Início » Celular » O Kindle Paperwhite está mais leve, fino e é à prova d’água

O Kindle Paperwhite está mais leve, fino e é à prova d’água

Nova versão do Paperwhite pode ser utilizado até dentro da água doce da piscina

André Fogaça Por

A Amazon anunciou uma nova geração para o Kindle Paperwhite, trazendo recursos de modelos mais caros para o leitor. Em sua nova versão, o gadget consegue ser mais leve, mais fino, tem iluminação de tela melhor e pode ser utilizado até mesmo do lado da piscina, sem medo de qualquer gota ou até mesmo de um mergulho acidental na água doce.

IPX8 veio do Kindle Oasis (mais caro)

O principal novo recurso deste modelo é a capacidade de poder sobreviver em mergulhos acidentais, ou se você é daqueles que quer ler enquanto está prendendo a respiração na piscina. A proteção contra água começou na segunda geração do Kindle Oasis e chega agora ao Paperwhite, com capacidade de resistir até um metro de meio de profundidade.

Além disso, outro aspecto que vem de outros produtos é a parte frontal, que agora é uma peça única de vidro – sem o degrau separando o plástico das bordas da área sensível ao toque do display.

Falando nela, a tela também recebeu melhorias na iluminação dos LEDs, enquanto que a capacidade de armazenamento dobrou e foi para 8GB, existe até opção para 32GB.

O espaço generoso pode ser explicado com outro novo recurso, que é a reprodução de audiolivros quando o Paperwhite está conectado com um fone de ouvido ou caixa de som sem fios.

O que não muda é o tamanho de tela, que está em seis polegadas e a resolução com densidade de 300ppi. A Amazon continua não colocando botões físicos para virar as páginas dos livros, os LEDs não utilizam um sensor de luminosidade para ativação automática e a porta USB ainda não é USB-C.

Só pro ano que vem no Brasil

O lançamento do novo Kindle Paperwhite está marcado para o dia 7 de novembro nos Estados Unidos, com valores que vão de US$ 129,99 (aproximadamente R$ 480) para o modelo de 8GB e Wi-Fi, indo para US$ 159,99 (mais ou menos R$ 591) para 32GB de espaço interno e US$ 249,99 (quase R$ 924) para adicionar conexão 3G nesta última versão.

As versões de 8GB e 32GB serão lançadas no Brasil a partir do primeiro trimestre de 2019, mas ainda sem previsão de preço definido.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

martinapschko

dandrix8391 but

elvishodovic

gaiocruz 3+

Tiago Albuquerque

Terá 5, um a mais.

Adriano Garcez

Concordo plenamente. A única razão que me faria trocar o PW seria uma tela maior. Deveriam fazer como as fabricantes de celular e ter versões XL do PW, com 7" ou até 8", para assim ficar igual ao tamanho dos livros. Mas uma coisa que já ajudaria seria ter margens na tela ainda menores, e isso seria resolvido facilmente por software.

Adriano Garcez

Pensei muito sobre isso na época que comprei o PW e ainda bem que guardei uma graninha a mais para comprá-lo, porque já testei com o LED desligado e o contraste é muito baixo - o fundo é muito escuro se comparado com papel.

Adriano Garcez

Estou na mesma situação. Comprei há 4 meses por um descontão na Kabum e não vejo razão para trocar tão cedo. O único motivo que me faria trocar seria uma tela maior, o que, pelo visto, não vai ocorrer tão cedo - o Oasis tem 7", mas é caro demais.

Fabio Gomes

Estava há meses esperando anunciarem o Paperwhite 4, finalmente a notícia! Só lamento que ainda demore uns meses pra chegar ao BR, pois eu queria comprar de imediato, tava me programando pra isso. Nunca tive um Kindle. Comprei um iPad mini 4 com o intuito de ler, mas depois de pegar pela primeira vez o Kindle de um vizinho, fiquei encantado. Cada vez mais ansioso pra ter o meu!

Gaio Cruz

Melhora na iluminação = mais leds.
O Paperwhite de 2015 tem 4 leds para iluminar a tela. O Voyage tinha 6 leds. O primeiro Oasis tinha 10 leds. O novo Oasis tem 12 leds.
Provavelmente, esse novo Paperwhite deve ter os 6 leds do Voyage.

Marco Pacheco

Já tenho o meu faz 8 anos.

Igor

Se o kindle não da lucro a Amazon como se diz por aí faz todo sentido ser um aparelho duradouro, ora, eles só precisam te colocar no ecossistema deles e aí tiram o lucro te vendendo livros. Eles tomam esse prejuízo uma vez e ficam lucrando o resto da vida.

Ynglid Miranda

Até que enfim ajustaram a memória pra ser compatível com os da concorrência.. No mais não vi nenhuma mudança muito considerável no sentido de util.. Ta faltando ainda um leitor bom de PDF e os botões de passar página. Enquanto não houver prefiro o Lev

Mike

Achei desnecessária essa tela com vidro. Vai pegar gordura mais facilmente e ainda pode arranhar/quebrar com mais facilidade. Vou comprar o da geração atual enquanto ainda tem

Djalma

Converte seus livros pelo calibre e poe no kobo :)

Vinícius

Qual o peso dele afinal?

Lex Aleksandre

Sou usuário Kobo, não possuo um Kindle, mas tenho comprado muitos ebooks da Amazon que leio em um tablet. Por conta disso estava me programando para comprar um Oasis. Mas como na matéria fala em audiobooks nessa nova versão aí vou repensar. Para audiobooks é necessário que possua Bluetooth. A matéria não deixa claro sobre isso.

Exibir mais comentários