Início » Computador » Xiaomi lança laptop gamer com RTX 2060, tela de 144 Hz e preço mais baixo

Xiaomi lança laptop gamer com RTX 2060, tela de 144 Hz e preço mais baixo

Xiaomi Mi Gaming Laptop 2019 custa a partir de R$ 4,1 mil na China e possui 512 GB de SSD

Paulo Higa Por

A Xiaomi lançou uma versão atualizada de seu notebook gamer, o Mi Gaming Laptop 2019. Com preço inicial equivalente a R$ 4,1 mil na China, o portátil é equipado com uma tela Full HD de 15,6 polegadas com taxa de atualização de 144 Hz, processador Intel Core de nona geração e GPU Nvidia GeForce RTX 2060. E, claro, um teclado com luzes bem coloridas.

Xiaomi Mi Gaming Laptop

Trata-se de uma nova geração do laptop gamer que a XIaomi revelou no começo de 2018. O corpo de alumínio escovado do notebook tem espaço para uma ventoinha de 12 volts e um design 3+2 para a tubulação de calor. Ele também possui um botão “Tornado” para acelerar a ventoinha e ativar o resfriamento rápido, prometendo reduzir a temperatura interna em 3°C a 5°C dentro de dez minutos.

Xiaomi Mi Gaming Laptop

São 20,6 mm de espessura em 2,6 kg, que abrigam um teclado iluminado com até 16 milhões de cores e cinco teclas programáveis no lado esquerdo, além de áudio Dolby surround de 3 watts, quatro portas USB 3.0, duas USB-C, Ethernet, HDMI, entrada para fone de ouvido e leitor de cartões de memória.

Três versões estão sendo vendidas na China:

  • i5-9300H, 8 GB de RAM, 512 GB de SSD, GTX 1660 Ti: 7.499 iuanes (R$ 4.143)
  • i7-9750H, 16 GB de RAM, 512 GB de SSD, GTX 1660 Ti: 8.599 iuanes (R$ 4.751)
  • i7-9750H, 16 GB de RAM, 512 GB de SSD, RTX 2060: 8.999 iuanes (R$ 4.972)

Xiaomi Mi Gaming Laptop

Todas são equipadas com uma tela de 144 Hz com tratamento antirreflexo, brilho de 300 nits e cobertura de 72% da gama de cores NTSC; e as memórias são DDR4 de 2.666 MHz. Como não dá para ter tudo, a bateria de 55 watt-hora só promete autonomia de até 4,5 horas de reprodução de vídeo ou navegação na web.

Os preços são salgados, mas ficam mais atraentes quando comparados com outras marcas: a Dell vende o Alienware m15 no mercado chinês com i7-9750H, 16 GB de RAM, 512 GB de SSD e RTX 2060 por 19.999 iuanes, o equivalente a R$ 11.049, mais que o dobro do cobrado pela Xiaomi.

Com informações: NDTV.

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

brunocabral

É pq depois dessa mini-promoção os preços só subiram. Até na Black Friday.

Veritas

Não entendi tua mensagem.

Primeiro, você diz que

"mesmo com toda essa variação, os Avell só variaram PRA CIMA.", dando a entender que os preços destes notebooks não caem.

Depois você coloca que:
"Se eu tivesse esperado só mais um mês teria pego uma 1060 ao invés de 1050 Ti por 5,5k numa promoção relampago"
Ou seja, o preço do produto caiu. ;)

Sim, é dificil o preço cair. Ainda mais tratando-se de uma empresa pequena se comparada às gigantes HP, DELL, Acer...

Mas caem, sim.
Eu tava monitorando os preços de vários modelos desta empresa pois estava para trocar de notebook há muito tempo e caiu bastante, principalmente de 2 meses para cá, quando surgiram alguns lançamentos.
Claro que não é uma queda absurda de preço (até porque, no Brasil, isto é bastante dificil)... mas caem. ;)

brunocabral

Infelizmente, tenho minhas dúvidas sobre esse "Custo Brasil" pq durante o Gov Dilma e depois que o Temer foi pego fazendo trambique, o dolar ficou um BOM tempo nos 4,00 R$ - 4,20 (depois da vitória do Bolsonaro caiu pra 3,40, depois voltou a 3,80 com a guerra comercial), mesmo com toda essa variação, os Avell só variaram PRA CIMA. OBS: Na época (antes do 2º Turno), eu comprei o meu por 5,5k com medo do resultado das eleições (Se eu tivesse esperado só mais um mês teria pego uma 1060 ao invés de 1050 Ti por 5,5k numa promoção relampago).

Vitor

O suprassumo dessa entrada é que ela pode alimentar uma GPU externa (sim, a de computador de mesa). Em outras palavras, mesmo que a GPU atual do notebook fique "defasada" ou se o dono quiser comprar uma outra GPU mais potente para linkar ao notebook, ele pode fazer tranquilamente usando a entrada Thunderbolt. Fora as outras serventias que ela possui.
Se pesquisar bem sobre isso, você verá que a Alienware, Asus, MSI, Gigabyte e outras vendem gabinetes para GPUs com essa entrada thunderbolt. Espero ter sanado a sua dúvida, jovem. Grande abraço.

Magnosama

Peca por não oferecer teclado numérico.

Veritas

É o custo Brasil. :(

Um Avell com:

Intel® Core™ i7-9750H Coffee Lake
GTX 1660TI GPU (6GB GDDR6)
16 GB
SSD de 512
Monitor 144 hz
Teclado mecânico cheio de luzinha RGB frufru

tá R$7.599,60 aqui

Seria o modelo parecido com este da matéria:
i7-9750H, 16 GB de RAM, 512 GB de SSD, GTX 1660 Ti: 8.599 iuanes (R$ 4.751)

:(

Veritas

Compra.

Tem notebooks da Avell com configuração quase igual (até com monitor 144hz) e nesta faixa de preços.

PS: até mais barato.
Vê o Avell G1550 MUV (tenho um, por sinal).

Keaton

Gosto da Xiaomi pra celular, mas fico com pé atras para outros eletronicos.... principalmente computadores high end/gamer...

Trovalds

Eu usaria pra substituir o (trambolhoso) cabo HDMI pra ligar um monitor, por exemplo. Ou mesmo um cabo DisplayPort. Outra coisa seria ligar um HD externo pela mesma interface e ter uma performance bem melhor que o USB 3.x. Enfim, unificação. Nada de um cabo pra cada coisa.

Credulos

Principalmente nos notebooks pelo seu baixo RPM.

Edu Antonio

Com certeza, vc gasta até menos.. pesquisa sobre a Pichau.

Gragas

se conseguir fazer uns trambiques ali no paraguai,será que dá pra pegar pelo menos a configuração básica por uns 7000 e economizar um pouco?

Hemerson Silva

Mas não é Xiaomi.

Hemerson Silva

Os caras nem usam, não usarão por um bom tempo, mas querem que algo subutilizado esteja no produto só pra dizer que tem kkkk só encarecer

John Smith

Pra quê você precisa de thunderbolt? (pergunta honesta)

Exibir mais comentários