Início » Jogos » Epic Games compra Rocket League e pode deixar de vender jogo no Steam

Epic Games compra Rocket League e pode deixar de vender jogo no Steam

Rocket League tem mais de 50 milhões de usuários; quem comprou o jogo pelo Steam continuará recebendo atualizações

Por
24 semanas atrás

Rocket League conta com mais de 50 milhões de jogadores únicos, e agora tem um novo lar: a desenvolvedora Psyonix foi comprada pela Epic Games (de Fortnite). Quem comprou o jogo pelo Steam continuará recebendo suporte e atualizações; no entanto, a versão para PC pode ser vendida apenas na Epic Games Store em algum momento de 2019.

Em comunicado à imprensa, a Epic afirma que “a versão para PC de Rocket League chegará à Epic Games Store no final de 2019. Nesse meio-tempo, ela continuará disponível para compra no Steam; depois, o jogo continuará a receber suporte no Steam para todos os compradores existentes”.

Isso dá a entender que Rocket League deixará de ser comercializado no Steam quando chegar à Epic Games Store. No entanto, a empresa diz ao The Verge: “continuamos a vender Rocket League no Steam e não anunciamos planos para parar de vender o jogo lá… planos de longo prazo serão anunciados no futuro”.

A Epic promete “suporte no Steam”, mas o que isso significa? Ela esclarece à Variety que patches, DLCs e todos os outros conteúdos para Rocket League que chegarem à Epic Game Store também aparecerão no Steam para aqueles que já possuem o jogo.

Vale lembrar que o jogo também pode ser adquirido no PlayStation 4, Xbox One e Nintendo Switch, além do Windows, macOS e Linux.

A Psyonix garante que nada vai mudar no curto prazo: “ainda estamos comprometidos em fornecer atualizações frequentes para Rocket League que tragam novos recursos, novos conteúdos e novas maneiras de jogá-lo por quanto tempo você quiser”, diz a empresa no site oficial.

Epic Games Store terá mais jogos exclusivos no PC

Rocket League pode se tornar mais um jogo exclusivo da Epic Games Store no PC, se juntando a títulos como Metro Exodus, Borderlands 3, Heavy Rain, Beyond: Two Souls, Detroit: Become Human, Super Meat Boy Forever e a última temporada de The Walking Dead da Telltale. The Division 2, da Ubisoft, também não está disponível no Steam (mas pode ser comprado na Uplay).

A Epic Games Store oferece termos mais vantajosos para desenvolvedores: ela devolve 88% do valor dos jogos, contra 70% do Steam (ou menos no caso de títulos com Unreal Engine 4).

Tim Sweeney, CEO da Epic Games, tuitou recentemente que deixaria de oferecer jogos exclusivos em sua loja se o Steam “se comprometer com um compartilhamento permanente de 88% da receita para todos os desenvolvedores e editores sem grandes ressalvas”. A Valve não respondeu.

A Psyonix foi fundada em 2000 por Dave Hagewood e trabalhou nos bastidores dos jogos com a Unreal Engine, incluindo Gears of War, Mass Effect 3, XCOM: Enemy Unknown e Unreal Tournament 2004. A aquisição deve ser concluída “perto do final de maio ou o início de junho de 2019”; o valor não foi revelado.

Com informações: Ars Technica, The Verge. Atualizado em 02/05.