1-Article

O Facebook confirmou os rumores e anunciou nesta quarta-feira (13) o Instant Articles, um serviço que permite aos veículos de comunicação publicarem artigos interativos na rede social. Em vez de direcionar os usuários para o site do jornal, por exemplo, o próprio Facebook poderá hospedar o conteúdo da publicação, tornando o carregamento das páginas mais rápido.

A explicação do Facebook é que o Instant Articles melhorará a experiência do usuário, uma vez que ele não precisará mais tocar num link no feed de notícias e esperar uma página externa ser carregada. Nos dispositivos móveis, qualquer tempo economizado é bem-vindo, porque um artigo num site externo demoraria em média oito segundos para ser baixado, segundo o Facebook.

2-Photo

3-Map

4-Video

Como o nome sugere, o Instant Articles faz os artigos carregarem de maneira instantânea (ou algo próximo disso). Os textos são pré-carregados à medida que você navega pelo feed de notícias, logo, quando você se interessar por uma história, ela já estará praticamente pronta para ser lida.

Esses artigos também são interativos: você poderá visualizar imagens em alta resolução no aplicativo do Facebook e navegar por elas movimentando o smartphone, com a ajuda do acelerômetro. Os textos suportarão ainda mapas interativos, comentários em áudio e vídeos com reprodução automática. O vídeo do Facebook explica bem como a coisa funciona:

Para o lançamento, o Facebook conseguiu fechar parceria com nove grandes veículos: The New York Times, National Geographic, BuzzFeed, NBC News, The Atlantic, The Guardian, BBC News, Spiegel Online e Bild. Inicialmente, os artigos poderão ser lidos apenas no aplicativo do Facebook para iOS, mas a rede social prometeu para breve uma atualização na versão para Android.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Sérgio Camargo
Vai acelerar o fim dos jornalões, que já é inevitável
Thiago Rodrigo
Facebook engolindo tudo, até a própria Internet.
Tiago Celestino
O maior medo é que o Facebook se torne o centralizador das informações e usuários sejam obrigados a ter que usar a rede social para poder consumir essas infos. A ideia é boa, mas mesmo o Facebook dizendo que os "grandes portais" e blogs ñ vão perder audiência, ainda acho estranho lançarem um serviço que ñ traga mais receitas e usuários. Por trás, sempre vai existir a "dominação" pelo o mercado da informação.
Dymas
É como se fossem um Windows da Internet. Tem aplicativos e, agora, uma Web dentro de um site da... Web.
Ademar Abiko Jr.
Com isso as empresas de notícias estão OK, com o Google News, não. Vai entender.
Jedielson Almeida
Data mining chegando a outros níveis
Cortana ✔

O Google não curtiu isso.

Cortana
O Google não curtiu isso.
Rafael Dantas
Olá Dimas, obrigado pela resposta. Isso fecha a equação. Pois não teria motivo para a empresa "mudar para esta plataforma" sem a "necessária amarração financeira". O detalhe é que, com isso, o Facebook dá mais um passo em construir uma internet dentro da internet. Concorda?
Dymas
As empresas poderão vender anúncios dentro do Instant e elas poderão ficar com 100% do lucro. Mas se elas preferirem usar os anúncios do Facebook no lugar, ambos irão dividir o $
Rafael Dantas
Isso tem um problema básico: os portais sobrevivem de visitas, que geram receitas através da visualização dos anúncios. Se a notícia é lida já no Facebook, não gera visualização no site, logo não gera receita para o site, logo o site não deve ser mais resistente em aderir. Como eles vão resolver isto?
marcos_5000
Será que só grandes veículos vão poder utilizar esse serviço? Seria interessante se outros pudessem usar também. ;D
Will

Se todos os veículos de comunicação aderirem, o Facebook vai se dar bem, pois é aí mesmo que ninguém vai sair da rede social.

E uma coisa que eles poderiam mudar é os grupos, fazer algo mais no estilo Orkut, aí eles pegariam também a galera de fóruns pra si.

Weller Santibanez
Se todos os veículos de comunicação aderirem, o Facebook vai se dar bem, pois é aí mesmo que ninguém vai sair da rede social. E uma coisa que eles poderiam mudar é os grupos, fazer algo mais no estilo Orkut, aí eles pegariam também a galera de fóruns pra si.
Christian Hartung
Será que o Tecnoblog vai aderir?
Exibir mais comentários