Início » Internet » Três semanas depois, quase ninguém se importa mais com o Tidal

Três semanas depois, quase ninguém se importa mais com o Tidal

Paulo Higa Por
4 anos e meio atrás

tidal

Você se lembra do Tidal, serviço de streaming de música de Jay-Z que fez o maior escândalo na internet quando foi anunciado, no final de março? Muita gente não se recorda mais. É o que mostra o ranking de aplicativos do iOS: o Tidal, que ficou perto dos 20 mais baixados nos Estados Unidos na primeira semana, hoje não aparece nem entre os 800 mais populares da App Store.

A informação é do App Annie, que gera um gráfico do ranking dos apps na App Store. No caso do Tidal, a queda é praticamente linear:

tidal-queda

Mas o BGR nota que a situação é ainda pior: ao mesmo tempo em que o Tidal caiu, outros serviços cresceram nos Estados Unidos. Na segunda-feira (20), Pandora e Spotify alcançaram a terceira e quarta posição entre os mais lucrativos no iOS. Foi a primeira vez que dois serviços de streaming chegaram ao top 4 simultaneamente, o que está longe de ser uma tarefa fácil — eles tiveram de ultrapassar o Candy Crush Saga.

Também é curioso notar como os dois concorrentes tiveram um pequeno crescimento no final de março, quando o Tidal e artistas associados começaram a atacar publicamente os baixos valores pagos pelo Spotify. Isso sempre acontece quando há propaganda “negativa” sobre apps. O caso brasileiro mais recente é do Uber, que teve cinco vezes mais downloads quando os taxistas organizaram um grande protesto.

A proposta do Tidal é oferecer um serviço diferenciado de streaming de alta qualidade, fornecendo músicas lossless com bitrate de 1.411 kb/s (no plano mais caro, de US$ 20 por mês), além de pagar mais aos artistas; o acervo do Tidal conta até com Taylor Swift, que retirou todas as suas músicas do Spotify devido aos baixos pagamentos. Também há um plano de US$ 10 por mês, que oferece músicas em qualidade padrão e concorre diretamente com outros serviços de streaming.

Claro que não dá para decretar a morte do Tidal só por esses dados, mas, por enquanto, ele parece mesmo ter sido um grande fracasso.

Mais sobre: