Início » Aplicativos e Software » iOS 13 dá sinais de que 3D Touch será descontinuado

iOS 13 dá sinais de que 3D Touch será descontinuado

Mudança pode ser apenas um erro do primeiro beta do iOS 13, ou pode ser um indício do fim do 3D Touch

Por
05/06/2019 às 17h48

O primeiro beta do iOS 13 traz as novidades que foram anunciadas durante a apresentação da Apple no começo desta semana, na WWDC 2019. Um recurso que teve sua funcionalidade alterada, mas que não foi mencionado no palco é o 3D Touch, que agora está presente em todos os produtos com este iOS e isso pode ser sinal do fim das telas que identificam a pressão.

3D Touch em um iPadOS com iOS 13

O 3D Touch foi lançado junto do iPhone 6s, em 2015. Ele funciona com uma tela que é capaz de identificar o nível de pressão que é exercida, entregando ações secundárias para apps e para todo o sistema. O iPhone XR foi o primeiro modelo da empresa que trouxe estes toques em um toque longo, sem necessitar da tela especial e a Apple chamou o recurso de Haptic Touch.

Aparentemente o iOS 13 fará exatamente tudo isso em qualquer smartphone ou tablet – que no caso dos iPads é o iPadOS. Nos aparelhos sem a tela que reconhece a pressão, vale o que é feito no iPhone XR e em todo o Android: segure o toque por mais tempo e a ação secundária acontece.

Ainda é cedo para afirmar que o 3D Touch morreu, mas a existência do iPhone XR com recursos dele e sem o hardware extra que é necessário, junto da alteração do iOS 13 para suportar toque longo em qualquer aparelho que possa rodar este sistema operacional, deixa claro que menu contextual ou ações secundárias podem funcionar com toque longo.

Como estamos no primeiro beta fechado, pode ser que Apple trocou alguns parafusos e o 3D Touch ficou liberado para todo mundo e sem restrição, com uma correção nos próximos betas. Ou pode ser sinal que os próximos iPhones não trarão o display com camada extra para este recurso.

Vale um lembrete pequeno: geralmente o mundo Android segue o que a Apple cria, como aconteceu com o notch no formato central, ou a remoção da entrada para fones de ouvido com o plugue P2.

O 3D Touch não foi seguido e raríssimas empresas fizeram algo, com destaque para a Samsung nos Galaxy S8 e S9 que contam com uma área específica da tela que identifica a pressão. O Galaxy S10 abandonou o recurso.

Com informações: 9to5Mac.

Mais sobre: ,
Participe das conversas do Tecnoblog

Leia o post inteiro antes de comentar
e seja legal com seus amiguinhos.

Carregar Comentários Conheça nossa política de comentários aqui.