populares sites de streaming sejam o inimigo número um da MPAA. Para combatê-los, a tática é atacar o que está ao redor (como serviços de pagamentos) e lutar pelo bloqueio.

O BitTorrent não está no topo das prioridades e as táticas para derrubá-lo são mais objetivas, como contatar a empresa de hospedagem e seus anunciantes ou partir para uma ação na justiça.

Hollywood x Google

Em emails analisados pelo The Verge, existem referências a um plano coletivo da MPAA e grandes estúdios como a Universal, Fox, Paramount, Warner Bros e Disney, para financiar um projeto com o objetivo de atacar por vias legais o Goliath.

Goliath é o apelido usado por essas empresas para se referir ao Google, a quem a MPAA considera o maior rival na sua batalha contra a pirataria por exibir links para arquivos ilegais nos resultados de busca.

O projeto parece estar bem adiantado, com um bom fundo financeiro arrecadado e uma série de provas que obrigariam o Google a mudar suas políticas sobre a inclusão de determinados sites nos seus resultados.

Malware usa certificado de segurança da Sony para invadir computadores

sony-certificado-malware

Além de se deixar contaminar e ter seus servidores visitados por hackers, o caso da Sony também repercute em outros golpes virtuais. O time de pesquisas e análises da Kaspersky anunciou o descobrimento de uma variante do malware Destover que está usando o certificado digital da Sony para passar despercebido pelos antivírus.

Naturalmente, vários antivírus confiam nos certificados da Sony e isso faz com que a proliferação desse vírus seja mais rápida. Fazendo sua parte, a Kaspersky alertou diversas empresas de segurança para que adicionem o certificado às suas listas de ameaças.

O drama da Sony só deve aumentar

O Wall Street Journal especula que o ataque pode custar mais de US$ 100 milhões para a empresa. Mas ainda é cedo para apontarmos um valor, porque as informações vazadas ainda não impactaram completamente nas estratégias de produção, marketing e vendas.

O ataque pode custar mais de US$ 100 milhões para a Sony

Também é prematuro avaliar o impacto que o vazamento de mensagens pessoais podem causar no relacionamento com funcionários e parceiros comerciais. Angelina Jolie, chamada de “pirralha mimada minimamente talentosa” por altos executivos da Sony, pode ser uma das artistas a cancelar contratos, processar e nunca mais trabalhar com o estúdio.

Na largada da judicialização dessa história, ex-funcionários da Sony já apresentaram uma denúncia a um tribunal de Los Angeles alegando que a empresa fracassou em garantir e proteger seus sistemas e bancos de dados, o que levou à divulgação de informações confidenciais dos demandantes.

Enquanto as investigações caminham lentamente, o The New York Times noticiou que recebeu uma carta do advogado da Sony exigindo que o jornal pare de divulgar informações contidas nos documentos divulgados.

Até o momento, os esforços da Sony não estão surtindo efeito. Nos oito dias que antecedem o Natal, muita coisa pode acontecer. E até lá, dificilmente a Sony Pictures e o governo norte-americano encontrarão uma ideia genial para conter os vazamentos, já que o caso está se tornando uma questão de segurança pública e a prioridade deve ser a proteção de vidas civis.

Com informações: The Verge, Variety, The New York Times, Business Insider, AFP.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tales Cembraneli Dantas
próximo passo... desbloqueio do PS4 kkkkk
Felipe Cícero
http://motherboard.vice.com/pt_br/read/a-reacao-a-invasao-da-sony-esta-alem-da-esfera-da-estupidez Uma boa análise desse problema associando o terrorismo com os ataques à Sony... Como disse, é loucura imaginar que um grupo de hackers pode cometar atos como o de 11/9 em todas salas de cinema que exibissem o filme...
Aline Lemos
Confesso que peguei filme neste vacilo da Sony hahahahaha! Mas fiquei com medinho de ser vírus, viu... Até instalei o psafe aqui que é de graça para evitar dor de cabeça com isso...
Daniel

Alias, o real motivo por trás dos ataques pode estar relacionado aos sites de torrent (Pirate Bay) e ao MPAA.

Daniel Silva
Alias, o real motivo por trás dos ataques pode estar relacionado aos sites de torrent (Pirate Bay) e ao MPAA.
Daniel

Se a Coréia do Norte está envolvida, ela somente deve ter financiado os ataques.. Os hackers sem dúvida não são coreanos.

Daniel Silva
Se a Coréia do Norte está envolvida, ela somente deve ter financiado os ataques.. Os hackers sem dúvida não são coreanos.
Guilherme
queria saber a relevância da universidade bematech pra estar no mesmo bolo de empresas hackeadas
SR 71 Pássaro Preto

"Angelina Jolie, chamada de “pirralha mimada minimamente talentosa” por altos executivos da Sony". Kkkkkkkkk nessa daí a Sony simplesmente cagou pela boca, kkkkkk!

Anthony Fernando
"Angelina Jolie, chamada de “pirralha mimada minimamente talentosa” por altos executivos da Sony". Kkkkkkkkk nessa daí a Sony simplesmente cagou pela boca, kkkkkk!
Tiago Celestino
Pode ser ou não pode ser. Hoje em dia, existe cyberhackers (existe isso?) que estão atuando por algumas coisas, seja elas intrigante (como essa do Kim) ou questões mais sociais. O grande problema é que a Sony nunca vai aprender a lidar com segurança, sempre vai apanhar e depois correr para os tribunais.
Tiago Celestino
Sony, sendo Sony. Nunca vai aprender a lidar com hackers, crackers e suas variantes.
Renan Oliveira
Segundo a CNN, os Estados Unidos concluíram que a Coreia do Norte é a principal responsável pelo ataque. http://money.cnn.com/2014/12/17/media/the-interview-sony-theater-owners/index.html?hpt=hp_t2
brazlocateli
Treta...
ochateador
Não lembro se foi a CIA ou FBI que recebeu e descobriu sobre os atentados de 11/09 muito antes dos aviões saírem do chão. O que permitiu que o atentado fosse feito com sucesso foi a falta de comunicação entre CIA~FBI~centro de controle aéreo dos EUA.
Exibir mais comentários