Início » Games » Tudo sobre Pokémon Go: um guia para você ser o melhor treinador

Tudo sobre Pokémon Go: um guia para você ser o melhor treinador

Primeiras impressões, batalhas, ginásios e como achar Pokémon: saiba tudo neste guia

Por
2 anos atrás
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora
pokemon-go-abre

Dois dias após o lançamento, Pokémon Go já pode ser baixado nos Estados Unidos, Austrália e Nova Zelândia. No Brasil, usuários puderam baixar o app para Android, mas logo depois ele parou de funcionar. Segundo a Niantic, desenvolvedora do jogo, outros países receberão Pokémon Go “nós próximos dias”. Há a possibilidade dos servidores terem sido bloqueados para usuários de outras regiões (por isso o jogo fica sem carregar), então teremos que esperar o lançamento oficial.

Por aqui, tentei falsificar a localização do GPS ou usar VPN, mas esses métodos não são recomendados — até porque nenhum deu certo. No Ingress, a Niantic bania pessoas que faziam isso (e você não quer ser banido de Pokémon Go, né?). De qualquer forma, deu para experimentar um pouquinho da mais nova experiência Pokémon — e conto nos próximos parágrafos como foi.

Primeiras impressões

Pelas poucas horas que passei com o jogo, deu para ver que Pokémon Go oferece uma experiência bem imersiva no mundo Pokémon e com certeza vai agradar muitos fãs do jogo original. Você pode escolher o visual do seu treinador, e tem acesso a vários menus para ver o que alcançou até agora.

pokemon-go-pokedex

Um deles é a Pokédex, que mostra os 133 Pokémon do jogo, mas libera para visualização apenas os que você já conhece. Você também pode ver, no menu Pokémon, os monstrinhos que já capturou, assim como seu CP (Poder de Combate, na sigla em inglês), os ataques, e onde você os capturou. Assim como nos jogos originais, é possível dar nome personalizado aos Pokémon.

Como um bom jogo no modelo freemium, dá para comprar itens como pokébolas, incensos, ovos da sorte, upgrades (como da mochila ou de quantos Pokémon você pode carregar) e Pokécoins, que custam de R$ 3,19 (100) a R$ 389 (14.500). Tudo o que você tiver vai para o menu de itens, que já vem com 50 pokébolas e 2 incensos.

pokemon-go-itens

Todas essas ferramentas poderão ser usadas quando você sair para o mundo real e começar a jogar Pokémon Go — ou também dá para jogar do seu quarto mesmo (já capturei um Eevee que não me deixava dormir). Quando você chegar ao nível 5, pode capturar ginásios, onde acontecem as batalhas Pokémon. Também estão presentes nas cidades os PokéStops, que basicamente são paradas para coletar pokébolas, poções e ovos com Pokémon dentro.

Fui tentar dormir mas esse Eevee não deixou. Ainda bem que eu capturei.

Fui tentar dormir mas esse Eevee não deixou. Ainda bem que eu capturei.

Achei interessante que, mesmo para alguém que mora em uma cidade do interior de São Paulo, a oferta de ginásios e PokéStops é bem generosa. O campus da USP daqui é um ginásio, assim como uma praça e um parque nem tão populares. No caso do PokéStops, a escolha tem menos critérios — paredes com graffiti podem ser consideradas um PokéStop, por exemplo. Imagino que essa ampla diversidade pode deixar o jogo mais dinâmico e estimular a disputa por ginásios.

muita coisa do pokémon go lembra o ingress

Mas vale lembrar que Pokémon Go não é muito como os clássicos Pokémon Red ou Blue, e nem é feito para ser. Você não vai sair por aí em uma jornada com ginásios específicos, conquistando certos ginásios de respeitados treinadores Pokémon e depois terminar o jogo em uma liga. O jogo é mais um Ingress disfarçado para fãs de Pokémon — e, sendo sincero, gostei do que vi.

Está claro que muito do jogo original da Niantic foi colocado em Pokémon Go, e provavelmente até a base de dados de locais (que era muito boa) foi compartilhada. Vi muita gente decepcionada com o peso do modelo freemium e a falta de empenho em algumas partes específicas, como batalhas, no jogo. Não testei à fundo, então não dá para dizer ao certo quão difícil vai ser para evoluir seus Pokémon e se você realmente vai ter que gastar dinheiro para ser bom.

Mas, como fã de Pokémon há dez anos, sei que vou gostar do jogo de qualquer forma. Com tanta gente animada e um forte incentivo à coletividade, ou Pokémon Go vai dar muito certo no seu círculo de amizades ou ele vai ficar tão chato que você vai acabar parar de jogando. Espero que, comigo, seja o primeiro.

É meio estranho capturar um Pokémon

O processo funciona de forma semelhante aos desenhos da série. Você está andando (com o app aberto), olha para o mapa e… olha, um Pokémon! Seu celular vai vibrar quando um Pokémon selvagem estiver por perto e basta clicar nele para capturá-lo. Com a câmera ligada, é possível simular o Pokémon logo na sua frente com a realidade aumentada (também é possível desativar a câmera, mas os gráficos ficam bem legais com a RA ativa).

pokemon-go-captura
não é fácil acertar o pokémon

Ao se deparar com o Pokémon, um anel que muda de tamanho em volta dele vai indicar a dificuldade de captura — verde para fácil, amarelo para intermediário e vermelho para difícil. Com essas indicações, você pode saber quando precisa recorrer ao ícone da mochila para pegar uma Great Ball ou outra pokébola mais forte. Quanto menor estiver o anel, mais fácil é capturar o Pokémon.

Para capturá-lo, é necessário acertar o Pokémon com a pokébola — o que é bem difícil. Você deve gastar de cinco a dez pokébolas só para capturar um Pokémon, até se acostumar a mirar direito. Não sei se é a intenção da Niantic ou se esse recurso não foi aprimorado, mas é até frustrante ficar jogando pokébolas para frente e nenhuma acertar o monstrinho que você quer tanto capturar.

Dicas para achar Pokémon

Se você não encontrar nenhum Pokémon por perto, dá para acender um incenso e alguns vão aparecer ao seu redor. Além disso, quando você estiver andando, procure visitar parques e áreas recreacionais — sendo a Niantic, os Pokémon adoram essas áreas. Além disso, eles se adaptam ao clima das regiões. Se você estiver em um lugar que tem um rio, um lago ou até mesmo o mar por perto, vai conseguir achar mais Pokémon aquáticos, como o Magikarp ou Seadra, por exemplo.

pokemon-go-info

Para que servem os ovos?

Para originar novos Pokémons, Stardust e doces. Eles podem ser encontrados em PokéStops e devem ser colocados no incubador para serem chocados. Como esperado, você precisa andar uma certa distância para chocar os ovos (cinco ou dez quilômetros, por exemplo). Quanto maior a distância, mais raro o Pokémon que vai aparecer. Se você quiser chocar mais de um ovo ao mesmo tempo, precisa comprar mais incubadores. Mas atenção: o aplicativo precisa estar aberto, pois os ovos não chocam em segundo plano.

Pokemon-go-evolution

Não confundir esses ovos com os ovos da sorte (Lucky Eggs). Os Lucky Eggs podem ser comprados nas lojas e servem para dobrar a quantidade de XP que você recebe por um período de tempo.

Como evoluir meu Pokémon?

Em Pokémon Go, os doces (semelhantes aos Rare Candies dos jogos originais) funcionam para evoluir o Pokémon, junto com a Stardust, mas servem apenas para um Pokémon ou família específica — então se você tem o Bulbassauro, pode usar o doce dele para evoluir um Bulbassauro, Ivyssauro, or Venussauro, por exemplo. Já o Stardust também é necessário para evoluir o Pokémon, mas é universal — a quantidade de Stardust que você tem vale para todos os Pokémon.

Ginásios e batalhas

Até agora, o único jeito de entrar em uma batalha é por meio dos ginásios — seja batalhando um Pokémon da equipe oposta para conseguir o ginásio para o seu time ou treinando com um ginásio amigo. Quando você chega no nível 5, precisa escolher entre três equipes: Instinct, de cor amarela e mascote legendário Zapdos; Mystic, de cor azul e mascote legendário Articuno; e Valor, de cor vermelha e mascote legendário Moltres. A minha vai ser azul!

pokemon-go-gym

Depois, essas três equipes, que abrangem todos os usuários do jogo, deverão batalhar pelos ginásios. Para pegar um ginásio, é só andar até ele e escolher um Pokémon que vai ficar como guarda do ginásio e fora da sua coleção até ele ser derrotado. Sob controle de um time específico, o ginásio ganha prestígio e este deve ser reduzido para ser capturado por outra equipe. Quanto mais prestígio, mais Pokémon o time pode deixar no ginásio, com um máximo de dez — logicamente, quanto maior o número de Pokémon, mais difícil vai ser o time adversário conquistar o ginásio do outro.

Se você se sentir confiante o suficiente para tomar um ginásio, basta clicar no ícone e escolher até seis Pokémon para entrar na batalha. Quando estiver lá, pode tocar no seu Pokémon para fazer um ataque rápido; desviar de ataques deslizando o dedo para a esquerda ou direita; ou até fazer um ataque especial, quando a barra do especial estiver cheia. Se o seu Pokémon morrer, deve ser revivido com uma poção, disponível no menu de itens.

Pokémon Go roda em dispositivos com iOS 8 e Android 4.4 ou superiores. Ele não é compatível com processadores Intel, como os utilizados em alguns Zenfones. O jogo ainda não está disponível oficialmente no Brasil, mas fique ligado aqui no Tecnoblog para saber quando você poderá ser um treinador Pokémon!