Início » Celular » Xiaomi Poco F2 Pro tem Snapdragon 865, 5G e câmera retrátil

Xiaomi Poco F2 Pro tem Snapdragon 865, 5G e câmera retrátil

Poco F2 Pro é versão global do Redmi K30 Pro; celular da Xiaomi possui câmera quádrupla de 64 megapixels e tela sem notch

Felipe Ventura Por

A Poco, que vem operando como uma estratégia independente da Xiaomi, anunciou nesta terça-feira (12) o Poco F2 Pro: este é o primeiro celular da marca a ter suporte a 5G, além de trazer o processador Snapdragon 865, câmera quádrupla de 64 megapixels e câmera frontal retrátil.

Xiaomi Poco F2 Pro

Você já conhece quase todos os detalhes do Poco F2 Pro porque esta é uma versão global do Redmi K30 Pro lançado na China. Isso significa que as especificações são praticamente as mesmas, assim como o design: mudam apenas a marca estampada na traseira (“Poco” em vez de “Redmi”), o suporte a mais bandas do 4G, e a adição do Poco Launcher.

De resto, tudo é igual: o processador Snapdragon 865 tem resfriamento por câmara de vapor; a câmera frontal de 20 megapixels é retrátil, permitindo um aproveitamento frontal de 92,7% na tela; e a bateria de 4.700 mAh possui carregamento rápido de 30 W. Você confere a ficha técnica completa no final do post.

Xiaomi Poco F2 Pro

Vale lembrar que essa estratégia de relançamento não é nova: o Poco X2 é a versão global do Redmi K30 4G voltado para a China, por exemplo.

Quanto custa o Xiaomi Poco F2 Pro?

O Poco F2 Pro está à venda a partir de hoje na Gearbest e AliExpress, nas cores Neon Blue (azul), Phantom Blue (branco), Electric Purple (roxo) e Cyber Gray (cinza). Estes são os preços:

  • 6 GB + 128 GB de RAM e armazenamento: 499 euros (R$ 3.100)
  • 8 GB + 256 GB de RAM e armazenamento: 599 euros (R$ 3.700)

Ainda não há confirmação de lançamento oficial no Brasil. O Pocophone F1 chegou ao Brasil através da DL Eletrônicos, porém não está mais disponível em sua loja online.

Xiaomi Poco F2 Pro

Xiaomi Poco F2 Pro – ficha técnica:

  • Tela: AMOLED de 6,67 polegadas, Full-HD+, aproveitamento frontal de 92,7%, taxa de atualização de 60 Hz, taxa de resposta ao toque de 180 Hz, brilho máximo de 800 nits (pico de 1.200 nits), HDR10+, Corning Gorilla Glass 5
  • Processador: Qualcomm Snapdragon 865, Adreno 650, resfriamento por câmara de vapor
  • RAM e armazenamento: 6 GB LPDDR4X + 128 GB UFS 3.0, 8 GB LPDDR5 + 256 GB UFS 3.1
  • Câmera traseira quádrupla:
    • principal: 64 megapixels, sensor Sony IMX686 de 1/1,7 polegada, pixels de 0,8 μm, OIS
    • grande-angular: 13 megapixels, 123 graus
    • macro: 5 megapixels, OIS
    • profundidade: 2 megapixels
    • gravação de vídeo 8K (7680 × 4320 pixels)
  • Câmera frontal: pop-up de 20 megapixels, sobe em 0,58 segundo
  • Sistema operacional: MIUI 11 baseada no Android 10 com Poco Launcher
  • Bateria: 4.700 mAh, carregamento rápido de 30 W
  • Conectividade: USB-C, entrada 3,5 mm para fone de ouvido, Wi-Fi 6, Bluetooth 5.1, 5G SA/NSA, NFC, blaster infravermelho
  • Mais: leitor de digitais embutido na tela, resistência IP53 à água e poeira
  • Dimensões: 163,3 x 75,4 x 8,9 mm, 218 g

Xiaomi Poco F2 Pro

Com informações: XDA Developers.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
8 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Matheus (@UmMatheus)

Aparelho com especificações muito boas, pena que com o Euro a R$ 6,27 e o Dólar R$ 5,77, o custo benefício de importar se torna inviável aqui no Br.
Chegamos num momento de desvalorização cambial em que, por quase o mesmo preço, compensa mais comprar um iPhone XR aqui no país do que um Xiaomi importado.

Alberson Meneses (@alberson42)

Acho o Poco F2 Pro bem bonito, gostei bastante dessa tela dele sem gota, pingo, furo ou etc e a disposição das câmeras dele me agrada bastante, a única coisa feia é o nome mesmo.

Ele é meu sonho de consumo da Xiaomi no momento, pena que o dólar e o euro estão tão altos.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

Com o dólar custando 6 biroliros meu próximo celular será esse:

Smartphone Positivo Twist S520 1.0GHz 8GB Android

Preço: R$ 609,00

@teh

Para de ostentar…

Brincadeiras a parte,
Eu tava falando com um amigo, hj ta impossível de trocar de celular como fazíamos antes. Eu nem iria mais no tops e sim nos intermediários e mesmo assim só vou trocar quando o meu celular nao der mais (por conta de lerdeza). Acho que hj escolheria um A51 ou algum chines com bom CxB.

Tech Nerd 🤓 (@technerd)

Mesma coisa aqui, estava trocando a cada dois anos, mas sempre trocava por top de linha. Agora vou demorar mais para trocar e ainda tenho esperança de comprar um s10e ou coisa do tipo.

Henrique Nakade (@Henrique_Nakade)

Eu não gostei deles reaproveitarem um modelo que já existe, jogada burra de marketing…

a linha poco se destacava por ser única, ter um design único e com specs definidas para quem queria desempenho de um top de linha mas com todo o resto intermediário

se não tem ao menos nenhuma diferença no design nem deveria mais existir essa marca POCO…