Tecnoblog

Google renomeia Google Cast, que era Chromecast, para Chromecast, que não é igual Google Home

O Google está renomeando o Google Cast, tecnologia que permite transmitir conteúdo do smartphone para a TV, para Chromecast. Este é o mesmo nome do pequeno gadget do Google que pode ser conectado a uma porta HDMI — e que sempre se chamou Chromecast. Por sua vez, o aplicativo para controlar tudo isso, que anteriormente se chamava Chromecast e Google Cast, continua sendo Google Home.

Eu sei. Vamos por partes.

Segundo o Android Police, alguns modelos de TVs vieram com a tecnologia de casting do Google integrada: você pode ouvir músicas do Spotify e assistir às séries da Netflix na televisão sem precisar comprar um Chromecast. No início, elas eram conhecidas simplesmente como “TVs com Chromecast integrado”. Depois, isso mudou para “TVs com Google Cast”, para diferenciar as marcas. Na terça-feira (22), a empresa voltou atrás, então podemos dizer que uma TV (ou alto-falante) tem Chromecast integrado.

A decisão não afeta o dispositivo do Google, vendido separadamente, que se conecta a uma porta HDMI ou entrada de 3,5 mm — eles continuam se chamando Chromecast, Chromecast Ultra ou Chromecast Audio. Um firmware recente dos Chromecasts removeu as referências ao nome “Chrome”, mas, oficialmente, os nomes continuam os mesmos.

Este é o Google Home, que também pode ser o nome do aplicativo que controla o Chromecast

Já o aplicativo que permite integrar seu smartphone ou tablet com o Chromecast, ou com uma TV com Chromecast integrado, se chama Google Home desde o final de outubro. Este é o terceiro nome do mesmo aplicativo: ele se chamava simplesmente Chromecast, depois foi renomeado para Google Cast, para então chegar ao nome atual.

A mudança do nome do aplicativo do Google Home foi feita para abranger todos os gadgets conectados da empresa: além do Chromecast, o Google está vendendo uma caixa de som com assistente pessoal integrado. Curiosamente, ela também se chama Google Home.

Glossário

Em resumo, neste exato momento:

Ficou claro?