Arquivo Internet

Microsoft muda mais um nome: Office Web Apps agora é Office Online

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Mudar nomes de produtos parece ser mesmo uma tradição da Microsoft. Depois de o SkyDrive virar OneDrive, chegou a vez do Office Web Apps, a versão na nuvem do pacote de escritório da empresa, virar Office Online. Alguns rumores recentes já davam conta de que isso iria acontecer. Ficou bem melhor, não?

Com a mudança, todas as ferramentas de produtividade do serviço agora ostentam o “sobrenome” Online, como Word Online e Excel Online. O endereço de acesso passou a ser oficialmente Office.com.

Office Online

Ao contrário do OneDrive, desta vez, a mudança não tem nenhuma relação com processos judiciais envolvendo marcas. A própria Microsoft reconhece que a denominação anterior não era adequada: “ouvimos de clientes que o uso de ‘Apps’ no nome causava confusão – é algo que eu preciso instalar?”

Mas este, provavelmente, não é o único motivo. No que se refere a ferramentas de produtividade online, o Google Drive continua sendo a principal referência. Como o Office Online é um nome fácil de assimilar e remete ao principal produto da Microsoft depois do Windows, a companhia terá melhores condições de disputar mercado com o pessoal de Mountain View.

Esta estratégia tem um reforço: a integração com o Outlook.com e com o OneDrive já existia, mas os novos recursos deste último (espaço adicional na indicação de novos usuários, por exemplo) poderá atrair mais gente e, indiretamente, divulgar o Office Online.

Mas, em termos de funcionalidades, praticamente não houve alterações, exceto o acréscimo de centenas de modelos de documentos para Word, Excel e PowerPoint e de um barra no topo para acesso rápido a todas as ferramentas do serviço.

Templates para o Excel Online

Ah, o preço também não mudou: o Office Online continua gratuito.

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque