Início » Cultura » Exclusivo: Disney+ só terá Os Simpsons de conteúdo da Fox no Brasil

Exclusivo: Disney+ só terá Os Simpsons de conteúdo da Fox no Brasil

Disney+ terá alguns episódios de Os Simpsons em estreia no Brasil; catálogo não trará outras séries ou filmes da Fox

Felipe Ventura Por

O Disney+ está chegando ao Brasil em novembro com destaque para filmes e séries da Marvel, Pixar, Star Wars, National Geographic e da própria Disney. A empresa confirma ao Tecnoblog que também terá conteúdo da Fox no catálogo; no entanto, serão apenas episódios do desenho animado Os Simpsons — e não espere ver todas as temporadas por aqui.

Os Simpsons (Imagem: Reprodução/Disney+)

Os Simpsons (Imagem: Reprodução/Disney+)

Episódios de Os Simpsons estarão no Disney+

“Teremos sim alguns episódios de Os Simpsons aqui no Brasil”, explica a assessoria da Disney ao Tecnoblog. “Por ora, somente Os Simpsons; não há previsão de ter outros conteúdos da Fox.” Perguntamos quais temporadas estarão disponíveis, e se haverá a opção de áudio original em inglês, mas não tivemos resposta.

Nos EUA, o serviço de streaming oferece as primeiras 30 temporadas de Os Simpsons; são 662 episódios no total. A 31ª temporada entrará no catálogo americano em novembro de 2020; a 32ª temporada está sendo transmitida na TV e chegará ao episódio de número 700.

A Disney foi criticada por inicialmente exibir Os Simpsons apenas em versão remasterizada com proporção 16:9, cortando partes da imagem e prejudicando diversas piadas visuais. Alguns meses depois, a empresa incluiu no catálogo os 428 primeiros episódios no formato original 4:3.

A campanha publicitária do Disney+ nos EUA usou bastante os Simpsons antes do lançamento, como o vídeo acima. O canal oficial do YouTube até reuniu as principais referências à Disney, Marvel e Star Wars no desenho animado.

No Brasil e restante da América Latina, não foi isso que aconteceu, e agora o motivo está mais claro: não teremos todos os episódios, somente “alguns”. A empresa não entrou em detalhes se oferecerá conteúdo das temporadas antigas (minhas favoritas) ou mais recentes.

Também é curioso que nenhuma outra série e nenhum filme da Fox esteja no catálogo brasileiro do Disney+. Nos outros países da América Latina, será diferente: “a plataforma contará com algumas séries e filmes da Fox, além de alguns episódios de Os Simpsons“, disse a empresa em agosto ao jornal chileno La Tercera.

Preço do Disney+ pode ser de R$ 28,99 mensais

A Disney anunciou a compra da Fox em 2017; a transação de US$ 71 bilhões só foi finalizada dois anos depois, meses antes do lançamento do Disney+. A aquisição englobou os estúdios 20th Century Fox; a produtora de televisão 20th Century Fox Television; os canais por assinatura Fox, National Geographic e FX; entre outros. Além disso, ela passou a controlar o serviço de streaming Hulu.

O Disney+ será lançado no Brasil em 17 de novembro; rumores dizem que ele custará R$ 28,99 ao mês. O serviço vai concorrer de forma direta com a Netflix, Amazon Prime Video e Globoplay.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
12 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

C Emanuel B Laguna (@Max_Laguna)

Por mim bastam as 10 primeiras temporadas d′Os Simpsons, e em 4:3 mesmo.

Adriano Garcez (@Adriano_Garcez)

tenho minhas dúvidas se o serviço vai ser bem-sucedido no Brasil, mesmo sendo de um nome tão grande. o catálogo é muito limitado. particularmente, só penso em assinar quando tiver Hulu no pacote.

A (@ksssskkkks)

então nunca? pq aparentemente não vai ter hulu fora dos estados unidos

André Noia (@Andre_Noia)

Não entendi: como que a versão remasterizada em 16x9 tem perda de imagem? A perda de imagem do corte de 16x9 para 4x3?

Edit: olhei aqui no YouTube e vi que a perda na versão remasterizada em 16x9 se dá principalmente em cima, além dessa espécie de zoom que eles dão na imagem.
Nada consegue ser pior do que o canal Viva nesse aspecto.

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Parece que a Disney vai lançar um serviço com conteúdo de suas marcas mais adultas (ABC Signature, 20th Century Studios, Searchlight Pictures, FX, 20th Television, Touchstone Television), com a marca “Star” (já usada pela Disney na Índia)

A (@ksssskkkks)

é, mas vai ser diferente do hulu. star só vai ter conteúdo original desses canais/estúdios enquanto hulu tem tanto contúdo original quanto conteúdo licenciado

Alex (@wuhkuh)

Eu já cantei essa bola faz tempo, o Disney+ vai flopar horrores no Brasil se não tiver série adulta-as do Hulu, por exemplo, pois fora isso terá nostalgia e desenho pra criança e pai nenhum vai pagar Disney+ pra ver desenho se o Youtube dá de graça, vide aquele maldito 'Bob o Trem"

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

E a ideia é a Disney lançar esse serviço fora dos EUA.

Marcia Sampaio (@Marcia_Sampaio)

também nao vou assinar conteúdo muito infantil com hulu seria melhor.

Marcia Sampaio (@Marcia_Sampaio)

penso como vc . Quando eles perceberem que não tem assinante vão migrar os canais que pertence a eles na plataforma. Também acho que vai flopar

Adriano Garcez (@Adriano_Garcez)

Hulu vai ser lançado internacionalmente no ano que vem, e a Disney considera unir os dois serviços.

nos EUA, já existe um plano com desconto das 2 assinaturas, mas devem ter percebido que apenas o catálogo Disney não é suficiente se quiserem expandir mundialmente.

Arthur Silva Vicentini (@ArthurVX)

Não, é porque o Disney+ é um serviço mais “família” mesmo.
E o Fox Premium também é da Disney (além de ser um dos canais da Disney com a marca Fox - marca essa que pertence à Fox Corporation, de Rupert Murdoch - que podem mudar de nome a qualquer momento - os nomes dos estúdios de cinema e de TV já mudaram).

A (@ksssskkkks)

parece que não vai mais não. o plano originalmente era esse, mas o ceo mudou e agora o plano é lançar star, que vai ser um serviço de streaming diferente do hulu. eles devem dar mais informação sobre isso no investor’s day em dezembro

Adriano Garcez (@Adriano_Garcez)

O serviço de streaming Star contará com conteúdo dos estúdios ABC, Fox Television, FX, Freeform, 20th Century Studios e Searchlight. O foco não estará em conteúdo Original (entenda o conceito de Original aqui). Além disso, o streaming Star será integrado ao Disney+ em vários mercados.

Tá ótimo. Chegando por um preço razoável, com certeza vou assinar.