Início » Negócios » Google é processado por suposta violação de patentes da Sonos

Google é processado por suposta violação de patentes da Sonos

A ação envolve cinco patentes, mas a Sonos afirma que o Google desrespeitou mais de 100 patentes

Victor Hugo Silva Por

A empresa de alto-falantes Sonos abriu nesta terça-feira (7) um processo contra o Google devido a um suposto roubo de propriedade intelectual. A ação trata de cinco patentes, mas, segundo a acusação, mais de 100 patentes teriam sido desrespeitadas.

Google Home

O processo foi aberto em uma corte de Los Angeles, onde a Sonos pede uma compensação financeira e a proibição da venda de alto-falantes, celulares e notebooks do Google nos Estados Unidos. A empresa também iniciou uma ação na Comissão de Comércio Internacional dos EUA, que pode levar, em último caso, ao bloqueio de importações de produtos do Google.

Segundo o New York Times, a Sonos afirma que o roubo de propriedade intelectual começou em 2013. A empresa queria levar o antigo Google Play Música aos seus alto-falantes e, por isso, decidiu dividir algumas informações sobre seus equipamentos com engenheiros do Google.

A medida não era arriscada porque, à época, as empresas não tinham uma concorrência direta. Isso mudou em 2015, quando o Chromecast Audio foi lançado. A Sonos afirma que, assim como seus primeiros produtos, ele também podia transformar alto-falantes antigos em caixas de som conectadas.

Sonos Move

Sonos Move é um dos principais alto-falantes da empresa que acusa o Google

Além do Chromecast Audio, o processo aponta roubo de propriedade intelectual em modelos das linha Google Home e Nest, no Chromecast Audio e no Chromecast Ultra. Até mesmo smartphones, tablets e notebooks Pixel contariam com aplicativos de áudio que violam a propriedade intelectual.

A Sonos informa que identificou suas patentes ao comprar o Chromecast Audio e monitorar como seus alto-falantes funcionavam. A empresa teria alertado sobre o Google a situação ainda em 2016, mas diz que não obteve uma resposta satisfatória.

Nos anos seguintes, à medida em que o Google lançava mais produtos, a Sonos teria enviado notificações sobre outras patentes violadas. A acusada teria respondido que a empresa de alto-falantes também roubou sua propriedade intelectual.

Amazon também teria violado patentes da Sonos

Além do Google, a Sonos acusa a Amazon de ter copiado sua tecnologia nos produtos da linha Echo. Os executivos, no entanto, afirmam que decidiram processar somente o Google porque a empresa não poderia enfrentar as duas gigantes ao mesmo tempo.

Para a Sonos, o roubo de propriedade intelectual não é o único problema neste caso. A companhia alega que Google e Amazon realizam uma concorrência desleal ao venderem seus alto-falantes por um preço mais baixo e compensarem essa perda com a coleta de dados dos usuários para anunciantes.

Ao NYT, um porta-voz do Google negou as acusações de roubo de propriedade intelectual e declarou que a empresa está desapontada pelo fato da Sonos ter aberto os processos. Uma porta-voz da Amazon, por sua vez, afirmou que os produtos da linha Echo foram criados de forma independente.

amazon-echo-3-geracao-4

Amazon Echo 3ª Geração

Com informações: The Verge, Engadget.