Início » Computador » Smart Compose chega ao Gmail em português

Smart Compose chega ao Gmail em português

Neste primeiro momento, apenas usuários no computador receberão a ferramenta

André Fogaça Por

O Google começou a liberar o Smart Compose em quatro novos idiomas a partir de hoje (9), sendo que um deles é o português. Com ajuda de inteligência artificial, o recurso auxilia o usuário na hora de escrever um e-mail, propondo palavras que encaixam bem com o assunto que está sendo escrito.

O Smart Compose foi anunciado durante o Google Cloud Next deste ano, que aconteceu em julho no estado americano da Califórnia, como uma forma de acelerar a digitação de um e-mail com o uso de inteligência artificial – a mesma que já está presente em vários produtos do gigante das buscas, como o Fotos e o Maps. A ferramenta sugere expressões e palavras que encaixam com a frase enquanto o usuário digita o começo dela.

As sugestões aparecem em cor cinza claro e o usuário precisa pressionar a tecla TAB para aceitá-las. A inteligência artificial é utilizada para analisar as palavras e melhorar as propostas, deixando os pitacos mais genéricos de lado para palpites mais coerentes. Ela leva em conta conversas anteriores com o mesmo destinatário e o contexto do papo, para elaborar o restante da conversa que ainda não está escrita.

O Smart Compose em português chegará para todos os usuários do Gmail nos próximos meses e, por enquanto, não estará disponível para a versão do cliente de e-mail do Google que roda em smartphones Android e iOS. Além do nosso idioma, outros três também chegarão para todos e são espanhol, francês e italiano.

Usuários do G Suite, que é o pacote de apps do Google para empresas, também receberão a novidade e ela estará presente dentro do Docs e também do Drive.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Fagner Lopes

acho isso estranho, parece que força as pessoas pensarem menos e desaprender a digitar...rsrsr

Luciano

Exato! E sinceramente, não me importo que o Google tenha acesso aos meus dados. O recurso parece ser muito bom e eu usarei com certeza.
Quem não quiser expor seus dados é simples. Só não usar.

Paçaro

É aquela velha história. Não existe almoço grátis.

Luciano

Na realidade não me importo com os anúncios. Para mim é indiferente se ele vai ser relevante ou não.
Apenas falei que é provável que usem isso para a exibição de anúncios.

Mania do pessoal presumir coisas que não foram escritas...

raphaela1

Vc prefere receber um anúncio totalmente sem noção, ou algo que possa te interessar?

Luciano

Acho o recurso muito interessante. Sempre senti falta de algo assim (que agilize a digitação) no desktop.
Mas com certeza a análise da IA será usada, em algum momento, para melhorar a "experiência" com anúncios, mesmo que eles neguem isso.

Alexandre Salau

Mas isso nunca foi escondido, está nos termos de uso.

Matheus Alexandre

Bom...

De todas as formas eles têm acesso ao conteúdo das mensagens. Agora terão uma justificativa apenas.

DeadPull

Ah, google, sua safadeeenha. Agora você não faz nem questão de esconder que sabe até o que a gente digita nos e-mails.

Uberdam Andrade

Hum... Interessante. Resta saber como a IA analisa a conversa: envia para os servidores da Google?