Início » Computador » Razer anuncia mouse sem fio que recarrega via mousepad

Razer anuncia mouse sem fio que recarrega via mousepad

Por
10/01/2018 às 16h46
Já conhece a nova extensão do Tecnoblog? Baixe Agora

Mouse sem fio é uma maravilha, exceto quando você precisa trocar a pilha e percebe que não tem nenhuma por perto. Para evitar que isso aconteça durante a jogatina, a Razer anunciou na CES 2018 o Mamba HyperFlux, mouse wireless que dispensa pilhas ou baterias convencionais. O dispositivo é recarregado pelo mousepad Firefly HyperFlux.

Razer HyperFlux

É quase como se o mouse tivesse bateria “infinita”, pois a recarga é feita por uma tecnologia de indução proprietária também batizada como HyperFlux. Com isso, basta manter o mouse o tempo todo sobre o mousepad. O Firefly HyperFlux gera um campo magnético que alimenta constantemente o dispositivo.

Por dispensar baterias convencionais, o Mamba HyperFlux acaba sendo mais leve que os mouses sem fio atuais: ele pesa apenas 96 gramas. Esse detalhe deve trazer um pouco mais de conforto ao usuário. De acordo com o Tom’s Guide, o dispositivo mantém uma carga mínima que evita seu desligamento repentino se você tirá-lo do mousepad por alguns instantes.

Razer HyperFlux

É necessário ligar o Firefly HyperFlux à uma fonte de energia, é claro. Mas, se por algum motivo não for possível usá-lo, você tem a opção de conectar o mouse ao computador via cabo — a embalagem do produto traz uma unidade de 2,1 metros.

A proposta não é nova. Logitech e Corsair estão entre as marcas que já apresentaram mousepads que recarregam o mouse durante o uso. Porém, a preocupação com os detalhes dá a impressão de que a Razer levou a ideia mais a fundo.

Razer HyperFlux

Além de cuidar da alimentação elétrica, o mousepad traz duas superfícies. Uma, mais rígida, é apropriada para jogos que exigem movimentos rápidos, como Dota 2. A outra, de tecido, é mais indicada para games de precisão, como Overwatch.

O Mamba HyperFlux não fica para trás nas especificações: o mouse tem sensor óptico de 16.000 dpi e nove botões programáveis, por exemplo.

Só não ia ser barato, né? Nos Estados Unidos, o kit com o Mamba HyperFlux e o Firefly HyperFlux será vendido a partir de março com preço sugerido de US$ 249.

  • Mr. Beauregard

    Não faz o menor sentido um mousepad com fio.

    • Helmut

      Verdade, esse fio deve atrapalhar demais a movimentação do mouse pad.

      • Mr. Beauregard

        Verdade, porque movimentação é o único fator pra se fazer algo que não tenha fios, tipo teclados.

        • Helmut

          Depende da cor do teclado.

      • Marsupial radical

        Ri demais, obrigado!

  • Programador Front-End

    Aguardando a versão acessível: Muamba HyperFlux

    • Foi o que li. Re-li. E o tempo todo, enquanto lia, imaginei a versão chinesa vendida no HueBR batizada de… Muamba! HAHAHA

  • Tenente Figueiredo

    Tudo isso só pra recarregar?
    Prefiro deixar um kit de pilhas ao lado do mouse sem fio tradicional.

  • Tenente Figueiredo

    A razer só tá lançando cosia ruim e inútil esses dias.

  • Trovalds

    US$ 249 por um produto que mal vai durar 1 ano. A “qualidade” da Razer é indiscutível, se passar de 1 ano é erro de projeto.

  • Renan Alves

    se for possível carregar o mousepad e depois poder retirar o fio é uma boa ideia, ao contrario não vale a pena

  • Não é como se a bateria do mouse durasse uns 9 meses tranquilo… Outra brilhante ideia: guarda uma pilha na gaveta.

  • leoleonardo85

    Porque pessoal acha que todo mundo gosta de arco iris na hora de usar PC?

    É luz atrás do monitor, dentro da CPU, no teclado, no mouse, no mouse pad, na caixa de som, no headset, no controle.

    Eu gosto só da luz na tela e um teclado retroiluminado pra digitar de boa no escuro, de resto, quanto menos luzes melhor.

    • Anderson

      Verdade não basta ter uma linha com led, todas as linhas são com led e super efeitos de transição de cor, é um carnaval.

  • A Wacom tem isso a anos…

  • Arley Martins

    249 nisso?!??? Não mesmo 👎🏻.

  • Anderson

    Tira o fio de um e passa para o outro.

  • Vitodroid

    ainda acho o par de pilhas mais interessante, tanto em mouses quanto em controles, ainda mais se for o caso do g603, que tem sensor exclusivo da logitech e dura muito mais que outros mouses do gênero, assim você não fica refém do mousepad e pode usar o mouse em qualquer lugar sem nenhum tipo de fio, de qualquer forma existe o g903, que tem carregamento por indução e também a bateria, uma pena o mousepad dele ser tão pequeno, os mousepads da razer e corsair são mais avantajados.

  • Diogo Afonço

    bora pra seguinte situaçao (muito comum cmg) “-opa vou ver um filme, deixa eu deitar na cama, jogar a imagem do pc na tv e pegar o mouse, ops precisa do mouse pad “, pra mim nao serve, poderia ter uma bateria pequena pra isso