Início » Jogos » Cyberpunk 2077 teve demo “quase totalmente falsa” na E3 2018

Cyberpunk 2077 teve demo “quase totalmente falsa” na E3 2018

Cyberpunk 2077 continua sua problemática trajetória, agora com afirmações de que a demo da E3 de 2018 não era verdadeira

Felipe Vinha Por

Cyberpunk 2077 passou por mais problemas internos de desenvolvimento do que se imagina – ao menos é o que uma nova reportagem publicada no Bloomberg indica. O texto original de Jason Schreier, conhecido jornalista investigativo da indústria, chega a mencionar que a demonstração do jogo para a E3 de 2018 era “quase que totalmente falsa”.

cyberpunk 2077

Cyberpunk 2077 tem problemas até com demo de evento (Imagem: Divulgação/CDPR)

Schreier comenta que conversou com mais de 20 funcionários e ex-funcionários da produtora CD Projek Red, que relataram ter vivido um caos durante a produção do game, com prazos irreais e impossíveis de serem alcançados.

O jornalista chega a mencionar que funcionários constantemente riam da situação e criavam memes com os prazos do jogo, que eram irreais, tamanha a dificuldade de criar um título tão complexo e gigantesco como Cyberpunk 2077.

Os relatos informam que a demonstração disponível na E3 2018, jogada a portas fechadas por jornalistas e influenciadores, foi quase que totalmente falsa, fabricada exclusivamente para o evento.

A demonstração foi jogada e noticiada por diversos sites internacionais na época, mas a CDPR lançou um trailer baseado em seu conteúdo, também na época, que pode ser visto abaixo:

Pouco tempo antes disso, em 2016, o game teve sua produção totalmente reiniciada – sendo que foi anunciado em 2012. Com isso, bastante conteúdo da ideia original teria sido cortado ou substituído ao longo do processo.

COVID atrapalhou

Apesar do mal planejamento e de problemas internos relatados por Schreier, muitos dos envolvidos também mencionaram a pandemia da COVID-19, que mudou o mundo entre fevereiro e março de 2020, por conta do isolamento social.

A reportagem revela que os programadores tiveram que continuar o trabalho no game de casa, sem acesso aos kits de desenvolvimento dos consoles, trabalhando com a versão de PC. Assim, a qualidade de testes e produção foi comprometida também por este fator.

Desculpas do estúdio

As revelações publicadas no Bloomberg foram apenas alguns dias depois do vídeo de desculpas lançado pela CDPR, com um de seus fundadores, Marcin Iwiński.

No vídeo, Marcin Iwiński diz que a culpa pelos problemas no game foram todas da direção do estúdio e não de seus programadores, assumindo o erro para si. O relatório de Jason Schreier só aumenta essa culpa, por conta das decisões envolvendo prazos e conteúdo divulgado do game para o público.

Cyberpunk 2077 deve ter ainda um grande patch de correção lançado neste mês, mas sem data prevista. O jogo continua fora do ar na PS Store e teve pedidos de reembolsos aceitos no Xbox e PS4.

Com informações: Bloomberg.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
10 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Igor Pamplona (@Igor_Pamplona)

“se as pessoas soubessem o que aconteceu , ficariam enojadas”

² (@centauro)

Oi?

Não parece que eles tiveram tempo pra isso não.