Arquivo Aplicativos e Software

Este app conceitual promete fazer você rodar menos para encontrar vagas em estacionamentos

Emerson Alecrim
Por

As melhores ofertas,
sem rabo preso

Já passou pela irritante experiência de dar voltas e mais voltas no estacionamento até encontrar uma vaga livre? Haja paciência, não? Mas saiba que esta tarefa poderá ficar um pouco mais fácil. Basta que o desenvolvimento de um aplicativo chamado PocketParker dê certo.

A ferramenta é fruto de um projeto de pesquisadores da Universidade Estadual de Nova York. A ideia é fazer com que os smartphones dos motoristas participantes sejam usados como sensores para indicar vagas disponíveis em um estacionamento.

O funcionamento do sistema começa com consultas ao banco de dados do OpenStreetMap para identificar áreas que delimitam estacionamentos. Com base nas dimensões do lugar, o serviço estima o número de vagas que existe ali.

Na etapa seguinte, os smartphones que possuem o PocketParker são rastreados (anonimamente). Caso perceba que um carro participante está circulando dentro de um estacionamento, o PocketParker entende que o local está cheio. Se dois ou mais usuários entrarem no lugar e não demorarem para parar o carro, conclui-se que, provavelmente, não há lotação ali.

O PocketParker também pode detectar quando um usuário saiu do estacionamento e, assim, alertar outro que esteja procurando uma vaga.

estacionamento

Perceba que, com um número considerável de usuários, o sistema pode cruzar estas e outras informações para ter um controle relativamente preciso dos locais com e sem vagas.

E como é que o PocketParker sabe que o usuário está usando o carro? Analisando dados do GPS e do acelerômetro: caminhando, a pessoa se locomove muito mais devagar que um carro e passa por locais onde veículos não entram.

É claro que o PocketParker é passível de erros, mas os resultados preliminares deixaram os pesquisadores empolgados, tanto que o conceito já recebeu até nome: “pocketsourcing”.

Nos cálculos para estimar a quantidade de vagas nos estacionamentos, o sistema apresentou margem de erro de apenas 6%. Na previsão de vagas disponíveis, o PocketParker teve uma média de 19 acertos em cada 20 tentativas.

Testes não faltaram: o aplicativo foi utilizado por 105 usuários durante 45 dias, aproximadamente. Juntos, eles registraram 10.827 chegadas e partidas em estacionamentos.

Sim, o pocketsourcing tem algumas falhas. Para começar, o sistema pode gerar alertas falsos, como quando um usuário deixa seu carro no estacionamento, mas sai em outro veículo (seja lá qual for o motivo). Além disso, o sistema não é capaz de perceber quando um motorista que não utiliza o PocketParker ocupa uma vaga tida como livre.

Mas a ideia pode ser aperfeiçoada. Geoffrey Challen, um dos pesquisadores do projeto, acredita que o aplicativo funcionará melhor se fizer parte de outro serviço já estabelecido, como o Google Maps.

O PocketParker está sendo apresentado no evento UbiComp 2014 e, como faz parte de um estudo, não tem previsão de lançamento.

Com informações: MIT Technology Review

Emerson Alecrim

Autor / repórter

Emerson Alecrim cobre tecnologia desde 2001 e entrou para o Tecnoblog em 2013, se especializando na cobertura de temas como hardware, sistemas operacionais, negócios e transportes. Formado em ciência da computação, seguiu carreira em comunicação, sempre mantendo a tecnologia como base. Participa do Tecnocast, já passou pelo TechTudo e mantém um site chamado InfoWester.

Mais Populares

Responde

Relacionados

Em destaque