5G no Brasil só deve começar em 2022, diz ministro Marcos Pontes

Para Pontes, 5G só deve funcionar no Brasil quando houver estratégia para mitigação de interferências

Emerson Alecrim
Por
• Atualizado há 2 anos e 5 meses
Foto por Bruno Peres/MCTIC/Flickr

Embora testes pontuais já venham sendo executados por algumas empresas no Brasil, o 5G não deve ser implementado no país antes do final de 2021 ou começo de 2022. Essa é a previsão de Marcos Pontes, atual ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações.

Na semana passada, Pontes havia sinalizado que o Brasil não irá ceder à pressão dos Estados Unidos para restringir a participação da chinesa Huawei no leilão do 5G. No último fim de semana, o assunto voltou a ser abordado pelo ministro em entrevista à Folha de S.Paulo e UOL.

Pontes respondeu a uma pergunta que cada vez mais gente se faz: quando o 5G começará, de fato, a ser implementado no Brasil? O ministro não passou uma data exata, mas estimou que a implementação de um projeto piloto de 5G deve ficar para o final de 2021 ou começo de 2022, como já dito.

A principal dificuldade para o início desse processo, ainda de acordo com Pontes, é o risco de interferência na frequência de 3,5 GHz, que é usada no país para transmissão de TV aberta via antena parabólica. Por conta disso, o ministro entende que é melhor a implementação do 5G começar apenas quando houver uma estratégia de mitigação do problema.

A previsão inicial era a de realizar o leilão do 5G em março, mas essa etapa foi adiada e deverá ser executada no segundo semestre de 2020, com possibilidade de ser jogada para 2021.

Quando questionado sobre realizar o leilão antes e resolver as questões técnicas posteriormente, Pontes respondeu que prefere o adiamento para não haver risco de problemas de segurança jurídica para as empresas envolvidas. “Prefiro fazer uma coisa bem pensada do que tentar e depois dar errado”, finalizou.

Receba mais notícias do Tecnoblog na sua caixa de entrada

* ao se inscrever você aceita a nossa política de privacidade
Newsletter
Emerson Alecrim

Emerson Alecrim

Repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais e negócios. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Em 2022, foi reconhecido no Prêmio ESET de Segurança em Informação. Em 2023, foi reconhecido no Prêmio Especialistas, em eletroeletrônicos. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém o site Infowester.

Canal Exclusivo

Relacionados