Início » Celular » Loja da Xiaomi falha no primeiro dia de vendas do Redmi 2 no Brasil

Loja da Xiaomi falha no primeiro dia de vendas do Redmi 2 no Brasil

No horário marcado para as vendas, consumidores não conseguiram finalizar a compra.
Xiaomi informou que sofreu "fluxo muito grande de tráfego".

Por
4 anos atrás

redmi-2-2

A Xiaomi marcou para esta terça-feira (7) o primeiro evento de vendas do Redmi 2 no Brasil. Os interessados em adquirir o smartphone da fabricante chinesa foram instruídos a acessar a loja online da Xiaomi e comprar o produto a partir do meio-dia. O que se viu no horário programado, no entanto, foram falhas de acesso e um botão que não funcionava.

As vendas dos smartphones da Xiaomi ocorrem de maneira peculiar, normalmente concentradas no chamado evento de vendas. Esses eventos ocorrem em datas programadas e exigem que os compradores sejam rápidos para finalizar a compra, antes que o estoque limitado esgote.

xiaomi-evento-redmi-2

O mecanismo diferenciado de vendas também permite que a Xiaomi divulgue números bem impressionantes. O vice-presidente global Hugo Barra chegou a afirmar, em setembro, que 40 mil unidades do Redmi 1s haviam sido vendidas em apenas 4,2 segundos na Índia. Em 2013, 100 mil unidades do topo de linha Mi 3 teriam sido comercializadas em 86 segundos na China.

xiaomi-facebook-recl-red

No Brasil, a forma de vender o Redmi 2 não foi diferente. Mas, aparentemente, os planos da Xiaomi não deram muito certo por aqui. No horário marcado, às 12 horas, o botão de compra foi liberado, mas não executava nenhuma ação ao ser clicado. A página da fabricante no Facebook foi tomada por consumidores irritados informando que não conseguiam comprar o smartphone.

Eu também testei o evento de vendas do Redmi 2. Embora a página informando o preço do aparelho e as instruções do funcionamento do evento abrisse rapidamente, o botão “Participar” não funcionava, seja no Chrome, Firefox ou Safari. Até pelo menos 12h37, não era possível completar a compra.

Às 12h11, a Xiaomi informou em sua página no Facebook que houve um “fluxo muito grande de tráfego“ na loja online, mas que as vendas ainda estavam ocorrendo. Nos comentários da publicação, não havia registros de consumidores que conseguiram concluir a compra com sucesso.

xiaomi-redmi-2-recl

Por volta das 12h50, o botão de participar passou a funcionar para alguns consumidores, direcionando os usuários para o carrinho de compras, onde era possível calcular o frete e prazo de entrega, finalizando a compra em até 60 minutos.

Não é a primeira vez que a Xiaomi enfrenta problemas em seu início de operações no Brasil. No evento de lançamento no Theatro NET, em São Paulo, a empresa teve que lidar com um número de participantes maior do que o teatro era capaz de acomodar. Quem sobrou teve que esperar do lado de fora para um segundo evento, que ocorreu no período da tarde.

Entramos em contato com a Xiaomi para obter esclarecimentos sobre o caso. A empresa não havia se pronunciado até a última atualização deste texto.

Atualizado às 12h56.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários.