Início » Internet » Google anula redesign de buscas no desktop por confusão com anúncios

Google anula redesign de buscas no desktop por confusão com anúncios

Novo layout da busca do Google fazia usuário confundir anúncios com resultados orgânicos

Emerson Alecrim Por

O Google começou 2020 promovendo uma mudança significativa em seu mecanismo de busca: na semana retrasada, as páginas de resultados do serviço para desktop passaram a exibir o ícone (favicon) de cada site listado antes de seu respectivo link. Só que a novidade não foi bem recebida e isso forçou o Google a desistir do novo layout, pelo menos por algum tempo.

Para alguns usuários, a nova proposta não causou boa impressão por deixar os resultados mais poluídos, por assim dizer. Mas a pior parte é que, para muita gente, o layout renovado tornava a distinção entre resultados orgânicos e links patrocinados muito mais difícil. Esse foi o ponto que mais causou irritação.

Atualmente, o buscador exibe os dizeres "Anúncio" em negrito nos resultados para distinguir cada link patrocinado. Porém, no novo layout, esse aviso tinha sido trocado por um ícone ainda mais discreto que continha apenas os dizeres "Ad". Tirando esse símbolo, nenhuma outra característica era capaz de diferenciar os anúncios.

google pesquisa nova desktop

A partir daí, as queixas ganharam força: muita gente sinalizou que o ícone "Ad" poderia ser facilmente confundindo com o favicon de um site que aparece organicamente nos resultados. De modo geral, o Google deixou a impressão de que fez essa mudança com o intuito de aumentar a taxa de cliques nos links patrocinados.

O feedback foi tão negativo que, por ora, o Google abriu mão da ideia. A respeito das críticas, a companhia explicou que o objetivo era alinhar o visual das buscas no desktop ao layout móvel do buscador, que exibe os ícones dos sites nos resultados há algum tempo.

Mas essa explicação não convenceu, pelo menos não totalmente. O TechCrunch lembra que, antigamente, era fácil distinguir os links patrocinados dos resultados orgânicos por conta do esquema de cores adotados para os anúncios. Progressivamente, essas diferenças se tornaram mínimas. É possível que, no novo layout, o Google tenha tentado diminuir ainda mais essa diferenciação.

Essa seria uma forma de a companhia combater a aparente desaceleração de seu negócio de anúncios. Suposições à parte, o Google não está mais promovendo o novo layout, mas não desistiu totalmente da ideia: a empresa ainda pretende mudar o visual das buscas, mas só depois de realizar mais testes.

Mais sobre:

Comentários da Comunidade

6 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Jacques
Oh, finalmente, não gostei que mascarava a URL e ficava bem mais fácil de outro site tentar se passar pelo verdadeiro
Felipe
A primeira vez que fiz uma pesquisa com esse novo design ao olhar os resultados pensei “E essa tanto de anúncio? Adblock bugou?” até que eu rolei até o final da página e percebi que eram de fato os resultados e não anúncios.
Emerson Alecrim
Pois é. Agora, imagina o quão atrapalhada uma pessoa que tem pouca familiaridade com tecnologia pode ficar.
@ksio89
É o que acontece quando quase 90% do faturamento da empresa provém de anúncios.
Eu
Era tão fácil resolver isso… só colocar um fundo cinza ou amarelo claro nos ads… destacava e mostrava o que era ad…
Felipe Ventura
Antigamente era assim, mas foi mudando aos poucos justamente para “misturar” anúncio e resultado orgânico: https://twitter.com/GinnyMarvin/status/757606109322633216
Participe da discussão