Início » Jogos » Jogador de Valorant é suspenso por atrapalhar investigação de abuso sexual

Jogador de Valorant é suspenso por atrapalhar investigação de abuso sexual

O jogador profissional Jay “Sinatraa” Won está proibido de competir em torneios oficiais da Riot Games até setembro de 2021

Murilo Tunholi Por

A Riot Games suspendeu o jogador profissional de Valorant Jay “Sinatraa” Won dos campeonatos oficiais por seis meses. De acordo com a empresa, o cyber atleta foi punido porque não cooperou com as investigações das denúncias de abuso sexual feitas pela ex-namorada dele. Além da suspensão, Won será obrigado a participar de um treinamento de conduta profissional antes de voltar a competir.

Jay "Sinatraa" Won foi acusado de abuso sexual pela ex-namorada (Imagem: Divulgação/Overwatch League)

Jay “Sinatraa” Won foi acusado de abuso sexual pela ex-namorada (Imagem: Divulgação/Overwatch League)

Em um post no site de Valorant, a Riot Games explicou que Won violou o código 8.1 da Política de Competições Globais do jogo por ter “recusado a cooperar totalmente com as investigações da organização dos torneios”.

Foi determinado que, em pelo menos duas ocasiões, Sinatraa deturpou certos fatos, fez declarações falsas e não cooperou com a investigação da forma esperada de um jogador profissional de esports. Além disso, a promessa pública de Sinatraa nas redes sociais de entregar o áudio completo e o vídeo mencionados por ele nunca foi cumprida.

Riot Games, em comunicado.

Pela regra, os jogadores profissionais “têm de ajudar a empresa em qualquer investigação interna ou externa relacionada a uma suspeita de violação do regulamento”. Além de cooperar, os pro players “devem dizer a verdade” e “não podem atrapalhar qualquer investigação, enganar os investigadores ou esconder evidências”.

Com isso, Won fica suspenso dos campeonatos da Riot Games até 10 de setembro. Ele só poderá participar de torneios a partir das últimas qualificatórias da Valorant Champions Tour 2021, que acontecem em outubro deste ano.

Entenda o caso de Jay “Sinatraa” Won

Em 10 de março, a ex-namorada de Won relatou nas redes sociais que havia sido abusada sexualmente pelo jogador. Logo após a denúncia, tanto o time de Won, Sentinels, quanto a equipe de esports de Valorant suspenderam o jogador até a Riot concluir as investigações.

Segundo os relatos, Won forçava a ex-namorada a ter relações sexuais, mesmo quando ela não queria. O post ainda tinha prints com conversas nas quais o jogador exigia que a menina enviasse a localização dela em tempo real. Quando ela falava que estava no trabalho, Won a acusava de estar mentindo e ameaçava terminar o relacionamento.

Antes de Valorant, Won jogava Overwatch profissionalmente pelo time San Francisco Shock e chegou a ser campeão da Overwatch League em 2019. Devido às acusações de abuso sexual, a Blizzard aceitou pedidos de reembolso para a skin Zarya Alienígena. O visual foi criado para homenagear Won, eleito o MVP do campeonato na época.

Com informações: Kotaku, Valorant Blog.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
5 usuários participando