Início » Jogos » Com taxas menores, Epic Games Store já tira jogos da Steam

Com taxas menores, Epic Games Store já tira jogos da Steam

Alguns jogos indie serão exclusivos da loja da Epic, outros levarão mais tempo para chegarem às demais plataformas

Victor Hugo Silva Por

A Epic Games lançou sua própria loja na última sexta-feira (7) e já tem causado perdas para a Steam, a sua principal concorrente. Por condições mais vantajosas, produtoras de jogos indie estão optando pela nova plataforma.

Segundo o PC Gamer, as estratégias envolvem tanto a exclusividade definitiva para a Epic Games Store, quanto uma limitação por um determinado período. Alguns jogos contavam até mesmo com página na Steam, mas foram removidos do serviço.

Epic Games Store

É o caso de Satisfactory, da Coffee Stain Studios. O jogo está em fase alpha e recebia inscrições para o período de testes pela Steam. Porém, daqui para frente, a loja da Epic será o único lugar onde o título estará disponível.

Por outro lado, outros dois jogos serão liberados inicialmente na Epic Games Store e, depois, chegarão a outras plataformas. Genesis Alpha One será lançado em 29 de janeiro, mas a Team17, que desenvolve o jogo, adiantou que ele não estará disponível na Steam nesta data.

Rebel Galaxy Outlaw também chega no início de 2019 e sua produtora Double Damage informou que o título será levado para outras plataformas apenas 12 meses após o lançamento na loja da Epic.

Os três jogos se unem a outros que chegaram antes na nova loja. Ashen pode ser comprado na Epic Games Store, mas sua data de lançamento na Steam ainda será definida. Hades também foi lançado na nova plataforma e não pode ser adquirido em outros locais.

A decisão das produtoras parece ser justificada principalmente por taxas menores sobre a receita com os jogos. Enquanto a Steam fica com cerca de 30% do valor arrecadado, a Epic Games Store cobra uma taxa de apenas 12%.

A estratégia da Epic, inclusive, lembra suas reclamações enquanto produtora de Fortnite. A empresa criticou as lojas de aplicativos e decidiu não lançar o jogo na Play Store por conta da taxa de 30% cobrada pelo Google.

Com informações: The Next Web.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Olha isso

Esse caso são para jogos específicos dos próprios criadores do launcher, a Epic tá pegando coisa que não é dela e fazendo exclusividade, loja porcaria, ELA SIM TÁ FAZENDO MONOPÓLIO tá vendo que não está dando certo e está se fazendo de coitada colocando a Steam como culpada de tudo

Olha isso

Monopólio real que a Epic está fazendo não é concorrência, lixo de loja

Bertasi Felipe

Engraçado gente comentando "ai se 12% não tiver o intuito de abaixar os preços não vão conseguir tirar ninguém da steam" a questão é justamente essa, NÃO VAI MUDAR PREÇO NENHUM, a EPIC está querendo construir um monopólio no nome dela através de contratos de exclusividade, então vai ter que tirar gente da steam sim, porque você será obrigado a comprar na EPIC games, pq você gosta do jogo e não da EPIC, a plataforma é uma merda. A Steam oferece todo um suporte e infraestrutura para os seus players, a EPIC não, ta pouco se fodendo com o seu consumidor, tanto que ela está disposta a irritar o mundo gamer falando merdas como "o gamer não sabe enxergar, então ele não vê que estamos mudando pra melhor" não, nós enxergamos, apesar de ter uns idiotas sim, e é por isso que agir dessa maneira contribuirá muito mais para o crescimento da pirataria do que uma concorrência saudável.

­­­­­­­­­­­­­­­

Isso vai mudar com o tempo, tá falando mal de uma loja de jogos que acabou de estrear, para tentar tirar o monopólio da Valve.

É só questão de tempo pra Epic Games Store crescer muito.

rubenmiguel

maarcoa (:

Marco Antonio

"Um grande mal, seria se pagássemos assinatura, igual no NETFLIX, PRIME, HBOGO, isso sim é um inferno, ver filme e ter que pagar vários. Jogos, pelo menos tu paga a granel, não pesa nada no bolso ter várias lojas."

É meu amigo, concordo plenamente com seu comentário, mas esse ultimo trecho me preocupa, por quanto tempo né? deixar de comprar software ou jogos pra pagar assinatura é complicado.

Tony Cezar Goularte

AAAAAAAEEEEEEEEEEEE FINALMENTE UM COMENTÁRIO REALISTA!

Isso mesmo, penso na mesma coisa, ao entrar no Epic Games Store, vejo que essa loja está anos luz atras da steam, sem comunidade, sem espaço para comentar sobre o jogo, ou seja, uma empresa pode lançar um lixo e facilmente enganar o consumidor.

Essa lojinha vai ter que lutar MUITO para ser concorrente da Steam.

Zanac_Compile

Sério, não dramatiza !!

Antes tu tinha milhões de jogos, agora tudo centraliza dentro do launcher. Eu não fico com os launchers abertos na inicialização do Windows, qdo quero jogar alguma coisa, clico na EPIC (por exemplo) e depois ali dentro no Fortnite, no final fecho tudo... pronto... sem stress.

Antes tu tinha tudo 100% fragmentado em CDS, pastas de instalação misturadas, como tu fazia pra migrar de máquina ?? É fato que agora é muito mais simples, tu migra 3 launchers pra outra máquina e vai tudo junto. Prefere catar milhares de jogos ? A fragmentação é muito menor.

Um grande mal, seria se pagássemos assinatura, igual no NETFLIX, PRIME, HBOGO, isso sim é um inferno, ver filme e ter que pagar vários. Jogos, pelo menos tu paga a granel, não pesa nada no bolso ter várias lojas.

Wesar Ribeiro

Engraçado isso é bom até certo ponto, depois futuramente você terá que usa milhões de launchers de cada loja pra loga e compra, imagina você ter 8 launchers de lojas com jogos exclusivos fragmentados em cada loja, isso é horrível cara, mal sabe que isso pesa e tende a piorar, mesmo tempo uma maquina muito boa.

Vai chegar um momento que você terá que ter um bloco de notas com N senhas para entra tal aplicativo por que lá vai ter exclusivo que a outra loja não tem, imagina isso em consoles!

Uma desgraça total!!

Humberto Cortezia

assim como a Valve fez sucesso com Half-Life e CS

adrianonorthingan

A grande questão, isso vai influenciar nos preço do jogos, penso assim beleza os desenvolvedores irão pagar menos taxas, mas isso irar abaixar os preço ou continuarão os mesmos, não mudar os preços para baixo ei continuo na steam

Trovalds

Como eu disse: cacife. Porque se depender só em convencer usuário...

Zanac_Compile

Curioso, não vejo sentido em nos limitarmos a apenas uma loja.

Todas se agregam, tenho conta e consumos jogos da Blizzard, Origin, Steam e Epic.
Se quero FIFA é na Origin, se quero No Mans Sky é na Steam, o Overwatch na Blizzard e o Fortnite na Epic, não tem escapatória ! Eu não vou ter amigos/insígnias e etc do FIFA no Steam nunca, não tem o que fazer.

Todas juntas te agregam uma biblioteca de jogos gigantescas.

Acho que o DISCORD vai na linha disso que tu quer, independente de loja de games, mas até ele tá virando loja de games.

Meu guri hoje é mais encarnado que eu, ele que sabe tudo, e aproveita o máximo de todas as lojas e joga muito online em todas.

ばか

Aí da epic se pensar que jogos grátis e exclusivos vão levar a massa pra loja dela, nem a EA conseguiu este feito com tantos AAA.
Os jogos gratuitos eu posso até pegar, mas exclusivos eu pego é no Piratebay.

ばか

Porque só na Steam tem tudo que eu preciso, meus amigos, insígnias, atividades, meus jogos, inventário, conquistas e por aí vai...
Nem a origin conseguiu me tirar de lá, imagine uma loja dessa.

Exibir mais comentários