Início » Gadgets » Promessa da RIM: Playbook vai custar menos que iPad

Promessa da RIM: Playbook vai custar menos que iPad

Avatar Por

Por enquanto a principal promessa de tablet para concorrer com o iPad, o Playbook parece que vai vir com um preço inicial menos fantasioso do que alguns concorrentes têm adotado. A RIM anunciou nessa semana que pretende cobrar algo inferior aos 500 dólares pelo dispositivo, que tem as vendas previstas para se iniciarem no ano que vem. Finalmente um pouco de bom senso.

A marca dos 500 dólares é importante e não pode ser ignorada por nenhuma empresa de eletrônicos e informática por um motivo absolutamente simples: esse é o preço inicial do iPad da Apple, que pode variar de US$ 499 até US$ 829, dependendo dos recursos e da capacidade de armazenamento que o cliente quiser. Sem falar que, por esse preço, compra-se um produto mítico, diferentemente dos principais concorrentes.

Playbook da RIM (imagem: divulgação/RIM)

É importante colocar em perspectiva, no entanto, que o iPad tem pelo menos uma característica em vantagem se comparado com o Playbook: o visor. O aparelho da Apple conta com 9,7 polegadas, enquanto o da RIM se contenta com 7 polegadas. Se parar e pensar bem, por que comprar um Playbook de 7" se o iPad com confortáveis quase 10" vai custar quase o mesmo preço? Essa é a questão que a RIM deverá responder.

Em sua defesa, a fabricante canadense poderá argumentar que o valor é mais elevado por se tratar de um produto voltado para negócios, justificativa que ela tradicionalmente já usa com o BlackBerry. E todo mundo sabe que produto e serviço corporativo custa mais caro. Além disso, o Playbook promete executar Flash, coisa que nós já temos absoluta certeza de que não vamos ver no iPad.

Torçamos para que a RIM coloque um preço bacana no Playbook, para que seja um produto realmente competitivo. Já chega de empresa inventando tablets de qualidade duvidável e cobrando caríssimo por isso.

Com informações: Bloomberg, ZDnet

Comentários

Envie uma pergunta

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Marcell Almeida
É Kno, bye bye!
kylefurtado
O foco ainda é o mercado corporativo? Tablets para empresarios.
@gley
Pois é, março tá chegando, a Apple vai lançar um iPad overpowerizado - e com quase toda a certeza, pelo mesmo preço do atual - e a concorrência ainda nem chegou no estágio que eles estão prestes a ultrapassar. Pode parecer, mas eu não sou fanboy da Apple; apenas me impressiono com a capacidade de visão da empresa.
@gley
Cada vez mais eu me convenço que o produto "mágico e revolucionário" anunciado pelo Steve Jobs tem realmente muito mais a ver com o preço do que com os recursos. A patuléia internética reclamou pra caramba do iPad no começo (eu me incluo nisso), mas até agora ninguém conseguiu apresentar uma solução de produto competente e com preços mais baratos que o tablet da Apple. É o de sempre. Reclamar é fácil, mas na hora de fazer melhor só vemos um festival de desculpas esfarrapadas.
Kadu
É verdade!
Bruno Gall
[2]
Alexandre
1.Que nome esquisito, playbook me remete a um periodico masculino digital 2.Sem sombra de duvida, o sucesso do iPad tanto em termos comerciais quanto técnicos deixou o resto do mundo, exagerando, uns 2 anos na frente, ou ate mais. 3.Essa filosofia de "corporativo é mais caro porque é corporativo" nao pega, né? Por fim, e batendo na mesma tecla, enquanto o resto tenta fazer um tablet, a apple chegará em 2011 com a segunda versao... CATCH US IF YOU CAN! (slogan usado por uma empresa de processadores de sinal de guitarra (zoom (blergh)) que tava alguns anos a frente do mercado na decada de 80)
Hernani
Tablets que saem com preço acima do iPad, não vão vender tão facilmente, mesmo que tenha specs melhores, o hype esta a favor do iPad
@juanlourenco
O tablet da RIM deve ter USB e talvez HDMI, o que já ajuda a atrair clientes nessa relação de preços iguais em tamanho menor de tela.
Wilson
Essa Playbook fica cada vez mais atrativa :)