Início » Jogos » Roblox está explorando jovens criadores de games, segundo investigação

Roblox está explorando jovens criadores de games, segundo investigação

Roblox incentiva crianças a criarem inúmeros jogos viciantes para terem uma chance quase nula de ganhar pouco dinheiro

Murilo Tunholi Por

O canal People Make Games publicou uma investigação em vídeo no YouTube, analisando a relação entre os jovens criadores de games em Roblox e a desenvolvedora a Roblox Corporation. Nesse vídeo, Quintin Smith detalha o modelo de negócios da plataforma e explica como a empresa está explorando financeiramente menores de idade, incluindo crianças.

Personagens de Roblox (Imagem: Divulgação/Roblox Corporation)

Criadores de games podem lucrar com microtransações

Roblox é uma plataforma de jogos que conta com mais de 200 milhões de usuários ativos mensalmente, sendo a maioria formada por crianças. Esses títulos são criados e publicados pelos próprios usuários, que podem até mesmo ganhar dinheiro ao incluir microtransações pagas com Robux, a moeda virtual do serviço.

Ganhar dinheiro produzindo jogos é um sonho comum, e Roblox aparece como uma opção viável para isso. O problema é que para ter o mínimo retorno financeiro com as criações na plataforma, é preciso se destacar entre os mais de 20 milhões de games publicados. Como Smith aponta no vídeo, isso é extremamente difícil.

Caso o jogo faça sucesso, o criador ainda vai ter mais um obstáculo: fazer as pessoas gastarem Robux em microtransações. De acordo com Smith, porém, os usuários só podem converter a moeda digital em dinheiro real a partir de 100 mil Robux, o equivalente a US$ 1 mil (cerca de R$ 5,4 mil reais).

Essa quantia mínima é bastante alta, dificultando a vida dos desenvolvedores que pensam em alcançar essa “meta”. Além disso, para converter Robux em dinheiro real, os criadores precisam pagar uma assinatura mensal de US$ 5 (R$ 27).

Smith ainda explica no vídeo que a Roblox Corporation compra a moeda virtual a uma taxa diferente da que ela é vendida — ou seja, os jogadores gastam US$ 1 mil para adquirir 100 mil Robux, porém o criador do game só recebe US$ 350 no câmbio.

Roblox (Imagem: Divulgação/Roblox)
Roblox tem vários itens cosméticos que podem ser comprados com Robux (Imagem: Divulgação/Roblox)

A estratégia de pagamento de Roblox é ilegal na vida real

Caso o desenvolvedor não alcance a marca dos 100 mil Robux, ele fica com a moeda virtual presa na conta, podendo usar o recurso apenas para comprar itens dentro de Roblox. Isso, aliado à falta de regulamentação no setor de tecnologia, faz com que os criadores sejam submetidos a práticas que, hoje, são ilegais.

No vídeo, Smith comparou esse método com uma estratégia usada no passado por empresas de mineração nos EUA, as quais pagavam os funcionários com moedas que só podiam ser usadas nas lojas dentro das fábricas. Também era possível trocar as moedas por dólares, mas, assim como em Roblox, o câmbio deixava os trabalhadores em desvantagem financeira.

Com isso, a Roblox Corporation garante que o dinheiro recebido com venda de Robux não saia com tanta facilidade da carteira da empresa. Nas mineradoras norte-americanas, essa estratégia também era usada para inibir demissões, pois, ao abandonar o emprego, os trabalhadores entravam na miséria automaticamente por não terem dólares guardados.

Em Roblox, os usuários se sentem na obrigação de continuar desenvolvendo jogos até alcançarem a meta, mesmo sem receberem dinheiro real por isso. Durante a investigação, Smith entrevistou um jovem de 11 anos que sonhava em ganhar a vida como criador em Roblox, mas não conseguiu.

“Mesmo que Roblox te incentive a criar games, a probabilidade de você fazer um jogo de sucesso é basicamente zero. Você sempre compete com as pessoas que já têm muito dinheiro”, disse o menino. Isso acontece pois é possível aplicar dinheiro em forma de Robux nos jogos para aumentar sua popularidade.

Roblox (Imagem: Divulgação/Roblox)
Roblox (Imagem: Divulgação/Roblox)

Crianças estão se esgotando para criar jogos viciantes

Há outra forma de ganhar dinheiro em Roblox além das microtransações com Robux: alguns jogos são exclusivos para assinantes do serviço premium da plataforma — aquele que custa US$ 5 por mês —, e a Roblox Corporation paga os criadores desses games de acordo com o tempo gasto pelos usuários dentro do jogo.

Assim, em vez de valorizar os jogos mais criativos e divertidos, a empresa incentiva a criação de games viciantes, com mecânicas de casino na maioria das vezes. Como já foi discutido em relação a loot boxes, sistemas que dependem de sorte e crianças não combinam, pois elas não têm autocontrole.

Como resultado, os jovens criadores de games em Roblox já estão passando por burnouts e crunches, mesmo sem terem sequer terminado os estudos. Para evitar isso, é preciso regulamentar essas novas relações de trabalho com base nas atividades mais tradicionais. Só dessa forma as empresas de videogame devem deixar de explorar menores de idade.

A investigação completa pode ser conferida no vídeo do People Make Games:

Com informações: People Make Games, Eurogamer, Kotaku.

Comentários da Comunidade

Participe da discussão
14 usuários participando

Os mais notáveis

Comentários com a maior pontuação

Gustavo Guerra (@GustavoGuerra)

Para evitar isso, é preciso regulamentar essas novas relações de trabalho com base nas atividades mais tradicionais.

Eu discordo completamente, aonde o governo se intromete o resultado não é bom. Ninguém é obrigado a “trabalhar” para a empresa do jogo, isso é apenas uma opção, e quem aceitar deve seguir as regras impostas no contrato entre as partes. Do contrário é só sair. É simples!

Stevonnie (@Stevonnie)

São crianças!!!

Douglas Knevitz (@Douglas_Knevitz)

Que relação de trabalho ? Só vejo uma relação disfuncional dos pais, que não tem controle sobre o que os filhos fazem na internet

Se são crianças, de onde sai o dinheiro pra brincar de criar joguinho, dos bolsos dos pais, não ?

O mesmo vale pra crianças que tem perfil em rede social, pra criar conteúdo. Culpa dos pais que não impõem limites.

Stevonnie (@Stevonnie)

Se tudo fosse assim tão fácil só culpa dos pais, não existia regulamentação para propaganda para crianças, no mundo todo.

Eu (@Keaton)

Não concordo que tenha de ter um regulamento como CLT, porém se alguém está obtendo receita com base no que eles fazem e ainda sim dificultando quando eles quiserem receber a sua parte, estão sendo explorados sim.

São só crianças, não tem conciência do mundo lá fora. E não, não é só culpa dos pais. Se uma criança sair na rua e for raptada, é culpa dos pais ter morado naquele local? A pessoa que fez o ato não tem nenhuma culpa, né?

Parte da culpa pode até ser dos pais. Não digo que seja. Mas alguém consegue ficar 24/7 com os filhos vendo o que eles estão fazendo? Basta um momento desses para um pilantra tentar abusar da inocência delas. (em qualquer sentido)

Dobbiy (@DobbiyBlox)

O roblox é uma ferramenta extremamente potente, é possível fazer qualquer coisa lá dentro LITERALMENTE

A maioria dos jogos se limita ao básico, porém, é uma engine que tem tanto potencial quanto qualquer outra do mercado.

Assista algum trailer do Roblox como o “Roblox | Official Trailer (2020)”, os hype trailers mostram muito potencial da engine.