Início » Internet » Google Meet perde marca Hangouts e libera recursos grátis até setembro

Google Meet perde marca Hangouts e libera recursos grátis até setembro

Clientes do G Suite podem fazer reuniões no Google Meet com até 250 participantes sem custo adicional

Paulo Higa Por

Eu já perdi a conta de quantos serviços de comunicação o Google possui, mas a empresa tenta reduzir a bagunça: na quinta-feira (9), o Google Hangouts Meet, para reuniões de vídeo em grupo, foi renomeado simplesmente para Google Meet (o Google Hangouts continua existindo). E os recursos avançados, que normalmente estão disponíveis apenas para clientes do G Suite Enterprise, estão liberados até setembro.

Google Meet

O Google Meet é um serviço de reuniões em vídeo para ambientes profissionais, que funciona como uma espécie de concorrente do Zoom. Diferente do Google Hangouts, disponível para todos os usuários com uma conta do Google, o Google Meet só funciona em contas do G Suite, serviço que oferece um pacote de produtos para empresas, escolas e organizações.

Até então, clientes do G Suite Enterprise, que custa R$ 112 por usuário por mês, tinham acesso a recursos mais avançados no Google Meet: era possível fazer chamadas em voz e vídeo para até 250 pessoas, bem como transmitir ao vivo para até 100 mil pessoas no mesmo domínio e gravar as reuniões no Google Drive para consulta posterior.

Essas funções agora estão disponíveis mesmo para assinantes do G Suite Basic (R$ 24,30 por usuário por mês) e G Suite Business (R$ 48,60). Até então, o limite de pessoas nesses planos era de 100 e 150 por reunião, respectivamente. As escolas e universidades que possuem o G Suite for Education também estão com o serviço Google Meet ampliado até 30 de setembro de 2020.

As medidas chegam no momento em que as empresas aumentam consideravelmente a utilização de serviços de reuniões online: o Google informa que o Meet está ganhando 2 milhões de usuários novos por dia e tem 25 vezes mais uso diário que em janeiro, quando o mundo ainda não passava pela pandemia do novo coronavírus (Covid-19).

E o que mais temos na confusão dos serviços do Google? Ah, sim: o Google Hangouts Chat, também voltado para organizações, mas com foco em bate-papo em texto, foi renomeado para Google Chat, como diz a empresa ao The Verge. Parece familiar? É porque o Google também adotou o nome Chat para o RCS (Rich Communications Service), padrão de comunicação feito para substituir o SMS.

Tá fácil.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
7 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Uriel (@Uriel)

Quero algo simples para fazer como era no youtube!
aquilo era ótimo!

John Smith (@john)

Tô pra ver confusão maior do que essa que o Google cria com seus serviços de comunicação. Me ajudem?

Google Talk que virou Hangouts.
Hangouts que virou Hangouts Meet e Hangouts Chat, ao invés de ser um app só, que são destinados a clientes empresariais e agora esses apps perderam o nome Hangouts pois o Hangouts vai continuar existindo…
Duo e Allo pra fazer “praticamente” a mesma coisa que suas contrapartes no Hangouts só que pra consumidor final, mas sem ter um nome único que eventualmente iriam perder. Mas o Allo foi desativado… e agora temos o Hangouts, que vai continuar pra consumidor final.
Messages que faz a “mesma coisa” que o Chat, Allo e Hangouts, mas sem integrar com eles pois só serve para mensagens via operadora móvel.

Pqp…

Vítor Gomes (@vctgomes)

Eu concordo com isso, mas a Google não é a única. Veja só a Microsoft: Skype, Skype Business, MS Teams e MS Kayzala. Fora o falecido MSN.

Isso tudo funcionando e sendo concorrentes um ao outro. O Google pelo menos está tentando se organizar.

Na vdd Hangouts tbm já tem planos de ser descontinuado. Era pra ter acontecido ano passado, mas devem ter adiado por algum motivo. Creio que a mudança de nome Google Meet seja exatamente pra terminar de matar o Hangouts sem alarde.

Dessa forma, assim que o Hangouts morrer, o Google irá manter somente o Google Meets com recursos avançados para grandes empresas. Google Duo, que é integrado até no discador e no app de mensagens da Samsung, OnePlus e aparelhos Google e ainda aposta fortemente no protocolo RCS, que funciona no app nativo de mensagens da Samsung (por enquanto somente pra Vivo) e no Google Messages (já disponível para todas as operadoras).

Tiago Faustino (@TiagoFaustino)

Eu tô usando de grátis. Sou G Suite Legado!! Tá funcionando de boa.

Vitor de Lucca (@vitordelucca)

Você esqueceu do GroupMe.
(e deve ter mais algum serviço…)