Início » Mobile Negócios » Semp Toshiba, agora Semp TCL, vai entrar no mercado de smartphones

Semp Toshiba, agora Semp TCL, vai entrar no mercado de smartphones

Por
10/08/2017 às 12h17
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

A Semp Toshiba, conhecida pelo clássico slogan “os nossos japoneses são melhores que os japoneses dos outros”, não existe mais. Desde o ano passado, a brasileira Semp firmou parceria com a chinesa TCL — e elas vão lançar smartphones por aqui. Será que dá certo?

O presidente da Semp TCL, Ricardo Freitas, diz à IstoÉ Dinheiro que a empresa vai produzir smartphones em uma nova fábrica em Manaus. Os aparelhos que chegarão ao Brasil não foram revelados, mas serão lançados até o fim de 2018.

Isso é uma resposta ao declínio do mercado de TVs, produto pela qual a Semp Toshiba era mais conhecida. Mas será que há espaço para outra marca de smartphone no Brasil, em uma área bastante dominada por Samsung, Motorola e LG?

Smartphone da TCL lançado na China.

Em março de 2016, a Semp encerrou sua parceria de 40 anos com a Toshiba. A japonesa entrou em reestruturação após um escândalo contábil, e começou a se afastar do mercado de TVs. Sua divisão de televisores não para de dar prejuízo, e está à venda.

A Semp continua licenciando a marca Toshiba para algumas TVs e produtos de áudio, mas tem outra parceira. Em julho de 2016, ela firmou um acordo com a TCL, terceira maior fabricante de televisores no mundo, atrás apenas da Samsung e LG.

A TCL também atua em outros setores. Ela fabrica os smartphones da BlackBerry, detém a marca Palm (apesar de não usá-la) e usa a marca Alcatel. Com o acordo entre Semp e TCL, o destino dos smartphones Alcatel no Brasil — que são produzidos em outra fábrica em Manaus — ainda está incerto.

A Semp fabrica televisores, notebooks e tablets em Manaus; e atua no segmento de eletroportáteis, importando fornos elétricos, cafeteiras, ferros de passar, entre outros. Ela também planeja vender condicionadores de ar, assim como a TCL; segundo a IstoÉ Dinheiro, a decisão ainda não foi tomada.

Com informações: IstoÉ Dinheiro.

Mais sobre: , ,
  • evefavretto

    Se forem designs da Alcatel/TCL com nome Semp, vá lá, por que até são aparelhos OK.
    E eu duvido que a TCL vá tirar a marca Alcatel daqui, se não me engano vende razoavelmente bem e tem um reconhecimento OK.

    • Também não acredito que vão tirar a marca Alcatel do Brasil. Mas, acho, que vão passar a produzir nas fábricas da Semp.

      • evefavretto

        Faz sentido. Mas não sei o escopo do acordo delas pra saber se a TCL tem independência pra vender/fabricar as marcas dela aqui ou se tem que passar pela Semp.

        Aliás, quem fabrica os Alcatel daqui hoje?

        • A TCL/Alcatel tem fábrica própria no Brasil, com fábrica secundária em Huizhou.

      • evefavretto

        E falando em TCL, será que demora muito pro KeyOne vir? Na Anatel a gente sabe que passou.

        Já pensou, KeyOne fabricado by Semp 😛

  • Aff, prefiro importar um [insira aqui uma marca chinesa barata] que vem com 500Tb de memória ram e 6546513 Gigas de armazenamento custando apenas R$ 500,00.

    • e com bateria de 78276452 miliamperes

    • LuizF

      Baidu feat MC Brinquedo:

      Aff, prefiro importar um Orro que vem com 500Tb de memória ram e 6546513 Gigas de armazenamento custando apenas R$ 500,00.

      • Fabricado na China, por crianças gordinhas e capitalistas enquanto comiam seus sanduíches com refrigerantes.

  • Arthur V.*

    O curioso é que, enquanto nos tempos de Semp Toshiba, faziam o marketing de todas as marcas (Semp, Toshiba e STI) como “Semp Toshiba”, hoje, na Semp TCL, fazem o marketing de suas marcas (Semp, TCL e Toshiba) individualmente.

  • Willguevara

    Se for mesmo fazer celular com a marca SempTCL, quase certo que vai focar nos intermediários e deixar os de entrada para a Alcatel que já tem boa fama nesse segmento no país.

    Não consigo ver um novo player no mercado mirando logo de cara os topo de linha, quase certo que vai focar inicialmente em volume para ganhar nome.

  • Será que vai ter garantia de 50 meses de atualizações de Android?

    • Amoeba

      Se tiver garantia de uma semana de atualizações já será um sucesso.

    • Trovalds

      HUAHHAUAHAHAUAHHA!

  • Rookie naz

    nem me empolgo já sei que vira com um mediatek antigo e 16gb interno.

    • Amoeba

      8Gb interno, mais um cartão com 16Gb, no mínimo.
      Na divulgação, dirão que tem 24Gb de armazenamento interno (sendo 4Gb ocupados pelo sistema, ou seja, 20Gb “totais”)… Acho que já vi isso antes… Não, pera!

  • Ricardo – Vaz Lobo

    Nossos chineses são menos xinguilingues que os outros, patrocinamos árbitros de futebol e botamos um botão de acesso direto ao Globoplay nos controles das TVs.

    Vai dar certo sim.

  • Alisson Silva

    Eu cresci vendo a mesma TV de tubo Semp em casa, nunca deu nenhuma espécie de problema, somente em 2007 que meu pai comprou uma LCD, de outra marca, que durou 3 anos. Isso deve ter influenciado minha percepção sobre os produtos da marca, pois eu considero a Semp uma boa marca no quesito qualidade.

  • Luciano

    Não era essa marca que vendia TVs de tubos de mais de 40″ e enviava um controle remoto bem vagabundo, o mesmo que vinha nas TVs de 14″?

  • Deilan Nunes

    ia morrer sem saber que semp era uma empresa separada da Toshiba…

  • woah Woah WOAH

    Eu tenho dúvidas que vingue com esse nome. Eu mesmo estranharia de ter um celular ‘TCL’ (Tá Com Lombriga).

    • Tales Cembraneli Dantas

      Eu acho que eles deviam aproveitar o nome Palm e fazer um bom marketing sobre isso, talvez consigam alguma coisa

      • woah Woah WOAH

        Verdade.

  • O “BURRO” !!!

    A Semp já lançou celulares com a marca STI no passado.

  • Constâncio Henrique

    Gosto dos smartphones da Alcatel, já tive dois, para uso básico são ótimos, mas como a marca Semp no Brasil é mais forte pode ser negócio deixar a marca Alcatel de lado e investir na tradição do nome Semp.

  • Só acho burrice se decidirem encerrar operações da Alcatel no Brasil para deixar esse possível fracasso da Semp TCL iniciar. O melhor a se fazer é deixar a Alcatel operante, e que a Semp se encoste nela para caminhar só futuramente.