Início » Gadgets » Caixa de som Bluetooth Ultimate Ears Wonderboom 2: compacta e com som 360º

Caixa de som Bluetooth Ultimate Ears Wonderboom 2: compacta e com som 360º

Concorrente da Sony SRS-XB10 e do LG Xboom Go PL2, Ultimate Ears Wonderboom 2 tem som 360º e boia na água

Darlan Helder Por
Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

As caixas de som Bluetooth são ótimas companheiras no churrasco do fim de semana, com praia ou piscina — paixões dos brasileiros. Quando se trata de caixinhas de som, felizmente, existem muitas opções no mercado para públicos diferentes. A Wonderboom 2, da Ultimate Ears, é um dos modelos que conquistou muita gente por aqui e tem como destaque design compacto, portabilidade, som 360 e bateria de longa duração.

Como o próprio nome apresenta, esta aqui é a segunda geração da caixa de som de entrada da UE, ela foi lançada no final do ano passado e tem como objetivo atrair o público jovem. Será que o som surpreende? Dá para fazer uma festa com ela depois da pandemia? Eu passei alguns dias testando a Wonderboom 2 e compartilho tudo a seguir.

Análise da Ultimate Ears Wonderboom 2 em vídeo

Aviso de ética

O Tecnoblog é um veículo jornalístico independente de tecnologia que ajuda as pessoas a tomarem sua próxima decisão de compra desde 2005. Nossas análises de produtos são opinativas e não possuem nenhuma intenção publicitária. Por isso, sempre destacamos de forma transparente os pontos positivos e negativos de cada produto.

Nenhuma empresa, fabricante ou loja pagou ao Tecnoblog para produzir este conteúdo. Nossos reviews não são revisados nem aprovados por agentes externos. A Wonderboom 2 foi fornecida pela Ultimate Ears por empréstimo. O produto será devolvido à empresa após os testes.

Design e conectividade

A Wonderboom 2 tem um design arredondado que lembra smart speakers. Isso porque ela tem acabamento em tecido em dois tons, enquanto as extremidades receberam um material emborrachado que acompanha a cor do tecido. Para este review, o Tecnoblog recebeu a Wonderboom azul, é a minha cor favorita, mas achei meio pobre no produto, então eu iria de cinza ou preto.

Mesmo com costura visível, a caixa é muito agradável ao toque; não é tão pesada e uma alça na parte superior traseira favorece ainda mais o seu transporte, e o melhor: é possível pendurar a Wonderboom 2 em qualquer lugar.

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

O design, claro, divide opiniões devido aos botões enormes de volume. Eu até acho legal, talvez o visual poderia ser bem mais pobre e feio com a ausência deles nessa região.

E já que toquei nesse assunto, todos os botões presentes no corpo da caixa são duros, isso porque a Wonderboom 2 é à prova d’água, ou seja, ela pode ter contato com a água da piscina, da praia, do chaveiro etc. O mais interessante é que ela boia na água, assim não há riscos de você perder o produto quando entrar na água da praia, por exemplo.

Agora com relação aos controles, existem aqui seis botões contando com os de volume. Na parte superior, o principal do meio é usado para reproduzir e pausar músicas, vídeos e podcasts; o menor saltado para fora serve para a conexão Bluetooth; e o botão com sinal menos permite ligar e desligar a caixinha. Embaixo, há um botão que ativa o modo Outdoor, uma novidade, que irei explicar o seu funcionamento adiante.

Botões da Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Em conectividade, senti falta de um aplicativo dedicado para fazer configurações de áudio. O aplicativo “Boom e Megaboom” deixou a Wonderboom de fora. Pelo menos o pareamento é rápido e a caixa já conecta automaticamente assim que identifica o outro dispositivo, em poucos segundos.

Para ter uma experiência de som estéreo, você pode conectar a Wonderboom 2 em outra caixa do mesmo modelo a uma distância de até 30 metros (o mesmo alcance de quando ela está conectada a outro dispositivo).

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Parte traseira da Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Na parte traseira, uma tampa protege a entrada Micro USB para alimentação do dispositivo. Infelizmente, a Ultimate Ears optou pelo Micro USB em um momento em que praticamente quase todos os novos celulares já vêm com USB-C e, considerando isso, o carregamento facilitaria muito.

Qualidade de som e bateria

Agora vamos ao que interessa. Nas palavras da empresa, essa caixa tem “som surpreendentemente mais alto, nítido e grave”. Realmente, tivemos bons avanços em comparação com a primeira Wonderboom. Este modelo tem dois drivers ativos de 40 mm e dois radiadores passivos.

O som aqui é bem alto e, considerando o tamanho da caixa, a potência é bem satisfatória e deve agradar a maioria das pessoas. O grande destaque da Wonderboom 2 é o som 360 graus que garante uma experiência imersiva além de deixar o áudio mais presente, algo que o Xboom Go PL2, da LG, não tem e decepciona justamente nesse ponto.

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ultimate Ears Wonderboom 2 (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Durante os meus testes, os vocais de Pink em Try soam bem com o volume em 60%, mas os agudos ficam ligeiramente estridentes quando há a elevação do volume. Além disso, nessas circunstâncias, é inviável identificar cada instrumento da música. É claro que isso é só um detalhe irrelevante caso você não seja um consumidor exigente.

O modo Outdoor Boost — uma novidade nesta segunda geração — pode ser ativado através de um botão que está na parte inferior da Wonderboom 2, e tem como missão deixar o som mais alto e vivo. A UE afirma que esse recurso é útil para ambientes abertos, ou seja, o ideal é ativá-lo durante uma festa em área aberta.

Eu gostaria muito de fazer uma festa para testar esse modo, mas como ainda estamos numa pandemia, resolvi avaliar em um local fechado. Na prática, pude perceber que o som não fica tão encorpado e valorizado como faz o Sound Boost no Xboom Go PL2, que é um recurso que considero excelente.

Botão Outdoor (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Botão Outdoor (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Quando ativado, é possível notar a perda significativa dos graves com o volume abaixo dos 50% e, consequentemente, os médios ganham destaque. Se você, assim como eu, aprecia batidas de música eletrônica, com certeza evitará o Outdoor Boost com frequência.

Ok, e a bateria? Bom, a Ultimate Ears promete até 13 horas de reprodução, ou seja, 30% a mais que a primeira Wonderboom e 3 horas a menos quando a comparamos com a Sony SRS-XB10, sua principal concorrente. Ela cumpre o combinado e até surpreende, tendo em vista que consegui ouvir músicas por dois dias antes de desligar de vez.

Vale a pena?

A Ultimate Ears Wonderboom 2 é uma opção interessante para você que busca por uma caixa de som Bluetooth compacta para usar, especialmente, em ambientes externos. O som 360 é alto e não decepciona e, embora não tenha me encantado muito, o modo Outdoor Boost é um recuso legal para usar em alguns momentos.

A bateria tem ótima autonomia e a resistência à água é um ponto forte por aqui, podendo, ainda, boiar na água para maior proteção.

É uma pena ver produto com foco na praticidade e na portabilidade trazer Micro USB em vez de USB-C. Além disso, microfone e uma entrada auxiliar poderiam estar presentes. Espero que a Ultimate Ears considere tudo isso na próxima geração da caixinha.

Ultimate Ears Wonderboom 2 na água (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Ultimate Ears Wonderboom 2 na água (Imagem: Darlan Helder/Tecnoblog)

Enquanto eu fazia este review, em outubro de 2020, a Wonderboom 2 estava à venda por R$ 699,90 no site da Logitech, que é a dona da UE. É um valor alto e no varejo é possível encontrá-la por cerca de R$ 500.

A XB10, da Sony, é a sua principal concorrente entregando NFC e mais bateria. A JBL Flip 5 é uma opção legal para quem procura por mais potência e custa cerca de R$ 100 a mais. Caso você esteja disposto a desembolsar um pouco mais, essa caixa da JBL é uma boa opção. A LG, por seu lado, tem o Xboom Go PL2, que já testamos por aqui e vai conquistar você que aprecia graves.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
3 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Tiago Jeronimo (@TiagoJL)

A Ultimate Ears é uma ótima marca. Tenho duas UE Megaboom da primeira geração compradas em 2016, ambas continuam funcionando perfeitamente até hoje, com um som que acho muito melhor do que a JBL Extreme.