Início » Xiaomi
Razão Social Xiaomi Technology Co., Ltd.
Fundação 6 abril, 2010
Yingu Mansion, Pequim, China
Website Oficial mi.com

Xiaomi

A Xiaomi é uma das maiores fabricantes de eletrônicos do mundo, conhecida principalmente por seus smartphones de baixo custo. A empresa foi fundada na China em 2010 por Lei Jun, atual CEO e a 25ª pessoa mais rica do país, segundo a revista Forbes.

O nome da marca vem da combinação “Xiao” (pequeno em mandarim) e Mi (arroz em mandarim). Apesar de nunca ter sido confirmado, rumores sugerem que a escolha do nome deve-se ao objetivo da Xiaomi de estar tão presente na vida das pessoas como o arroz.

A proposta inicial da empresa era bem simples: vender smartphones bons e baratos através da internet, aplicando uma ótima estratégia de marketing nas redes sociais para atrair os consumidores.

Em novembro de 2014, a Xiaomi tornou-se a empresa recém-criada de tecnologia mais valiosa do mundo após ter recebido US$ 4,1 bilhões de financiamento, aumentando sua valorização para mais de US$ 46 bilhões. Em outubro de 2020, a chinesa ultrapassou a Apple no ranking de maiores fabricantes de celulares do mundo, obtendo a terceira posição e ficando atrás apenas de Samsung e Huawei.

O primeiro produto da marca foi lançado em abril de 2010. Tratava-se da primeira versão da MIUI, uma interface personalizada baseada no Android 2.2 Froyo e que até hoje é atualizada.

Quanto ao primeiro smartphone, ele chegou ao mercado em agosto de 2011 como Xiaomi Mi 1. Esse modelo foi o primeiro da China com processador dual-core e preço bem abaixo da concorrência. Desde então, a Xiaomi já lançou outros celulares mais potentes, todos registrando um imenso sucesso.

Além do setor mobile, a Xiaomi também atua em outras áreas da indústria, com produtos para casa inteligente, televisores, smartwatches, impressoras, câmeras de segurança, notebooks e muito mais.

Continue lendo »

Fotos

Xiaomi Mi Band 5 vs Mi Band 6: qual comprar?

às 19h00 por

A Mi Band 6 já foi oficializada pela Xiaomi. Agora, donos de Mi Band 5 começam a se questionar se vale realmente migrar para a geração atual. A quinta versão, lançada em 2020, ganhou tela maior e, enfim, adotou o tão aguardado carregador magnético. Mas a Mi Band 6, que foi apresentada em março de 2021, recebeu um visor ainda maior e trouxe o oxímetro, para medir a saturação de oxigênio no sangue. [Review] Xiaomi Mi Band 5: a queridinha segue reinando

Xiaomi forma equipe para melhorar interface MIUI e ouvir usuários

às 17h23 por

A Xiaomi divulgou, nesta terça-feira (15), a criação de uma equipe chamada de MIUI Pioneer para melhorar a experiência dos usuários com a interface alterada do Android, utilizada pela empresa em todos os aparelhos: a MIUI. O trabalho realizado pela companhia resultará não somente em melhorias para quem está na China, mas também para usuários de outros países. Como mudar a animação de boot e carregamento da MIUI no Xiaomi

Xiaomi abre 20 vagas para expandir área de carros autônomos

às 12h15 por

A Xiaomi está dando novos passos para incrementar o seu novo negócio de carros autônomos. Nesta terça-feira (15), a fabricante chinesa abriu vinte vagas para trabalhar em seu próprio veículo, que ainda não tem data para ser apresentado ao público. As oportunidades estão disponíveis nos escritórios da empresa de Pequim, na China. 3 cuidados ao comprar celular Xiaomi no Brasil

Xiaomi Mi Band 6: conquistando pelo básico

às 19h00 por

É interessante acompanhar como a Mi Band vem sendo aprimorada a cada geração, com novidades significativas. Também é interessante o quanto a Xiaomi tenta manter a estratégia de baixo custo que faz o gadget ser ainda mais popular, tanto é que a Mi Band 6, lançada em março de 2021, já ultrapassou a marca de 3 milhões de unidades comercializadas. A nova geração ganhou um painel AMOLED maior, oxímetro (SpO2), mas ainda não traz GPS nem NFC.

Xiaomi Redmi Note 10 5G e Poco M3 Pro são homologados pela Anatel

às 18h05 por

A Xiaomi tem mais dois modelos de smartphones homologados pela Anatel: o Poco M3 Pro 5G e o Redmi Note 10 5G, que trazem a mesma ficha técnica sob a marca de subsidiárias diferentes. Com a homologação, os celulares já podem ser vendidos no Brasil. A solicitante é a distribuidora oficial da fabricante chinesa, a DL Eletrônicos. Comparativo: Redmi Note 10, 10S ou 10 Pro; qual é a diferença?

Xiaomi: bateria com recarga de 200 W desgasta menos que bateria de iPhones

às 13h03 por

A Xiaomi comentou que sua tecnologia para recarga rápida com até 200 watts no adaptador de tomada é segura, desgastando menos a bateria quando comparado com o mesmo componente de iPhones. A informação compartilhada pela marca chinesa aponta que a ferramenta pode entregar 60% mais ciclos que o celular da marca da maçã. Como ver a saúde da bateria do iPhone USB-C vai receber

Redmi Note 10 passa de um milhão de unidades vendidas em 9 dias, diz Xiaomi

às 20h27 por

A Xiaomi divulgou que a série Redmi Note 10 ultrapassou a marca de um milhão de unidades comercializadas em apenas nove dias, quando são consideradas apenas as vendas locais, na China mesmo. Os smartphones são parte da famosa linha de celulares intermediários, entregando display LCD e algumas opções para processador, com direito até mesmo a refrigeração líquida para o modelo mais robusto. Review Xiaomi Redmi Note 10 Pro: é tudo isso mesmo

Xiaomi Redmi Note 10 Pro: é tudo isso mesmo

às 19h00 por

É fato: a Xiaomi vem obtendo resultados expressivos com a sua família Redmi. Agora, a décima geração da linha mostra o quanto a empresa está disposta a lutar pela categoria de intermédios, entregando avanços significativos aos fãs. O Redmi Note 10 Pro tem tudo o que se espera de um celular de gama média em 2021: tela AMOLED com taxa de atualização de 120 Hz, câmera quádrupla, com a principal de 108 megapixels, bateria de 5.020 mAh e proteção contra água.

Aspirador da Xiaomi que também passa pano é lançado no Brasil

às 10h30 por

A DL Eletrônicos trouxe mais um aspirador de pó da Xiaomi ao Brasil. Anunciado nesta terça-feira (8), o Xiaomi Mi Vaccum Cleaner G10 traz três modos de sucção, passa pano e possui bateria que dura mais de uma hora de limpeza com uma única recarga. O dispositivo já está à venda em nosso país com o preço sugerido de R$ 3.899,99. A vez dos aspiradores robôs no Brasil

Xiaomi Mi 11 com tela de 120 Hz e Snapdragon 888 chega ao Brasil

às 18h00 por

O Xiaomi Mi 11 já está entre nós. Oficializado pela DL Eletrônicos nesta terça-feira (8), o topo de linha da chinesa chega ao Brasil com painel AMOLED, taxa de atualização de 120 Hz, processador Snapdragon 888 e três câmeras, sendo a principal de 108 megapixels. Homologado na Anatel em maio deste ano, o Mi 11 desembarca no país custando R$ 8 mil, mais caro que o Samsung Galaxy S21 e mais barato que o iPhone 12 Pro, para fins de comparação.

Xiaomi Mi Band 6 com tela maior e oxímetro chega ao Brasil

às 18h00 por

Apresentada pela Xiaomi em março, a Mi Band 6 (ou Mi Smart Band 6) acaba de desembarcar oficialmente no Brasil. Mais cara, custando R$ 700, a nova geração da popular pulseira chega às lojas com tela maior de 1,56 polegada, oxímetro (SpO2), 30 modos de treino e oferece mais de 60 mostradores. O gadget vai substituir a Mi Band 5, lançada por aqui em julho do an

Xiaomi comemora 1.000ª Mi Store do mundo com brindes em lojas

às 07h30 por

A Xiaomi anunciou, neste sábado (5), que abriu mais de mil lojas pelo mundo – com exceção da China e da Índia. Para comemorar, a fabricante chinesa vai oferecer brindes aos consumidores que apoiaram a marca durante os cinco anos de existência da rede Mi Store. Os mimos serão distribuídos pela internet e na maioria das unidades físicas. O que é Xiaomi versão global? 3

Carregar mais posts

Outras Empresas