Início » Brasil » Quem é Marcos Pontes, ministro da Ciência e Tecnologia de Bolsonaro

Quem é Marcos Pontes, ministro da Ciência e Tecnologia de Bolsonaro

Primeiro astronauta brasileiro, Marcos Pontes aceitou o convite de Jair Bolsonaro para comandar o Ministério da Ciência e Tecnologia a partir de 2019

Emerson Alecrim Por
Marcos Pontes

Na quarta-feira, 31 de outubro, o presidente eleito Jair Bolsonaro usou o Twitter para anunciar um dos primeiros ministros do seu governo: Marcos Pontes, amplamente conhecido como o primeiro astronauta brasileiro, vai comandar o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC).

Nas redes sociais, as reações à escolha são predominantemente positivas, inclusive entre eleitores que não votaram em Bolsonaro. Por outro lado, é fácil encontrar manifestações de desconfiança ou completo ceticismo sobre a capacidade de Pontes de lidar com uma pasta tão importante.

Um dos aspectos que preocupa é a falta de experiência do futuro ministro na administração pública. Outra é se o perfil "pop star" de Pontes é compatível com um cargo que, por conta da atual fase da economia brasileira, vai enfrentar desafios bastantes complexos.

Mas, quem é Marcos Pontes, de fato, e por que a sua escolha como Ministro da Ciência e Tecnologia causa tantas expectativas, positivas e negativas?

Quem é Marcos Pontes?

Apesar de ser conhecido quase que exclusivamente por sua atuação como astronauta, Marcos Cesar Pontes tem um extenso currículo. Nascido em Bauru (SP), ele ingressou na Força Aérea Brasileira (FAB) em 1981, aos 18 anos de idade. Ali, o então jovem militar atuou na esquadrilha de caça, foi piloto de testes e acumulou mais de 2 mil horas de voos em 25 tipos de aeronaves — como a F-15 Eagle e a MIG-29 Fulcrum — e, finalmente, se tornou tenente-coronel.

Um avião F-15 Eagle

Sua carreira deu um salto importante em 1989, quando Pontes iniciou o curso de engenharia aeronáutica no Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA), vindo a se formar em 1993. Em 1998, ele conquistou o título de mestre em engenharia de sistemas pela Naval Postgraduate School, em Monterrey, Estados Unidos.

Por fazer parte dos esforços multinacionais para construção da Estação Espacial Internacional (ISS), o Brasil obteve o direito de enviar um representante para o programa espacial da NASA. A já extensa formação de Marcos Pontes permitiu que, ainda em 1998, ele fosse selecionado em um concurso público da Agência Espacial Brasileira para ocupar o posto.

O primeiro astronauta brasileiro

Ao ser selecionado para representar o Brasil na NASA, Pontes teve que encerrar a sua atuação como militar. Ele passou então a receber diversos treinamentos no Centro Espacial Lyndon Johnson, em Houston, para exercer a função de astronauta.

Marcos Pontes completou seu treinamento no fim do ano 2000. A previsão era a de que ele realizasse a sua missão espacial no ano seguinte, mas restrições orçamentárias fizeram a NASA adiar o plano para 2003. Porém, nesse mesmo ano, o ônibus espacial Columbia explodiu durante um processo de reentrada na atmosfera terrestre. Por conta disso, a NASA suspendeu a realização de novas missões espaciais por tempo indeterminado.

Centro Espacial Lyndon Johnson

Como consequência, parecia não haver mais chances de Marcos Pontes marcar o seu nome como o primeiro astronauta brasileiro a participar de uma missão espacial. No entanto, em 2005, o então presidente Luiz Inácio Lula da Silva assinou um contrato com o presidente russo Vladimir Putin que abriu caminho para Pontes.

Por conta da suspensão dos voos da NASA, apenas a Rússia podia chegar à Estação Espacial Internacional àquela época. A missão da qual Pontes participaria seria realizada no ano seguinte. Não havia tempo a perder. O brasileiro foi submetido a uma preparação que durou cinco meses e, em paralelo, teve que aprender russo.

Em 30 de março de 2006, a nave russa Soyuz TMA-8 partiu da base de Baikonur, no Cazaquistão, levando Marcos Pontes, o russo Pavel Vinogradov e o americano Jeffrey Williams como tripulação. Em 1º de abril, a nave se acoplou à Estação Espacial Internacional.

Batizada pelo Brasil de Centenário em homenagem aos cem anos do voo de Santos Dumont no 14 Bis, a missão de Pontes durou dez dias. Durante esse período, o astronauta realizou procedimentos de manutenção e configuração de sistemas, além de ter executado experimentos científicos para o Brasil.

As polêmicas começam aqui.

Plantador de feijão?!

O cumprimento da missão foi festejado e imediatamente transformou Marcos Pontes em celebridade. Mas não demorou para o astronauta se deparar com alguns “efeitos colaterais” — e não me refiro aqui às alterações fisiológicas que Pontes teve que lidar por consequência da viagem espacial.

Começou pelas críticas aos custos da missão. O governo brasileiro gastou pelo menos US$ 10 milhões para que o astronauta pudesse embarcar na Soyuz. Para os críticos, foi um desperdício de dinheiro porque a missão não teria tido grande relevância científica.

Em seu site, Marcos Pontes explicou que, na verdade, o custo da missão ao Brasil esteve muito abaixo dos valores praticados pela Rússia na época.

Mas a crítica mais estapafúrdia veio em tom de deboche: fala-se que Pontes teve um imenso trabalho para ir ao espaço para simplesmente plantar feijão. O astronauta classificou essa afirmação como uma "asneira" promovida por "profissionais da ciência revoltados com a própria incompetência" e por pessoas que "não têm competência para fazer algo de útil na vida".

Os astronautas Marcos Pontes, Pavel Vinogradov e Jeffrey Williams

Os astronautas Marcos Pontes, Pavel Vinogradov e Jeffrey Williams

A Missão Centenário contou com um acordo entre a Agência Espacial Brasileira e a Academia Brasileira de Ciências que estabeleceu a execução de dez experimentos durante a viagem espacial: quatro tecnológicos, quatro científicos e dois educacionais.

Dois dos experimentos tecnológicos não puderam ser conduzidos por falta de um equipamento específico na ISS, mas todos os oito projetos restantes foram executados.

O experimento dos feijões fez parte dos projetos educacionais. Ele teve como principal objetivo estimular o interesse das crianças pela ciência, razão pela qual a experiência visava comparar o crescimento do pé de feijão no espaço com experimentos similares conduzidos em escolas baseadas em São José dos Campos (SP).

Para Pontes, o tom jocoso com o qual o experimento é tratado até hoje visa diminuir a importância da missão e, ao mesmo tempo, menosprezar o incentivo das crianças à ciência, bem como desprezar os projetos científicos e tecnológicos realizados na missão — as duas categorias receberam pouca atenção da imprensa.

De astronauta a palestrante motivacional

É Possível: Como Transformar Seus Sonhos em Realidade

Reza a lenda que, entre integrantes da FAB, Marcos Pontes não é bem visto até hoje por, supostamente, ter usado a sua carreira como astronauta em benefício próprio. Isso porque, após regressar da Missão Centenário, ele teria largado a carreira de militar para fazer dinheiro com eventos, palestras, empreendimentos e afins.

Novamente, Marcos Pontes usou o seu site para esclarecer essa polêmica. Ele explica que não se aposentou, mas que foi transferido para a Reserva Militar por determinação do então comandante da Aeronáutica, o brigadeiro Luiz Carlos Bueno, que, por sua vez, afirma ter tomado a decisão em prol dos interesses da FAB.

Pontes declarou ainda que, se dependesse da sua vontade, não iria para a Reserva Militar. Mas, com a decisão tomada, ele decidiu participar ativamente de palestras e eventos, tendo inclusive comparecido à Campus Party de 2008 — ele também esteve na Campus Party Natal, realizada em abril de 2018.

Além de palestras, Marcos Pontes vem se dedicando desde então a treinamentos corporativos, trabalhos de consultoria, cursos e outras atividades, a maioria relacionada à motivação pessoal, apesar de ele também ter feito divulgação científica.

Até autoajuda o futuro ministro publicou: trata-se do livro É Possível: Como Transformar Seus Sonhos em Realidade, lançado em 2010. Esse tipo de publicação tem forte apelo popular e, frequentemente, é visto com desdém pelos mais intelectualizados. Certamente, parte das críticas que Marcos Pontes recebe vem daí.

Marcos Pontes como político

De acordo com o Estadão, após completar a Missão Centenário, Marcos Pontes teria sido aconselhado pelo já falecido astronauta e ex-senador americano John Gleen a ingressar na carreira política. Mas o conselho só foi seguido em 2014, quando Pontes tentou se eleger deputado federal por São Paulo com o PSB. Não conseguiu: os quase 44 mil votos que ele obteve não foram suficientes.

Em 2018, Pontes voltou a tentar carreira política, agora filiado ao PSL, partido de Jair Bolsonaro. Ele chegou a ser cogitado para o cargo de vice do presidente eleito. Mas, pelo menos desde março, o PSL já falava em colocá-lo à frente do MCTIC.

O convite de Jair Bolsonaro foi aceito de bom grado. O extenso currículo faz o nome de Marcos Pontes ser condizente com o cargo, mas levanta incertezas por conta da sua falta de experiência política.

Jair Bolsonaro e Marcos Pontes

Mas isso parece não ser problema, por vários motivos: Pontes dedicou parte da sua carreira à divulgação científica (portanto, conhece pelo menos parte das necessidades do setor), aparenta ter uma rede de contatos significativa e possui formação em administração pública.

Em declarações à imprensa e nas redes sociais, Marcos Pontes já fala que, como ministro, irá incentivar a produção científica e adotar medidas para evitar a "fuga" de cientistas brasileiros para o exterior.

Não é novidade que, para isso, Pontes vai ter que lidar com a enorme restrição orçamentária que os programas de ciência e tecnologia enfrentam no Brasil. No entanto, uma das promessas de Bolsonaro é aumentar os investimentos em pesquisa e desenvolvimento, saindo dos atuais 1% (porcentagem aproximada) para algo em torno de 3% do PIB, o que deve fazer os recursos do MCTIC aumentar para um valor entre R$ 10 bilhões e R$ 15 bilhões.

Vai dar certo? Não dá para prever, mas é inegável que o histórico de Marcos Pontes pesa mais a favor do que contra em sua nova jornada.

Com informações: Folha, Estadão, Academia Brasileira de Ciências, Gazeta do Povo, Space, FAB.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

VaiSaber
Queria saber hoje o que acha o nobre articulista sobre o Ministro Astronauta sobre o que (não) tem feito na pasta.E que agora, pra agradar o chefe, demitiu um PhD para substituí-lo por um militar alinhado a um presidente que não acredita em ciência.
Mendonza
Não precisa. Até vc é previsível com essas perguntas à lá bot, imagina o barbudinho maluco.
Lairton Gomes
onde você comprou sua bola de cristal?
Mendonza
Seu chanceler vai dizer. Relaxa.
Lairton Gomes
quem disse?
BanidoPeloAdrenaline
Verdade, esperto eh voce que defende bandido.
Mendonza
Engraçado que o que se lê sobre a empresa é só sobre lucros subindo. Kc-390 com filas de espera. Domina o mercado de aviação regional. Bombardier só sobrevive com pesadas doses de ajuda do governo canadense. Se fosse uma empresa que desse prejuizo, tu achas que a Boeing iria querer comprar?
Mendonza
Um cara desse tem que apanhar na fuça.
Frederico Martins
Mas aí é muito fácil: muda-se a lei pra patente conjunta. Afinal sem o financiamento em tese não se chegaria àquele fim, todavia some a universidade com estrutura e cabeças tb não se conseguiria.
Frederico Martins
Tem capacidade sim! Só não é a primeira por esses entraves que citou. Tenhamos fé.
AR Terra
Parabéns, o primeiro site (blogs, podcasts) de ciência, dos que eu acompanho, a tocar no assunto e tecer elogios à escolha. Acho que por ser um indicado do Bolsonaro, que não está muito bem aceito pela bolha acadêmica, os outros veículos preferem se calar....
DanielBastos
Desses itens aí eu lembro que as bombas self-services foi aldo Rebelo.
Toalhinha
Cara por mim o governo brasileiro tbm pode despejar alguns milhões na Embraer mas eu sei que essa enrola no acordo não é pq o governo que proteger seu próprio umbigo eles simplesmente estão perdidos e isso prejudica a Embraer.
ochateador
Capitalismo oras.Um ano você estima vender 100 unidades e precisa fazer horas extras para vender 120.Outro ano você estima vender 110 unidades e vende 80.Bombardier pelas notícias que eu lia, se não fosse o governo canadense despejando alguns bilhões todo mês a empresa não andava para frente.
ochateador
Ainda acho ela referência e que tem bala na agulha para ser ainda melhor.Só que até todos os funcionários públicos (que tem emprego garantido) que não fazem nada além de travar a empresa (não são todos, mas sempre tem as maçãs podres) se aposentarem... vai tempo. Nessa fase de transição é turbulência a rodo.
Paulo Sodré
Primeira decisão que eu concordo com ele. Acho sim uma boa adição e olha que eu nem conhecia esse currículo todo do Pontes. Só de ter alguém formado pelo ITA e com experiência real na área tecnológica, já é um respiro e tanto. Agora só lamento os muito intelectualizados que normalmente menosprezam outros seres humanos, não se identificarem com palestras e livros motivacionais, pois tem quem venda, justamente pq tem quem compre. Pelo menos ele não ficou nem parado e nem limitado!
Pereira
O Kassab fez tudo isso?
Pereira
Só aqui na banânia que o sujeito se orgulha de participar de uma das maiores fraudes eleitorais conhecidas...
Pereira
Dizem as más línguas que um dos futuros ministros foi um dos que ajudaram na prisão do principal opositor ao Bolsonaro... Caso fosse verdade, seria o maior toma lá da cá da história da república. E qualquer pessoa que fosse se declararia impedida e não assumiria...
jefferson gobbo
Tinha, como corretor de imoveis
Porto Velho
Estamos falando sobre as empresas (privadas) investirem em pequisa nas Universidades e não poderem ficar com a patente, que é de quem pesquisou, não de quem financiou.
Frederico Martins
Então é mau negócio. Pq vendida ela já foi. Mantivemos uma besteirinha de nada. E agora vão entregar de vez. E ainda vem a turma aqui querer falar em pesquisa e desenvolvimento. Kkkkkk Aí lasca.
Frederico Martins
E que medo bobo né? Algo tão besta quanto defesa. É.... tem que entregar logo. 🙄
Frederico Martins
Oxe. Mas a patente ser da universidade é uma liberalices. KkkkkkÉ liberal puro, afinal se a instituição banca e investe, logo, a patente é dela. Acho que entendi aonde vc quer chegar: no venture capital. Isso realmente ainda não temos aqui. E é bem interessante. Mas aparentemente está além das liberalices do PG.
Porto Velho
Sem as "liberalices", não há porque empresas investirem em pesquisa e desenvolvimento. Sem elas não há retorno que justifique isso.Já viu como é a questão de patentes por exemplo? Ela é da Universidade, não de quem financiou. Isso tira qualquer incentivo a investimento privado.
ばか
Não duvido.
D. P.
https://uploads.disquscdn.c...
Toalhinha
Eu sei do golden share, mas a primeira proposta era de compra essa de criar uma joint venture veio depois pq o governo dificultou as negociações, é isso que me deixa insatisfeito eles estão atrasando o negócio por algum medo de tocarem na área de defesa da Embraer.
Zé das Covi
" Vc falou em “vender” e não é isso que ocorrerá, mas sim a formação de uma parceria"essa formação de parceria é só pra evitar a venda que não pode ocorrer devido a parte militar da embraer, todo o resto vai ser realmente controlado pela boieng, ou seja, vai ser como uma venda .
Marcos Guilherme
Eu ri muito do ao vivo que ele fez no Jornal Nacional e esculachou a folha de são paulo na cara dura que até o Boner teve que fazer um comentário para "apaziguar".
Frederico Martins
Não amigo, o governo tem poder decisório na liberação do acordo, que até dever ser feito mesmo. É como se as ações do gov. valessem mais que as demais. Só não confunda algumas coisas. Vc falou em “vender” e não é isso que ocorrerá, mas sim a formação de uma parceria. Segundo: a embraer já foi privatizada e tudo o que restou ao governo forma ações, como vc bem citou, mas ações “especiais”. E querer se desfazer até disso aí é demais.
Frederico Martins
Concordo... não “deve” depender tanto. Mas no início (e ainda engatinhamos) claro que depende. E dependerá por muito tempo até se estabelecer como algo lucrativo. E somente aí que as liberalices farão sentido. Até lá é baboseira pra inglês ver e acreditar.
Kimaster
Ele e melhor que muitos outros do governo passado e ainda sobra experiência no seus curriculum..
Porto Velho
Eu sei cara.. quem é que tá falando de investimento 100% privado? Eu sei que boa parte da pesquisa ainda depende de dinheiro público. Só tô dizendo é que não pode depender tanto dele.
Toalhinha
Mas quem deve realmente escolher se vendem ou não são os acionistas e não o governo que vai perder um pouco de sua influência que no final sabemos que se pudesse seria ignorada..
Toalhinha
Ela não está bagunçada ela vive uns dos seus melhores dias a Boeing não iria se desgastar tentando comprar uma empresa que tem participação do governo nas ações se não valesse a pena.
Toalhinha
Ela vai ser engolida pela Bombardier que foi comprada pela Airbus ou vc não sabe que a empresa que está com todo o "hype" no momento é a europeia com seus aviões super automatizados. Veja o último relatório da Embraer ela vendeu muito menos jatos do que o previsto e ficou com prejuízo a decisão já era para ter sido tomada, não devia ficar nesse lenga lenga só pq não querem abrir mão da parte que faz aviões militares.
Frederico Martins
Pra quem já teve Kassab, esse daí é lucro. Rsrs. Se não entrar na onda das franquias da internet, já fez muito. Rsrs
Frederico Martins
Hoje amiguinho. Hoje. Veja o caminho percorrido pra se chegar nessa estatística. Não é magia, é tecnologia.
Frederico Martins
É isso que a turma não entende.
Frederico Martins
Basta ver as universidades e faculdades privadas. Lá a P&D é nula ou perto de zero.
Frederico Martins
Numa área ainda insipiente é normal depender de recurso público. Foi assim que os EUA desenvolvem desde sempre sua tecnologia. Aparentemente 100% privados, os grandes avanços se deram com recurso públicos por meio da defesa (pesquisas militares). Não à toa o MIT que é referência no estudo tecnológico deslanchou na segunda guerra e guerra fria, quando desenvolvia tecnologias financiadas (isso mesmo) pelo dinheiro público. Então as liberalices não incentivarão coisíssima nenhuma, infelizmente. Não entendo pq aqui não se segue o mesmo modelo, já temos dois grandes institutos de tecnologia (ITA e IME), que podem ser bases para desenvolvimento tecnológico da defesa.
Frederico Martins
Pois é. Mas os entreguistas não entendem. E é pq hj está bem bagunçada, mas ela já foi referência no setor. Principalmente dos jatinhos.
Frederico Martins
Pq deveriam liberar? Não era nem pra vender. Uma empresa que até dia desses era referência no segmento. Putz. Querem entregar tudo mesmo.
Porto Velho
Mais de 60% do dinheiro destinado a pesquisas nos EUA é privado. As Universidades, mesmo as públicas, vendem serviços de pesquisas para as empresas.
Nilson Menezes
Me diz o país do mundo aonde ciência é financiada por empresa privada? Não conheço nenhum.
johndoe1981
"Quem apoia regimes que violam direitos humanos?"O PT, vide Venezuela e Cuba.
Porto Velho
Sim, e pra haver trocas voluntárias é necessário ter vantagens pra ambos os lados. Já viu como fica a patente de algo financiado na Universidade por exemplo?
Mendonza
Ignore os analfabetos funcionais. São esses que daqui 6 meses vão fingir que não votaram no jumento.
Mendonza
Burro é vc que não entendeu uma frase simples dessa.
Mendonza
Acontece que seu querido lá é um jumento que faz as cagadas depois coloca o imbecil do filho dele pra espalhar que é fake news. Acorda rapaz, pára de passar mentiras de graça. Pede pelo menos 12 milhões kkk
Mendonza
Como ser astronauta num governo que acredita que a terra é plana?!
Mendonza
Tanto é que a "abertura" do Collo provou que o empresariado brasileiro é mais perdido que filho de puta em dia dos pais.
ochateador
https://meiobit.com/392468/sobre-martelos-penas-professorinhas-e-plantadores-de-feijoes/Vale a leitura.Se concorda ou não é escolha sua.
ochateador
Eu nem venderia a embraer. Bloquearia a venda na hora.Do jeito que ela está, ela é auto-sustentável e peita os concorrentes de igual para igual.
ochateador
Só acho que investir em tecnologia sem ter educação não ajuda muito....Vai precisar espremer muito as pedras para sair uma gota de leite na situação atual.
Bruno Sousa
Nossa, quanto terrorismo eleitoral.Mas espera, você caiu na fake de que eles propõem cobrar mais impostos dos pobres e isentar os dos ricos? kkkkkkkkk"Vão acabar com o Bolsa Família" versão 2018.
ばか
PM na USP por exemplo.
gabriel
Imaginei que o capitalismo funcionasse com as tais "trocas voluntárias", não?
gabriel
Não se interessam porque não interessa ao capitalismo brasileiro investir em pesquisa.
gabriel
Que tumulto?
gabriel
E o cabeça desta chapa pretende destruir direitos sociais, destruir o direito do trabalho, fazer pobres pagarem mais impostos enquanto isenta o dos ricos e "mandar os opositores para a ponta da praia." Fico imaginando que ciência será produzida num inferno desses.
gabriel
"Vamos mandar os opositores para a ponta da praia."Quem apoia regimes que violam direitos humanos?
BanidoPeloAdrenaline
O famoso, 1 peso, 2 medidas, eu me lembro quando os Petistas estufavam o peito para falar que pagavam caro para o NoveDedos dar palestras.
Verdade política
Cara ele tem 19 linhas de currículos de ciências agrárias ciêntificas e plantou um feijão no espaço coisa que ninguém conseguiu are de difamar ele
Porto Velho
Entendo sim.. capitalismo funciona através de incentivos, se o governo poda qualquer incentivo a ele, óbvio que não existirá investimento. É aí que entra as "liberalices" do Paulo Guedes.
Felipe Liʍa
... nao tem como responder coisas q nem faz muito sentido! menos estresse amiguinho!
Vitor Hugo
...tenta responder algo que tenha sentido com o comentário que eu fiz kkkkkkkk
Carlin
Não sei nem o que dizer!!! Espero que as universidade publicas de onde vem boa parte, se não todas as pesquisas nesse país, sejam beneficiadas!
ばか
Com estas limitações é o mesmo que "não poder", e torna obvio o motivo de nenhum empresário se interessar por isso.
Deealt Noubeza ( ͡° ͜ʖ ͡°)
eu já vi tryhards, mas você ganhou.nem dizer que é ironia salva esse post.
ばか
Sim e não, na questão da autonomia por exemplo mesmo durante o governo Dilma ainda houve um certo tumulto entre judiciário, universidades e policia.
Toalhinha
A questão Embraer é a cúpula do governo que tem o rabo preso e não liberam logo a venda para a Boeing.
Bruno Sousa
É que o cabeça da outra chapa responde a mais de 30 processos por corrupção, improbidade administrativa e superfaturamento de obras (por esse último ele já é réu). E ainda representava um presidiário condenado por corrupção e lavagem de dinheiro, e denunciado em vários outros processos. ¯\_(ツ)_/¯
Jefferson Felipe
Depois de ler uma merda dessas tenho é que pedir reembolso da conta de internet desse mês PQP
johndoe1981
Bom é o partido do Haddad que apoia o regime do Maduro que persegue a oposição e viola todos os direitos humanos possíveis.
johndoe1981
É nessas horas que você percebe que os militantes petistas barraqueiros fazem oposição apenas por oposição mesmo. Não é elaborar uma crítica ao novo governo, que nem começou, é fazer tumulto pra criar discórdia mesmo. Os caras são tão egoístas que desejam que o novo governo dê errado, inacreditável.Se fosse um político corrupto incompetente nomeado pelo molusco ou pela Dilma só por politicagem pra distribuir cargo, não dariam um pio, mas esperar coerência desse povo é pedir demais. Se o Marcos Pontes não for um bom ministro, eu serei o primeiro a vir aqui e criticá-lo.
gabriel
Todas as palavras na sua frase estão erradas.
gabriel
Bom, se a gente for comparar crimes, então estamos diante de um governo que não só celebra torturadores e ameaça eliminar opositores como é composto por gente que cometeu crimes de corrupção e racismo.
gabriel
Autonomia universitária é um princípio fundamental para a boa prática acadêmica. Funciona assim em qualquer lugar do mundo.
Caleb Enyawbruce
exato! liberdade é isso
Felipe Liʍa
eles estao ressentidos pq estao sendo "menosprezados" nas entrevistas coletivas do Bozo!
Felipe Liʍa
#FicaKassab ¯\(°_o)/¯
Felipe Liʍa
1 semana ainda.. calma amiguinho.. deixa chegar 2019!
Felipe Liʍa
se tem gente querendo pagar pra ouvir oq ele tem a dizer.. qual problema ¯\_(ツ)_/¯
Felipe Liʍa
mas o Kassab nao tinha experiencia? (° ͜ʖ °)
Felipe Liʍa
o 'cara' e tenente-coronel da FAB, pilotou diversos caças de alta tecnologia, foi pro espaco, e pra que... pra se resumir a "plantador de feijao"!... BR ¯\_(ツ)_/¯
Caleb Enyawbruce
Tem gente que critica o cara por ter virado palestrante. Qual o problema disso, mds? O maluco atingiu o topo do topo na sua area de atuacao, pelo menos pra um brasileiro. Que mal há em passar a ter uma vida mais tranquila, vivendo dos louros dessa incrivel conquista? Tem muita gente ai que critica que nunca fez nada
BanidoPeloAdrenaline
Isso, mostre o quanto tu é burro."Roubou meu carro, mas me deixou em casa"
BanidoPeloAdrenaline
Controversia? kkkkkkk
Leonardo Feelckins
excelente artigo, emerson. timaço nos ministérios!
BanidoPeloAdrenaline
Nego vem me chamar de burro e não faz o básico de pontuação, kkkkkkkkkkkkkk.
Vitor Hugo
você é extremamente burro. só aceito você falar que a educação piorou se você falar que você mesmo foi escolarizado na última década.
Vitor Hugo
o que mais preocupa é mudar o ensino superior pra essa pasta. primeiro que ensino superior não abriga cursos só em áreas tecnológicas e científicas, segundo que quebra toda a progressão de ensino do MEC. um caso simples é como os professores são formados: como o MEC controla a graduação dos mesmos, ele consegue "apontar" pra onde a educação básica deve ir, desse jeito aí fica muito mais complexo o MEC ter controle sobre a formação dos professores da própria educação básica. também tem os casos de institutos públicos que oferecem cursos de ensino médio e ensino superior, a qual pasta eles ficariam atrelados? complexo, mas veremos, né...
@cheesepaulo
Reduzir os indicadores pra maquiar os resultados não conta.
@cheesepaulo
é bem isso ai mesmo, a galera do contra torce de todas as formas pra dar errado. Mas parafraseando lula, "Nunca antes na história desse país, tivemos um presidente eleito sem rabo preso com o toma lá da cá." #novaera chegou.
Vitor Hugo
você não sabe o que fala. você não saber que a corrupção está rolando é diferente dela não estar.
@cheesepaulo
hahaha, passando pra deixa meu riso eterno.
JOAO COUVERT
Melhor seria dizer, primeiro turista espacial do governo Bolsonaro, este folgado, passeou uma semana na estação espacial internacional, graças a compra de uma passagem por dez milhões de dólares que Lula comprou de Putin, para disfarçar o papelão do calote que o Brasil, no governo Lula, deu na construção da própria estação espacial, melhor seria nomeá-lo para Ministro do Turismo, pois a única pesquisa que este sujeito fez na estação, foi colocar uns feijões em algodão úmido para ver se germinava, na maior cara de pau, tem mais, esta foto que supostamente tirou na Nasa, deve ser montagem. Na época ainda haviam os ônibus espaciais, e ele viajou em foguete Russo, pois não seria aceito no ônibus espacial.
Ronaldo Rodrigues
O PT não é o único partido corrupto, PSDB, PMDB...a lista é extensa, inclusive quando o PT assumiu o poder pela primeira vez a corrupção já estava instalada, só que PT conseguiu elevar a corrupção a um patamar jamais visto na história do país!
Exibir mais comentários